Urbanismo ecológico na América Latina em destaque do periódico urbe

Rodrigo José Firmino, Editor-chefe, Curitiba, PR, Brasil

Eliza Mara Arruda Dias, Apoio técnico editorial, Curitiba, PR, Brasil

urbe_logoO volume 8, número 1 do urbe traz dez artigos, destes, quatro abordam desde morfologia e mobilidade urbana até questões de recuperação ambiental e destinação de resíduos sólidos. Os demais compõem a seção especial intitulada Urbanismo Ecológico na América Latina e Caribe. Destacam-se três artigos desta seção: “Towards a landscape ecosophy. Interpreting how the Villarrica-Pucón urban system inhabitants in the Araucanía region of Chile perceive and relate with the dynamics of landscape”; ‘Rehabitar la montaña: strategies and processes for sustainable communities in the mountainous periphery of Medellín” e “Open spaces: windows for ecological urbanism in the western Amazon”.

O primeiro artigo discorre sobre a noção de urbanismo ecológico, sugerindo que a maneira como a sociedade percebe a relação entre cidade e natureza determina a práxis do urbanismo, introduzindo o conceito de “paisagem ecosofia”. O estudo se aplica aos habitantes de Villarrica e Pucón, cidades da Região Araucania do Chile, com o objetivo de entender como estes percebem e se relacionam com o ambiente natural local.

O segundo artigo traz o caso dos assentamentos de baixa renda na periferia urbana de Medellín, que frequentemente sofrem com deslizamentos de terra, muitas vezes com vítimas fatais. Os autores propõem cinco projetos piloto que visam testar estratégias de mitigação de riscos de acidentes, especialmente de deslizamentos de terra, a partir de sistemas de alerta precoce e de monitoramento, melhorando, portanto, sistemas de drenagem, agricultura urbana e arborização, e consequentemente salvaguardando a integridade física dos moradores locais.

O último artigo em destaque ressalta as possibilidades para o urbanismo ecológico na região da floresta Amazônica brasileira, mais especificamente na cidade de Marabá, na fronteira dos Estados do Tocantins e Pará, considerando que o local oferece potencial de inovação para as soluções urbanísticas principalmente pela grande oferta de espaços livres. O objetivo do estudo é relatar a importância da abordagem ecológica no planejamento urbano e regional de Marabá, além de indicar os caminhos do urbanismo ecológico, incorporando as particularidades locais.

Os outros artigos da seção especial são: um estudo de caso em Buenos Aires, que destaca o planejamento urbano no contexto ecológico-regional; um estudo sobre os desafios das paisagens periféricas urbanas e por último, um artigo sobre a influência do urbanismo ecológico na promoção da saúde humana. Os demais artigos da edição trazem experiências brasileiras e internacionais. Entre as experiências nacionais estão uma análise dos determinantes dos custos de resíduos sólidos urbanos nas capitais estaduais brasileiras e um estudo sobre a mobilidade urbana para pessoas com deficiência no Brasil. Entre as experiências internacionais estão: um estudo sobre o processo de regeneração do córrego Cheong‑Gye em Seul, Coreia no Sul e por último, um estudo de caso em Beira, na África tropical, destacando a paisagem modernista da cidade.

A urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana é um periódico de estudos urbanos, de frequência quadrimestral, online e de acesso aberto.

Para ler os artigos, acesse

MOSTAFAVI, M. and DOHERTY, G. Ecological Urbanism in Latin America. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 7-11. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE07. Available from: http://ref.scielo.org/cxzxnv

FERNANDEZ, L. Urbanismo y ecología en Buenos Aires: un recorrido por la planificación urbana en su contexto ecológico-regional. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 12-27. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE01. Available from: http://ref.scielo.org/rwpqp8

SALAZAR, G. and JALABERT, D. Towards a landscape ecosophy. Interpreting how the Villarrica-Pucón urban system inhabitants in the Araucanía region of Chile perceive and relate with the dynamics of Landscape. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 28-41. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE02. Available from: http://ref.scielo.org/wwfdc4

CLAGHORN, J., ORSINI, F. M., RESTREPO, C. A. E. and WERTHMANN, C. Rehabitar la Montaña: strategies and processes for sustainable communities in the mountainous periphery of Medellín. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 42-60. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE03. Available from: http://ref.scielo.org/pvhybm

LIMA, C. P. C. S. and BOUCINHAS, C. Challenges of the urban peripheral landscapes. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 61-76. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE04. Available from: http://ref.scielo.org/5wyvnq

FAJERSZTAJN, L. et al. How can ecological urbanism promote human health?. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 77-95. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE05. Available from: http://ref.scielo.org/dyd3kv

PONTES, L. B. and CARDOSO, A. C. D. Open spaces: windows for ecological urbanism in the Western Amazon. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 96-112. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.SE06. Available from: http://ref.scielo.org/9vgrb7

REIS, L. F. and SILVA, R. L. M. Decadência e renascimento do Córrego Cheong-Gye em Seul, Coreia do Sul: as circunstâncias socioeconômicas de seu abandono e a motivação política por detrás do projeto de restauração. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 113-129. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.AO01. Available from: http://ref.scielo.org/xwjysh

RODRIGUES, W., MAGALHAES FILHO, L. N. L. and PEREIRA, R. S. Análise dos Determinantes dos custos de resíduos sólidos urbanos nas capitais estaduais brasileiras. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 130-141. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.AO02. Available from: http://ref.scielo.org/8cpxvb

BARBOSA, A. S. Mobilidade urbana para pessoas com deficiência no Brasil: um estudo em blogs.urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 142-154. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.AO03. Available from: http://ref.scielo.org/bjx3j7

FERNANDES, M. G., MEALHA, R. P. and MENDES, R. P. Beira, uma paisagem modernista na África Tropical. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp. 155-166. [viewed 04th March 2016]. ISSN 2175-3369. DOI: 10.1590/2175-3369.008.001.AO04. Available from: http://ref.scielo.org/5qg3wp

Link externo

Revista urbe – URBE – www.scielo.br/urbe

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

FIRMINO, J. F. and DIAS, E. M. A. Urbanismo ecológico na América Latina em destaque do periódico urbe [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2016 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/03/14/urbanismo-ecologico-na-america-latina-em-destaque-no-periodico-urbe/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation