Tag: Ciências Humanas

Cultura ancestral para entender a Amazônia de ontem e de hoje

Arqueologia e saúde indígena são tema de dois artigos em destaque da primeira edição do ano do Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas. Com uma trajetória centenária, o Boletim publica resultados de pesquisas com foco em Antropologia, Arqueologia e Linguística na Amazônia. Read More →

Vibrant abre chamada de artigos para o dossiê “Técnica, poder e transformação”

A técnica e as tecnologias, objetos tradicionais da pesquisa antropológica, em larga medida retomado e redefinido nas últimas décadas, é o tema da proposta de um dossiê para o ano de 2019 em Virtual Brazilian Anthropology. Read More →

Patrimônio indígena é destaque no Boletim de Ciências Humanas

Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, apresenta dossiê sobre “Patrimônio indígena e coleções etnográficas”. Além disso, traz ainda estudos sobre Linguística, História, Arqueologia e Museologia na forma de artigos, notas de pesquisa, memória e resenhas. Read More →

Quais as motivações para jogar games?

Você já se perguntou por que muitas pessoas estão jogando games? O mercado de games é um dos que mais cresce e a compreensão deste é de suma importância para quem quer atuar na área. Para descobrir as motivações subjacentes, a pesquisa busca identificar quais os principais fatores que levam uma pessoa a jogar e a comprar games. Read More →

História e arte latino-americanas são tema do periódico Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi

Um passeio ilustrado pela história e a arte da América Latina é o que o leitor desfrutará. O Boletim oferece além de um dossiê temático, contribuições do Brasil, da Venezuela, da Argentina, do Equador e da Colômbia em estreitos laços de conhecimento compartilhado e temas da Antropologia, da Arqueologia, da Museologia e do Turismo. Read More →

Como a prisão pode transformar o autoconceito das mulheres?

Pesquisadores investigaram modificações na maneira como as mulheres observam a si próprias, durante a experiência da prisão. Este contexto pressiona o autoconceito, visto que, em decorrência das privações e das mudanças drásticas das suas vidas, em relação ao tempo em que conviviam em sociedade, surgem muitas estratégias de adaptação cognitiva, para que possam manter a saúde mental e planejar a vida futura. O estudo demonstra a existência de mecanismos psicológicos de autoproteção, mesmo em circunstâncias desfavoráveis. Read More →

O acesso às tecnologias digitais como estratégia para a redução das desigualdades sociais? O PROUCA

O Programa Um Computador por Aluno (PROUCA) — política pública para a inclusão digital via ambiente escolar, renova a utopia técnica de que a sociedade evolui qualitativamente com a aquisição de TIC. Problemas e deficiências na infraestrutura para a sua implantação, na gestão de seus processos e na formação dos professores não se constituem aspectos pontuais, mas estruturantes deste Programa, que é alinhado as orientações internacionais de cunho neoliberal. Read More →

Estudos feministas em debates contemporâneos

O que a crise climática e o “não humano” têm a ver com os estudos feministas e de gênero? A seção debate da Revista de Estudos Feministas apresenta essa discussão trazendo artigos que dialogam em torno da temática dos descentramentos contemporâneos. Read More →

A produção da inteligibilidade de refugiados e de vítimas: gênero, sexualidade, direitos e narrativas de violência

Como se dá o acesso a direitos, seja por via da justiça ou no universo institucional do refúgio? Como os discursos sobre gênero, sexualidade e narrativas sobre violência produzem sujeitos inteligíveis para as políticas de Estado? Como se posicionam diversos atores nessas arenas de disputas? Essas são as questões exploradas nas entrevistas com Isadora Lins França e Roberto Efrem Filho, que publicaram artigos no nº 50 do cadernos pagu. Read More →

Violência e gênero: novos debates, antigos dilemas

Como os estudos de gênero têm contribuído para o conhecimento e para políticas relacionados a violência e distribuição de justiça? Como a abordagem da violência dirigida a mulheres turistas pode contribuir para enfrentar antigos dilemas dos estudos sobre gênero e violência? Para responder essas questões, cadernos pagu entrevistou Guita Grin Debert, Maria Filomena Gregori e Adriana Piscitelli, antropólogas e pesquisadoras do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu. Read More →

“Ideologia de gênero”: índice de um fenômeno político transnacional

Qual a origem, usos e repercussões no cenário internacional da expressão “ideologia de gênero”? Esse é o tema do artigo de Mónica Cornejo-Valle e José Ignacio Pichardo Galán (Universidad Complutense de Madrid), que analisa o caso espanhol, precursor na mobilização da categoria para contrapor o avanço de direitos sexuais e reprodutivos. Pesquisadores do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos foram convidados a debatê-lo. Read More →

Concepções de vida, concepções de pessoa: debates sobre tecnologias reprodutivas e aborto no Brasil e na Argentina

O que há em comum entre os debates parlamentares acerca do aborto no Brasil e das tecnologias reprodutivas na Argentina? Como perspectivas conservadoras estão presentes nesses debates? Para responder essas questões cadernos pagu entrevista Lucía Ariza e de Lia Zanotta Machado (vídeo), autoras no dossiê Conservadorismo, direitos, moralidades e violência. Read More →