Sonora e mais que sonora

Eduardo Rosse, editor assistente Per Musi, pós-doutorando Capes/EM-UFMG, Belo Horizonte, MG, Brasil

Modelo de Kepler apontando as distâncias relativas entre o sol e os planetas (Mysterium Cosmographicum, 1596)

Modelo de Kepler apontando as distâncias relativas entre o sol e os planetas (Mysterium Cosmographicum, 1596)

A partir de recortes próprios a cada abordagem e a cada objeto de estudo, nos deparamos aqui com um quadro a um só tempo diversificado e deixando entrever um ponto recorrente: muito mais do que aspectos secundários, laterais ao núcleo duro de uma música essencialista, tais implicações se colocam aqui como inseparáveis de sua face acústica.

O número 32 da Per Musi abriu um questionamento reflexivo e aguçado sobre o inerente posicionamento ideológico do musicólogo. Muito além de simplesmente romper com a “doutrina da autonomia da ‘alta’ arte” (passo importante, mas ainda inicial), Ralph Locke em “Musicologia e/como preocupação social: imaginando o musicólogo relevante” toca na responsabilidade em se evidenciar a ‘imagem de realidade’ subjacente a uma dada argumentação e valoração musicológica, em uma atitude socialmente comprometida. O musicólogo, assumindo a impossibilidade de uma neutralidade, deve se esforçar em explicitar o sentido dos seus sentidos, o quadro maior permitindo e conduzindo sua análise.

A atualidade da discussão se confirma a seguir pela considerável consonância epistemológica atravessando um grande número de textos, desde a íntima ligação entre a concepção do som e a condição política na obra de Jonh Cage, no texto de Gustavo Celedón Bórquez, “Políticas del espectro de John Cage: su obra musical a través de Jacques Derrida”, passando pela construção de uma identidade nacional pela música de concerto no Brasil do séc. XX abordada por Potiguara Curione Menezes, em “Imagens do Brasil na música erudita do século XX: reflexões conceituais sobre identidades culturais brasileiras” até a posição de objetos sonoros dentro de concepções de universo particulares – espíritos dinâmicos na América do Sul indígena, apresentados por Eduardo Pires Rosse em “Dinamismo de objetos musicais ameríndios: notas a partir de cantos yãmĩy entre os maxakali (tikmũ’ũn)”; ou astros celestes e projeto teológico na releitura de Kepler diante da Música das Esferas, como apresentado por Johann Hasler em “Contribuciones de Kepler a la continuidad y transformación de la tradición de la música de las esferas”.

Poderíamos ainda continuar com um subcapítulo importante ligando musicalidade em seu espectro mais imediato à experiência corporal e ao jogo/brincadeira, seja através do diálogo entre música e prática esportiva em chave “motricidade”, proposto por Gonçalo Dias em “Coordenação e controlo de movimentos musicais e desportivos: visão dinâmica da cognição e ação”, ou daquele entre ensino musical e capoeira, proposto por Líliam Barros e Marcelo Pamplona Baccino em Capoeira na disciplina Sociologia da Música.

Em todo este percurso, e por vias heterogêneas, uma postura de fundo parece indicar a pertinência de abordagens amplas, de caráter pragmático, realizadas sob medida, num esforço de tomar a música pelo que ela de fato é: múltipla, sonora e mais que sonora.

Para ler os artigos, acesse

BOREM, F., ROSSE, E. and BORBUREMA, D. Editorial de Per Musi 32. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 1-7. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3200. Available from: http://ref.scielo.org/8tyrr7

LOCKE, R. P. Musicologia e/como preocupação social: imaginando o musicólogo relevante.Translated byJetro M. de Oliveira,  Paulo Castagna. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 8-52. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3201. Available from: http://ref.scielo.org/gkmys8

ROSSE, E. P. Dinamismo de objetos musicais ameríndios: notas a partir de cantos yãmĩy entre os maxakali (tikmũ’ũn). Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 53-96. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3202. Available from: http://ref.scielo.org/689x3r

DIAS, G. Coordenação e controlo de movimentos musicais e desportivos: visão dinâmica da cognição e ação. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 97-113. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3203. Available from: http://ref.scielo.org/tsr5g4

BORQUEZ, G. C. Políticas del espectro de John Cage: su obra musical a través de Jacques Derrida. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 114-136. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3204. Available from: http://ref.scielo.org/9h5y2m

SAMPAIO, R. T., LOUREIRO, C. M. V. and GOMES, C. M. A. A Musicoterapia e o Transtorno do Espectro do Autismo: uma abordagem informada pelas neurociências para a prática clínica. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 137-170. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3205. Available from: http://ref.scielo.org/4d3yts

HASLER, J. F. W. Contribuciones de Kepler a la continuidad y transformación de la tradición de la música de las esferas. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 171-196. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3206. Available from: http://ref.scielo.org/2prmtj

MEIRELES, A. R. and CAVALCANTE, F. G. Qualidade de voz no estilo de canto heavy metal. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 197-218. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3207. Available from: http://ref.scielo.org/yzcfft

MANTOVANI, M. R. and SANTOS, R. A.T. Prática e performance inicial de Minuetos de Haydn por pianistas: efeitos da privação de estímulos na retroalimentação sensorial em diferentes condições de estudo. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 219-245. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3208. Available from: http://ref.scielo.org/hg5pvv

MENEZES, P. C. Imagens do Brasil na música erudita do século XX: reflexões conceituais sobre identidades culturais brasileiras. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 246-268. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3209. Available from: http://ref.scielo.org/qchkbh

KOTHE, F., TEIXEIRA, C. S., FELDEN, É. P. G. and MERINO, E. A. D. Usabilidade de espaleiras de violino e viola. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 269-295. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3210. Available from: http://ref.scielo.org/vjh33x

MENDES, K. A., DUTRA, L. M. and PEREIRA, D. P. Relação entre o estudo formal e a média salarial do músico: um estudo com músicos brasileiros. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 296-322. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3211. Available from: http://ref.scielo.org/4f9q58

BARROS, L. and BACCINO, M. P. Capoeira na disciplina Sociologia da Música. Per musi[online]. 2015, n.32, pp. 323-337. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3212. Available from: http://ref.scielo.org/mb3tj3

SIMURRA, I. E. and MANZOLLI, J. Lana Tai – no dia em que nasceu uma aquarela: diário de bordo de uma composição a partir de descritores de áudio. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 338-363. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3213. Available from: http://ref.scielo.org/q64wpx

GARBUIO, R. L. and FIORINI, C. F. “Amor” e “morte” nos madrigais de Carlo Gesualdo: um estudo sobre o desenvolvimento da escrita musical e textual. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 364-393. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3214. Available from: http://ref.scielo.org/hrg5c9

SOUSA, N. M. and MAIA, M. S. Uma digitação do ​Prelúdio da Suíte para Alaúde BWV 997 de J. S. Bach​ transcrito para o violão​​. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 394-419. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3215. Available from: http://ref.scielo.org/s7c6gj

LUIZ, D. M., ARAUJO-JORGE, T. C. and MATRACA, M. V. C. Cantando junto, por saúde e cidadania no Acre: o Canto Coral do IFAC em Sena Madureira. Per musi [online]. 2015, n.32, pp. 420-438. [viewed 11th March 2016]. ISSN 2317-6377. DOI: 10.1590/permusi2015b3216. Available from: http://ref.scielo.org/4bcjyw

Link externo

Per Musi – PM – www.scielo.br/pm

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

ROSSE, E. Sonora e mais que sonora [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2016 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/03/16/sonora-e-mais-que-sonora/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation