Author: Interface

Como as maratonas hackers podem ser aplicadas no campo da Saúde?

O estudo mapeou a realização de maratonas hackers no Brasil, com desafios voltados para o campo da Saúde, no período entre 2000 e 2016. Os resultados ressaltam o potencial da metodologia no fomento à criatividade e à inovação, a partir do trabalho colaborativo em equipe multiprofissional no campo da Saúde. Read More →

As controvérsias da publicidade de alimentos e bebidas no Brasil: o modelo de regulamentação atual é eficaz?

Há vários estudos quanto à influência das propagandas de alimentos e bebidas nos hábitos alimentares e na saúde da população, especialmente entre crianças. No Brasil, a regulação de peças publicitárias é alvo de discussão no campo da saúde pública há bastante tempo, tendo em vista os limites da autorregulação. Assim, o estudo buscou sintetizar evidências científicas do papel do governo, indústrias e organizações do setor privado na atuação em regulação de propagandas de alimentos e bebidas por meio de uma revisão de literatura. Read More →

A coragem das Mães Waldorf para parir

Como parem as Mães Waldorf da Demétria? Em 2013, por seis meses, realizamos uma etnografia sobre a gestação e o parto na Antroposofia, no bairro rural da Demétria, em Botucatu, São Paulo. Atualmente, há um campo de pesquisa articulado entre as Ciências Sociais e a área da saúde para estudar as novas formas de parir na contemporaneidade. As pesquisas brasileiras apontam para diferentes contornos sobre o parto. Read More →

Até quando iremos negligenciar a Saúde nos Estudos de Impacto Ambiental? Uma análise sobre a relevância da Avaliações de Impacto à Saúde (AIS).

A análise de impactos à saúde é realizada de forma superficial em licenciamentos ambientais e na adoção de algumas políticas públicas. Nesse sentido, a adoção de uma ferramenta padronizada de Avaliação de Impacto à Saúde (AIS) evitaria a geração de inequidades em saúde e reduziria os custos associados nesse setor. Read More →