Conservadorismo, religião e política: um diálogo entre Brasil e Argentina

Moral religiosa e liberdade sexual são intrinsecamente opostas? A produção científica é patrimônio exclusivo da esfera secular? Todo direito democrático deve ter base científica? Para interrogar esses lugares comuns de modo a torná-los problemas socioantropológicos, entrevistamos Ronaldo de Almeida e Juan Marco Vaggione, que publicaram artigos focalizando relações sobre religião e esfera pública no nº 50 do cadernos pagu. Read More →

Gênero e sexualidade no Brasil: balanços e desafios atuais

Como tem se adensado o conhecimento relacionado a gênero e sexualidade no Brasil? Que desafios esse campo de estudos enfrenta no atual contexto brasileiro? Para responder essas questões, cadernos pagu recuperou alguns balanços publicados nos últimos anos e entrevistou Sérgio Carrara, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e coordenador do Comitê Gênero e Sexualidade da Associação Brasileira de Antropologia (ABA). Read More →

Cadernos Pagu: trajetória e programação para a Semana Especial do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas

O periódico cadernos pagu participa da Semana Especial do SciELO entre os dias 26 a 30 de junho de 2017. Durante a semana, o/a leitor/a poderá conhecer melhor o periódico e os artigos que comporão o número 50. A programação conta com entrevistas, vídeos e debates, incluindo diálogos internacionais e geracionais em torno dos temas conservadorismos, diretos, moralidades e violência e momentos reflexivos sobre a produção no campo dos estudos de gênero. Acompanhem-nos! Read More →

Encontros marcados pelo outro é debatido pelo periódico Ágora

A relação do sujeito com a alteridade é uma questão crucial para a psicanálise, uma vez que o processo analítico é baseado na transferência e, ainda, porque o outro é pensado como uma peça fundamental para a constituição do sujeito e do aparelho psíquico. Diversos olhares sobre essa temática são abordados neste número da Revista Ágora – Estudos em Teoria Psicanalítica. Read More →

Arquivos: para além de um espaço de organização?

Estudo aborda a partir da noção de ‘dispositivo’ como elaborada na obra de Michel Foucault e uma de suas derivações como os ‘dispositivos de informação’, as dinâmicas do fenômeno informação como instrumento de desenvolvimento das lógicas e dos valores presentes nos quadros da memória, construídos e geridos no interior dos espaços ‘arquivísticos’. Read More →

Estratégia e gênero, como ocorrem na prática?

Pesquisa analisa como ocorre a estratégia-como-prática social para a construção da perspectiva de gênero nas políticas públicas na Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres de Florianópolis. As atividades e como são realizadas pelos praticantes configuram a estratégia-como-prática nas interações entre sociedade e ambiente interno, minimizando desigualdades entre gêneros no município. Read More →

Leituras de “A Cabana do Pai Tomás” no Brasil escravista

No Brasil escravista do século XIX, a edição em português do livro “A Cabana do Pai Tomás” atenuava sua potencialidade crítica e transformadora. A edição continha intervenções do tradutor que permitiam, aos leitores do mundo lusófono, conceber o fim da escravidão num futuro bem mais distante. Read More →

Bioética é essencial?

O consentimento informado surgiu do julgamento das experiências nazistas durante a segunda guerra mundial. Apesar de mais de 60 anos, ainda há muito que refletir sobre essa exigência que busca proteger a vulnerabilidade dos participantes de pesquisa e assegurar seus direitos humanos. Read More →

Estudo teórico da depressão em adolescentes

A depressão é uma doença debilitante e recorrente, que acomete não só adultos, mas crianças e adolescentes também. Acarreta grande sofrimento e prejuízo, com alto grau de morbidade e mortalidade. Em razão disso, é importante estudar e levantar discussões para um melhor aprimoramento da descrição da depressão em adolescentes e para um tratamento mais adequado. Read More →

Museu lança primeira edição de 2017 do Boletim de Ciências Humanas

Agora avaliado como Qualis/Capes A1 para Linguística, nossa primeira edição de 2017 apresenta também Arqueologia, Antropologia e História em 13 artigos que abordam desde a forma ancestral de se deparar com a morte até as maneiras como o câncer foi visto pela medicina brasileira no século XX. O tom é a ideia de tempo e espaço como criações simbólicas. Read More →