Tag: Saúde

Formação profissional na saúde em disputa

A formação profissional de agentes comunitários em saúde é objeto de disputa desde a institucionalização deste trabalho no SUS. Um novo programa de capacitação para esses agentes reafirma a luta de classes existente. De um lado, interesses empresariais em fundos públicos; de outro, trabalhadores que reivindicam universalidade do direito à saúde e à educação. Read More →

Qual a prevalência do consumo de álcool e tabaco em idosos?

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia apresenta, no número 2 de 2018, um de leque de aspectos sobre a saúde do idoso. Destacamos neste post o artigo sobre a prevalência e fatores associados ao alcoolismo e tabagismo por idosos. Entre outros resultados, o estudo mostra que cerca de 25% dos participantes consome álcool e quase 60% fuma há mais de 30 anos. Read More →

Como as maratonas hackers podem ser aplicadas no campo da Saúde?

O estudo mapeou a realização de maratonas hackers no Brasil, com desafios voltados para o campo da Saúde, no período entre 2000 e 2016. Os resultados ressaltam o potencial da metodologia no fomento à criatividade e à inovação, a partir do trabalho colaborativo em equipe multiprofissional no campo da Saúde. Read More →

Psicanálise e atualidade: teoria, clínica e cultura

O número 2 de 2018 do periódico Ágora aborda problemáticas fundamentais da atualidade como o racismo e a destituição do poder familiar, além de questões mais diretamente ligadas à clínica de casos graves como a anorexia, a psicopatia e a esquizofrenia. Além disso, implicações teóricas e éticas são extraídas da obra de Freud – por exemplo, a esfera transgressora do humor –, e de Lacan, como a pluralização dos Nome-do-pai. Read More →

As controvérsias da publicidade de alimentos e bebidas no Brasil: o modelo de regulamentação atual é eficaz?

Há vários estudos quanto à influência das propagandas de alimentos e bebidas nos hábitos alimentares e na saúde da população, especialmente entre crianças. No Brasil, a regulação de peças publicitárias é alvo de discussão no campo da saúde pública há bastante tempo, tendo em vista os limites da autorregulação. Assim, o estudo buscou sintetizar evidências científicas do papel do governo, indústrias e organizações do setor privado na atuação em regulação de propagandas de alimentos e bebidas por meio de uma revisão de literatura. Read More →

História, Ciências, Saúde – Manguinhos apresenta temas variados em seu segundo número de 2018

Treze artigos inéditos são os destaques da edição do periódico História, Ciências, Saúde – Manguinhos. O número 2 do volume 25 de 2018 do periódico científico da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) traz na seção “Análise” temas variados, que vão desde a experiência com arte na Colônia Juliano Moreira e as epidemias no México e nos Andes no século XVI até a discussão sobre polícia política e os impactos socioambientais da estrada Bragança-Ajuruteua, no Pará. Read More →

A hospitalização impacta a funcionalidade de idosos? E para os que têm Síndrome da Fragilidade?

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia apresenta, no número 2 de 2018, um de leque de aspectos sobre a saúde do idoso. Destacamos neste post o artigo sobre o impacto da hospitalização na funcionalidade e na fragilidade de idosos. Entre outros resultados, o estudo encontrou piora na funcionalidade após a alta hospitalar, principalmente com idosos frágeis. Read More →

A coragem das Mães Waldorf para parir

Como parem as Mães Waldorf da Demétria? Em 2013, por seis meses, realizamos uma etnografia sobre a gestação e o parto na Antroposofia, no bairro rural da Demétria, em Botucatu, São Paulo. Atualmente, há um campo de pesquisa articulado entre as Ciências Sociais e a área da saúde para estudar as novas formas de parir na contemporaneidade. As pesquisas brasileiras apontam para diferentes contornos sobre o parto. Read More →

Epidemia de obesidade: de quem é a culpa?

Estudo revela alteração alimentar em população no sul de Belize, América Central, cujo hábito alimentar na década de 70 era baseada em milho, vegetais produzidos localmente e elementos moderados de carne e peixe. Nesta época não se via pessoas gordas e obesas na região. Atualmente quase 40% da população é obesa. Como isso pode ter acontecido? Read More →

Até quando iremos negligenciar a Saúde nos Estudos de Impacto Ambiental? Uma análise sobre a relevância da Avaliações de Impacto à Saúde (AIS).

A análise de impactos à saúde é realizada de forma superficial em licenciamentos ambientais e na adoção de algumas políticas públicas. Nesse sentido, a adoção de uma ferramenta padronizada de Avaliação de Impacto à Saúde (AIS) evitaria a geração de inequidades em saúde e reduziria os custos associados nesse setor. Read More →

Síndrome da fragilidade, antidepressivos e a reflexão de gestores e profissionais sobre as ILPIs

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia (RBGG) inicia 2018 com um número bastante rico de temas. Dois artigos, no entanto, mereceram destaque nesta edição: um sobre a relação entre a síndrome de fragilidade e o uso de antidepressivos e outro sobre as dimensões atribuídas às Instituições de Longa Permanência do Idoso (ILPIs) por gestores e profissionais. Read More →

Novembro Azul, PSA e campanhismo na saúde dos homens brasileiros

Os meses coloridos têm um forte apelo na mídia e em instituições de saúde. Mas será mesmo que essas campanhas de conscientização e alerta sobre determinadas doenças tem fundamentos de acordo com a Medicina Baseada em Evidência? Alertar a população sobre os riscos de sobrediagnóstico e sobretratamento do PSA e toque retal propagados pelo Novembro Azul também deve ser feito, não apenas sobre a doença e taxas de mortalidade, como todo ano são divulgados. Read More →