Crianças pequenas e museus: uma combinação possível?

Cristina Carvalho e Thamiris Lopes, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

edreal_logoO Grupo de Pesquisa em Educação, Museu, Cultura e Infância (GEPEMCI/ PUC-Rio) vem investigando as formas de recepção ao público infantil nos museus e demais instituições culturais da cidade do Rio de Janeiro. Estudos sobre infância e educação fora dos espaços escolares ainda são reduzidos no Brasil.

O artigo “O público infantil nos museus”, publicado na Educação & Realidade, volume 41, número 3, de 2016 – abordando uma temática inovadora – buscou relações entre cultura, educação e infância, a partir de estudos teóricos sobre a temática da infância e da museologia, e do acompanhamento das visitas realizadas pelo público infantil ao Museu Internacional de Arte Naïf do Brasil, localizado na cidade do Rio de Janeiro.

Os resultados apontam que os museus possuem um enorme potencial no desenvolvimento de momentos lúdicos de aprendizagem para o público infantil. Percebe-se, ainda, o quanto os museus – compreendidos como espaços que permitem acionar a reflexão dos visitantes – podem oportunizar experiências que estimulem sentidos, sensações e sentimentos, despertando a imaginação e a percepção.

Contudo, ainda é grande a lacuna nos estudos teóricos que elucidam as especificidades da infância com vistas à garantia do direito de acesso e ao atendimento de qualidade das crianças pequenas nesses espaços.

Considerar aspectos como tempo, espaço, objetos e atividades pedagógicas é tarefa essencial quando se pensa em receber esse público. Esses aspectos, atrelados ao ato de brincar, possibilitam que a criança perceba e ressignifique a cultura por meio de diferentes linguagens, ampliando, assim, sua visão sensível sobre o mundo. Compreendendo a infância como uma etapa da vida em que há uma infinidade de experiências e descobertas, e os museus como lugar de guarda e também de produção de conhecimento, o artigo aponta um caminho para tornar crianças pequenas e museus não só uma combinação possível, mas uma combinação desejável e enriquecedora.

Para ler o artigo, acesse

CARVALHO, C. and  LOPES, T. Children in Museums. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.911-930. [viewed 13th September 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623652329. Available in: http://ref.scielo.org/nhjwzf

Link externo

Educação & Realidade – EDREAL: www.scielo.br/edreal

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

CARVALHO, C. and LOPES, T. Crianças pequenas e museus: uma combinação possível? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2016 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/09/13/criancas-pequenas-e-museus-uma-combinacao-possivel/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation