Varia Historia em ação

Regina Horta Duarte, Editora-chefe de Varia Historia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil

Acervo Varia Historia

Acervo Varia Historia

Varia Historia foi fundada em 1985, com o título inicial de Revista do Departamento de História da UFMG. Ao longo desses 31 anos de publicação ininterrupta, muitos foram os desafios, mas também as conquistas. Sua missão é publicar artigos originais e inovadores de história, promovendo o diálogo entre os membros da comunidade acadêmica internacional e contribuindo para a renovação historiográfica. Com periodicidade quadrimestral, Varia Historia é publicada pela Pós-graduação em História da UFMG (nível 6 pela Capes), e tem merecido a nota A1 pelo Qualis Periódicos, desde que essa avaliação foi estabelecida. Sua entrada no SciELO data de 2007, e a atual direção editorial almeja novas indexações, internacionalização e profissionalização como objetivos para um futuro próximo.

O número 58 (jan./abr. 2016) traz oito artigos originais, além de 3 resenhas. O dossiê “Culturas alimentares, práticas e artefatos”, organizado pelo professor José Newton Coelho Meneses, aborda um tema histórico fascinante e inovador, discutindo como o ato de alimentar-se, e tudo o que se constrói em torno dele, é expressão de processos culturais e sociais, ao longo do tempo. Além do dossiê, quatro artigos de fluxo contínuo abordam temas diversos.

No dossiê, destacam-se as pesquisas de Leila Algranti, da UNICAMP, que discute as artes da mesa. Por meio de minuciosa pesquisa em inventários pos-mortem, a autora analisa a posse e o uso de talheres e utensílios de mesa no Rio de Janeiro do século XVIII, numa perspectiva inovadora sobre a cultura material da mesa e da cozinha.

O historiador colombiano Gregorio Saldarriaga, da Universidad de Antioquia, argumenta como o consumo de determinados alimentos era fator de diferenciação social na América Espanhola nos séculos XVI e XVII, numa instigante análise dos simbolismos culturais construídos em torno deles.

Marjolaine Carles, historiadora francesa da L’École des Hautes Études en Sciences Sociales, incursiona pela construção, gestão e usos das fontes públicas de água, em Vila Rica, Minas Gerais, no século XVIII. Dados do orçamento municipal fundamentam sua análise da apropriação das águas pelo poder público.

E, por fim, partindo da curiosa presença de algumas cadeiras no Museu Paulista, Maria Aparecida Borrego, da USP, transita, com grande competência, no mundo da sociedade paulistana no início do século XIX, desafiando ideias estabelecidas sobre o modo de vida dessas elites em ascensão no cenário brasileiro.

Nelson Sanjad e Anna Raquel de Matos Castro, da UFPA/Museu Goeldi, abrem a seção de artigos de fluxo contínuo com análise sobre a participação do Pará na Exposição Internacional de Turim, em 1911, sob a liderança do então diretor do Museu Goeldi, em Belém, Jacques Huber (1867-1914). Discutem o papel da ciência na mostra, as relações diplomáticas em jogo e os conflitos em torno da representação do Brasil.

Ariel Golstein, pesquisador argentino da Universidad de Buenos Aires, argumenta como o jornal O Estado de São Paulo articulou simbolismos e representações em torno da Revolução Constitucionalista de 1932 para reavivar a oposição à Vargas, durante seu segundo governo (1951-1954). Goldstein oferece uma abordagem original – e extremamente atual – sobre a imprensa como agente político.

Maria Leônia Chaves de Resende e Rafael José de Souza, da Universidade de São João del Rei, mostram a ação inquisitorial em Minas Gerais colonial. O artigo deriva de extensa pesquisa na Torre do Tombo, em Lisboa, levantando aspectos quantitativos dos delitos investigados, e estimulando reflexões mais amplas sobre a ação do Santo Ofício na América Portuguesa.

Varia Historia fecha o número com artigo de João Márcio Pereira, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – last but not least – sobre a história do Banco Mundial, desde sua fundação em 1944 até 2003, com ênfase na dimensão política de suas ações direcionadas à agricultura e desenvolvimento rural.

Na versão online do portal SciELO, entre os oito artigos que compõem o número 58, dois são publicados em espanhol, um em versão bilíngue francês/português e dois em versão bilíngue inglês/português, favorecendo, portanto, o seu acesso pelo público internacional. Esta é uma das estratégias que Varia Historia tem esboçado para ampliar a circulação dos artigos que publica. Para sua internacionalização, a busca de pareceristas no exterior tem sido uma ação profícua, assim como a busca de indexações reconhecidas internacionalmente, e que sirvam para tornar o periódico mais atrativo para os bons pesquisadores.

Sobre alguns desafios e propostas da Varia Historia, assista à entrevista concedida pela editora-chefe Regina Horta Duarte à Paloma Grossi, aluna do curso de Graduação em História da UFMG, e membro da Equipe Varia Historia. O vídeo integra do Canal Varia Historia, no YouTube.

Para ler os artigos, acesse

DUARTE, R. H. Internacional: “To be or not to be?”. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 9-12. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100001. Available from: http://ref.scielo.org/k3bsrv

MENESES, J. N. C. Apresentação: Culturas alimentares, práticas e artefatos. Varia hist.[online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 15-20. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100002. Available from: http://ref.scielo.org/43kvwy

ALGRANTI, L. M. Alimentação e cultura material no Rio de Janeiro dos vice-reis: diversidade de fontes e possibilidades de abordagens. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 21-51. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100003. Available from: http://ref.scielo.org/77fwqh

SALDARRIAGA, E. G. Comer y ser: La alimentación como política de la diferenciación en la América española, siglos XVI y XVII. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 53-77. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100004. Available from: http://ref.scielo.org/9j2fkb

CARLES, M. Águas de domínio público (Brasil colonial) O caso de Vila Rica, Minas Gerais, 1722-1806. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 79-100. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100005. Available from: http://ref.scielo.org/5jf4p7

BORREGO, M. A. M. Artefatos e práticas sociais em torno das refeições (São Paulo, séculos XVIII e XIX). Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 101-137. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100006. Available from: http://ref.scielo.org/zv8hvn

SANJAD, N., and CASTRO, A. R. M. Comércio, política e ciência nas exposições internacionais: O Brasil em Turim, 1911. Parte 2. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 141-173. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100007. Available from: http://ref.scielo.org/p6s64w

GOLDSTEIN, A. A. Los usos de la revolución constitucionalista en O Estado de S. Paulo durante el segundo gobierno de Getúlio Vargas: Virtud cívica y conmemoración. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 175-202. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100008. Available from: http://ref.scielo.org/pqmbc4

RESENDE, M. L. C., and SOUSA, R. J. “For Fear of the Holy Office”: Accusations from Minas Gerais at the Inquisition Court (18th century). Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 203-224. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752016000100009. Available from: http://ref.scielo.org/snc4cp

PEREIRA, J. M. M. Modernization, the Fight Against Poverty, and Land Markets: An Analysis of the World Bank’s Agriculture and Rural Development Policies (1944-2003). Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.58, pp. 225-258. 10.1590/0104-87752016000100010. Available from: http://ref.scielo.org/k8jfdp

DUARTE, R. H. “Cru e quente”: autores ansiosos, leitores insatisfeitos. Varia hist. [online]. 2015, vol.31, n.57, pp. 629-631. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752015000300001. Available from: http://ref.scielo.org/6z766g

DUARTE, R. H. Editorial: O “tribunal de recursos” da lógica histórica. Varia hist. [online]. 2015, vol.31, n.56, pp. 321-324. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752015000200001. Available from: ‪http://ref.scielo.org/cxpynw

DUARTE, R. H. “Cru e quente”: autores ansiosos, leitores insatisfeitos. Varia hist. [online]. 2015, vol.31, n.57, pp. 629-631. [viewed 23th February 2016]. ISSN 1982-4343. DOI: 10.1590/0104-87752015000100001. Available from: ‪http://ref.scielo.org/kkwmwq

Links externos

Varia Historia – VH – www.scielo.br/vh

Canal Varia Historia YouTube – https://www.youtube.com/channel/UCD4EbWEXNyTAirlemvy3UPw

 

Sobre Regina Horta Duarte

foto_HortaRegina Horta Duarte é professora Titular de História da Universidade Federal de Minas Gerais, e pesquisadora nível 1 A do CNPq. Foi editora chefe da Revista Brasileira de História (2006-2007). Em 2008, ocupou vaga de Professora Residente no Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares da UFMG. Participou da fundação da Sociedade Latino Americana Y Caribeña de Historia Ambiental (SOLCHA), e foi eleita para a primeira Junta Diretiva. Permaneceu na Junta Diretiva dessa entidade como editora-chefe da revista Historia Ambiental Latinoamericana Y Caribeña (HALAC), publicação científica inaugurada em 2011 até setembro de 2014. Em abril de 2013, atuou como Visiting Reseach Professor na University of Texas at Austin. É Editora Chefe da revista Varia Historia desde janeiro de 2015. Publicou os livros “A Imagem Rebelde”(1991), Noites Circentes (1995), História e Natureza (2005), Biologia Militante (2010), e tem no prelo o livro Activist Biology, que será publicado este ano nos EUA. Publicou em periódicos de importância como Latin American Research Review, Journal of Latin American Research, Environmental and History, ISIS, Luso-Brazilian Review, Global Environmental, entre outros.

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

DUARTE, R. H. Varia Historia em ação [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2016 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/02/29/varia-historia-em-acao/

 

One Thought on “Varia Historia em ação

  1. Pingback: Periódicos UFMG | Varia Historia no SciELO em Perspectiva: Humanas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation