Estudos feministas em debates contemporâneos

O que a crise climática e o “não humano” têm a ver com os estudos feministas e de gênero? A seção debate da Revista de Estudos Feministas apresenta essa discussão trazendo artigos que dialogam em torno da temática dos descentramentos contemporâneos. Read More →

Ensino de Ciências Naturais e o distanciamento entre as prescrições e o que realmente acontece nas escolas

Estudo revela que há predomínio no uso de provas, estímulo à competição e que a avaliação nas escolas se distancia das orientações oficiais devido a um conjunto de adversidades enfrentadas pelos docentes, geralmente, invisíveis aos que fazem as políticas públicas. Reflete-se também as possibilidades e limitações das avaliações externas e proposta incerta do PNE para englobar o Ensino de Ciências no o Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Read More →

Internet das Coisas como novo paradigma para a Arquitetura da Informação

Ecossistemas de informação, materializados pela Internet das Coisas, representam novo paradigma para a Arquitetura da Informação, na medida em que conectam pessoas, objetos e lugares em toda parte, criando uma dimensão potencialmente transformadora da sociedade. A pesquisa baseou-se na Metodologia de Metamodelagem e na análise crítica da literatura da área. Read More →

Programa de trabalho customizado em educação especial

Pesquisa analisou implementação de um programa de “trabalho customizado” para 4 jovens com deficiência intelectual de uma escola especial. O trabalho customizado é uma proposta americana de inserção de pessoas com deficiência em atividades laborais, o que permite a diminuição das barreiras atitudinais, bom desempenho dos funcionários, além de possibilitar um campo fértil de atuação da Educação Especial. Read More →

Historicidade e instituições no centro das relações de produção e de distribuição: por uma Ciência Econômica antipositivista e antineoclássica

Pesquisa aborda como os fenômenos econômicos surgem e se reproduzem com base nos comportamentos humanos conscientes. Diferentemente dos objetos da natureza física e biológica, cuja existência e regularidades não dependem das ações humanas, o objeto econômico é estruturalmente dependente das relações sociais de produção e de distribuição. Sua compreensão qualificada requer a aplicação de metodologias não-positivistas, fora da tradição teórica neoclássica e marginalista. Read More →

Cadernos Pagu: desafios, nossas respostas e novidades

Como cadernos pagu tem procurado fazer frente aos desafios que se colocam no universo da publicação científica? Que esforços têm se realizado para manter a qualidade que tem marcado sua atuação ao longo dos últimos 24 anos? No vídeo, saiba mais sobre o próximo número, que conta com o dossiê Gênero e Estado, organizado por Adriana Vianna (Museu Nacional/RJ) e Laura Lowenkron (UERJ). Read More →

A produção da inteligibilidade de refugiados e de vítimas: gênero, sexualidade, direitos e narrativas de violência

Como se dá o acesso a direitos, seja por via da justiça ou no universo institucional do refúgio? Como os discursos sobre gênero, sexualidade e narrativas sobre violência produzem sujeitos inteligíveis para as políticas de Estado? Como se posicionam diversos atores nessas arenas de disputas? Essas são as questões exploradas nas entrevistas com Isadora Lins França e Roberto Efrem Filho, que publicaram artigos no nº 50 do cadernos pagu. Read More →

Violência e gênero: novos debates, antigos dilemas

Como os estudos de gênero têm contribuído para o conhecimento e para políticas relacionados a violência e distribuição de justiça? Como a abordagem da violência dirigida a mulheres turistas pode contribuir para enfrentar antigos dilemas dos estudos sobre gênero e violência? Para responder essas questões, cadernos pagu entrevistou Guita Grin Debert, Maria Filomena Gregori e Adriana Piscitelli, antropólogas e pesquisadoras do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu. Read More →

“Ideologia de gênero”: índice de um fenômeno político transnacional

Qual a origem, usos e repercussões no cenário internacional da expressão “ideologia de gênero”? Esse é o tema do artigo de Mónica Cornejo-Valle e José Ignacio Pichardo Galán (Universidad Complutense de Madrid), que analisa o caso espanhol, precursor na mobilização da categoria para contrapor o avanço de direitos sexuais e reprodutivos. Pesquisadores do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos foram convidados a debatê-lo. Read More →

Concepções de vida, concepções de pessoa: debates sobre tecnologias reprodutivas e aborto no Brasil e na Argentina

O que há em comum entre os debates parlamentares acerca do aborto no Brasil e das tecnologias reprodutivas na Argentina? Como perspectivas conservadoras estão presentes nesses debates? Para responder essas questões cadernos pagu entrevista Lucía Ariza e de Lia Zanotta Machado (vídeo), autoras no dossiê Conservadorismo, direitos, moralidades e violência. Read More →

Conservadorismo, religião e política: um diálogo entre Brasil e Argentina

Moral religiosa e liberdade sexual são intrinsecamente opostas? A produção científica é patrimônio exclusivo da esfera secular? Todo direito democrático deve ter base científica? Para interrogar esses lugares comuns de modo a torná-los problemas socioantropológicos, entrevistamos Ronaldo de Almeida e Juan Marco Vaggione, que publicaram artigos focalizando relações sobre religião e esfera pública no nº 50 do cadernos pagu. Read More →

Gênero e sexualidade no Brasil: balanços e desafios atuais

Como tem se adensado o conhecimento relacionado a gênero e sexualidade no Brasil? Que desafios esse campo de estudos enfrenta no atual contexto brasileiro? Para responder essas questões, cadernos pagu recuperou alguns balanços publicados nos últimos anos e entrevistou Sérgio Carrara, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e coordenador do Comitê Gênero e Sexualidade da Associação Brasileira de Antropologia (ABA). Read More →