Tag: Ciências Sociais

A política educacional paulista para além das conjunturas

Estudo discute a lógica que embasa a política educacional no Estado de São Paulo de 1995 a 2014, demonstrando que as diferenças entre as administrações e os enfoques políticos do período foram apenas conjunturais, pois mantiveram, desde então, a mesma estrutura racional e gerencialista de administração. Read More →

A avaliação e as políticas públicas em Educação começam a ocupar seu espaço nas mídias digitais: A semana da Ensaio no Blog SciELO em Perspectiva |Humanas

No período de 29 de agosto a 02 de setembro de 2016, o periódico Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação vai ocupar o espaço do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas. Ao longo desses dias o número – 92 – será privilegiado em forma de press releases e vídeos. Esperamos que vocês possam acompanhar e desfrutar de um material que foi especialmente preparado para a ocasião. Read More →

Envelhecimento e capitalismo

O periódico Serviço Social & Sociedade aborda o tema do envelhecimento nas sociedades capitalistas, com contribuições de renomados pesquisadores a partir do diálogo com as realidades brasileira, latino-americana e portuguesa. Read More →

Personal blogs: A promising venture for mental health

Blogs in the form of personal diary reveal intrapersonal dialogues in the queries and answers of their narratives on personal decisions, conflict resolution, and monitoring of actions and behaviors. Read More →

A participação de atores não-estatais na formulação das políticas do Brasil e do México: entrevista com Vinícius Rodrigues Vieira

Entrevista com Vinícius Rodrigues Vieira (Fundação Gétulio Vargas de São Paulo e Universidade de São Paulo) sobre seu artigo “When Procedural Legitimacy Equals Nothing: Civil Society and Foreign Trade Policy in Brazil and Mexico”, publicado na Contexto Internacional trata a influência da sociedade civil na política no Brasil e no México. Read More →

As três gerações atuantes no mercado de trabalho

A psicologia organizacional tem chamado atenção de vários estudiosos, principalmente sobre diferentes gerações convivendo em um mesmo contexto e desempenhado papéis nas organizações. São maneiras diferentes de atuação profissional, significados do trabalho, diversidades de ideias, pensamentos, opiniões, valores e preferências. A entrada da geração mais jovem no mercado de trabalho vem despertando o interesse de estudiosos e gestores. Diante disso, os estudos sobre as gerações no mercado de trabalho ganham cada vez mais importância para as organizações. Read More →

Blogs pessoais: um empreendimento promissor para a saúde mental

Blogs em forma de diário pessoal revelam diálogos intrapessoais nas perguntas e respostas de suas narrativas sobre deliberações pessoais, resolução de conflitos, e monitoramento de ações e comportamentos. Read More →

Motivos de rejeição de papers em periódicos de Administração

A Revista de Administração Contemporânea (RAC) lança o quarto número de 2016, com seis artigos que tratam de temas variados de administração e que usam métodos de pesquisa diversos. Read More →

O processo de ensino em seus diferentes contextos

Educação e Pesquisa (volume 42, número 2) traz como destaques reflexões sobre o processo de ensino em seus diferentes contextos e em relação ao interesse pela docência. Read More →

Desigualdades no acesso à água em uma comunidade rural do Ceará

Dada a constatação da concentração do déficit de acesso à água em determinados grupos populacionais, o artigo busca compreender as múltiplas desigualdades nesse acesso, tendo como estudo de caso uma comunidade rural nordestina. Read More →

Teoria e prática na formação profissional: recusando escolhas banais

A educação profissional é um espaço que reflete nossas concepções de sociedade e o modo como lidamos com a divisão social do trabalho. Além de debates teóricos, a tensão latente entre trabalho manual e trabalho intelectual traz questionamentos sobre a prática pedagógica e o currículo que, entre outros temas, são tratados nesta entrevista, cujo contexto é a qualificação de agentes comunitários de saúde. Read More →

Gestão de vigilância em saúde: precarização da formação e do trabalho

Trabalhadores de nível médio das quatro vigilâncias (sanitária, ambiental, epidemiológica e em saúde do trabalhador), em Alagoas, relatam um ambiente de precarização em sua formação para o trabalho, indicando não ser justo cobrar deles prática profissional idealizada na política nacional de saúde e em documentos oficiais. Read More →