Natureza contrapontística e ambiguidade em Machado de Assis: o caso de uma variante textual

Tiago Seminatti, Assistente Editorial da Machado de Assis em linha – revista eletrônica de estudos machadianos, São Paulo, SP, Brasil

Em seu número 24, o periódico Mael apresenta “To beat or abet in Machado de Assis’s “Pai contra mãe”: the text in superposition”, de Christopher T. Lewis, da Universidade de Utah. O artigo parte de uma variante textual presente em edições de “Pai contra mãe” para tratar da dimensão contrapontística e da polivalência de sentidos na prosa machadiana, mostrando, assim, que a ficção do escritor fluminense se caracteriza como texto aberto, que propõe embates dos mais diversos tipos com o leitor.

O objeto com o qual Lewis trabalha, “Pai contra mãe”, integra Relíquias da casa velha, coletânea de contos e outros escritos publicados em 1906. Interessado na temática da escravidão, o pesquisador faz levantamento de passagens ficcionais em que Machado, assim como ocorre no conto, opera de modo mais direto com o assunto. Em meio ao exame, destaca “Mariana” (1871), “O caso da vara” (1891) e “Pai contra mãe” (1906) como textos da prosa ficcional de Machado que contêm uma tensão semelhante: no caso dos primeiros, observa que há personagens que podem ajudar escravos por quem sentem compaixão, mas que acabam cúmplices de violências contra eles. Algo semelhante ocorre com Cândido Neves, protagonista de “Pai contra mãe”, que, necessitando decidir entre proteger uma escrava ou devolvê-la à violência do seu proprietário, escolhe a segunda opção em busca de benefício próprio. A análise dos três contos contrapõe visões críticas distintas, como as de Duarte (2007) e Flynn, Calvo-González e Souza (2013), fundamentando a visão da literatura machadiana enquanto texto ambíguo e aberto.

Valendo-se de vasto repertório crítico, desde o já clássico estudo de Faoro (1976) até estudos recentemente publicados, o pesquisador insere na discussão acerca de “Pai contra mãe” questão que envolve uma variante textual. Por meio dela, Lewis percorre importantes edições do conto, mostra como as variantes se fazem presentes (inclusive influenciando em traduções para o inglês e alemão) e sublinha que a mudança é perigosa, pois não apenas altera o sentido do texto, mas atribui sentido oposto à passagem. Contudo, mais do que embasar o uso de uma palavra em detrimento da outra, o ensaio de Lewis articula a história da leitura de “Pai contra mãe” com uma característica fundamental da literatura machadiana, ressaltada por críticos ao longo do tempo: a complexa situação em que o leitor é colocado ao entrar em contato com as ambiguidades do texto de Machado de Assis.

Referência

DUARTE, E. de A. “Estratégias de Caramujo”. In: DUARTE, E. de A. (Org.). Machado de Assis afro-descendente. Rio de Janeiro: Pallas; Belo Horizonte: Crisálida, 2007. p. 239-278.

FAORO, R. A pirâmide e o trapézio. 2. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1976.

FLYNN, A.; CALVO-GONZALEZ, E.; SOUZA, M. M. de. Whiter Shades of Pale: ‘Coloring in’ Machado de Assis and Race in Contemporary Brazil. Latin American Research Review [online]. 2013, vol. 48, no. 3, pp. 3-24, E-ISSN: 1542-4278 [viewed 19 October 2018]. DOI: 10.1353/lar.2013.0046. Available from: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/15455/1/10.1353lar.2013.0046.pdf

Para ler o artigo, acesse

LEWIS, C. T. To beat or abet in Machado de Assis’s “Pai contra Mãe”: The text in superposition. Machado Assis Linha [online]. 2018, vol. 11, no. 24, pp.94-115, ISSN 1983-6821 [viewed 24 Octuber 2018]. DOI: 10.1590/1983-6821201811247. Available from: http://ref.scielo.org/yx7yxm

Link externo

Machado de Assis em Linha – MAEL: www.scielo.br/mael

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

SEMINATTI, T. Natureza contrapontística e ambiguidade em Machado de Assis: o caso de uma variante textual [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2018 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2018/10/29/natureza-contrapontistica-e-ambiguidade-em-machado-de-assis-o-caso-de-uma-variante-textual/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation