Formação em saúde: como superar o dilema entre teoria e prática?

Angélica Ferreira Fonseca, Doutora em Saúde Pública, professora-pesquisadora e editora científica da Trabalho, Educação e Saúde, da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Ingrid D’avilla Freire Pereira

Ingrid D’avilla Freire Pereira

Marcia Raposo Lopes

Marcia Raposo Lopes

Marcia Raposo Lopes e Ingrid D’avilla Freire Pereira são professoras-pesquisadoras da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), e autoras que costumam frequentar as páginas da Trabalho, Educação e Saúde, na qual publicaram, no volume 14, número 2 de 2016, o artigo “Princípios pedagógicos e relações entre teoria e prática na formação de agentes comunitários de saúde”, em coautoria com Mariana Lima Nogueira  e Helifrancis Condé Groppo Ruela.

Nesta entrevista, além de comentarem sobre a construção do artigo, elas destacam uma temática central da revista: a formação em saúde e os caminhos para uma articulação entre teoria e prática nesta área.

Marcia Lopes fez graduação em Psicologia, mestrado em Saúde Coletiva (Instituto de Medicina Social) e doutorado em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Tem experiência nas áreas de Psicologia e de Saúde Coletiva, atuando nos temas subjetividade e trabalho na sociedade contemporânea, processo de trabalho em saúde e educação profissional em saúde, trabalho e formação do agente comunitário de saúde.

Ingrid Pereira graduou-se em Nutrição pela Universidade Federal da Paraíba, Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva pela Universidade de Pernambuco e mestrado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fiocruz, onde atualmente cursa o doutorado em Saúde Pública. Desenvolve pesquisas no campo da Saúde Coletiva, especialmente sobre Políticas de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Educação Profissional em Saúde e Desigualdades Sociais e Saúde.

Confira aqui a entrevista de Márcia Lopes e Ingrid D’avilla, concedida a Angélica Ferreira Fonseca, sobre o artigo “Princípios pedagógicos e relações entre teoria e prática na formação de agentes comunitários de saúde”, organizado com base na relação entre teoria e prática na formação profissional em saúde e na adoção da preceptoria como estratégia pedagógica em cursos de saúde. A pesquisa e a discussão ocorreram no contexto do Curso Técnico de Agentes Comunitários de Saúde da Escola Politécnica de Saúde da Fiocruz.

 

Para ler o artigo, acesse

PEREIRA, I. D. F., LOPES, M. R. NOGUEIRA, M. L. and RUELA, H. C. G. Princípios pedagógicos e relações entre teoria e prática na formação de agentes comunitários de saúde. Trab. educ. saúde [online]. 2016, vol.14, n.2, pp.377-397. [viewed 20th June 2016]. ISSN 1678-1007. DOI: 10.1590/1981-7746-sol00010. Available from: http://ref.scielo.org/sdd5sd

Link externo

Trabalho, Educação e Saúde – TES: www.scielo.br/tes

Sobre Angélica Ferreira Fonseca

Angélica Ferreira Fonseca

Angélica Ferreira Fonseca

Angélica Ferreira Fonseca é sanitarista, mestre e doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz). Professora-pesquisadora da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), é atualmente coordenadora da revista Trabalho, Educação e Saúde, na qual atua também como editora científica desde a sua criação em 2003. Tem experiência em educação em saúde, pesquisa e ensino de políticas de saúde e desenvolvimento de material didático, além de atuar nos temas: políticas de saúde, modelos de atenção em saúde, saúde da família, formação em saúde e avaliação em saúde.

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

FONSECA, A. F. Formação em saúde: como superar o dilema entre teoria e prática? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2016 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/06/27/formacao-em-saude-como-superar-o-dilema-entre-teoria-e-pratica/

 

One Thought on “Formação em saúde: como superar o dilema entre teoria e prática?

  1. Pingback: Mais um passo para consolidar a formação em saúde como campo crítico | SciELO em Perspectiva: Humanas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation