Category: Semanas Especiais

Fronteiras da interação: como interpretar imagens de ultrassom?

Os estudos sobre a linguagem ajudam-nos, dentre outras possibilidades, a refletir sobre como a interação social pode ser vital para compreendermos situações ou materiais desconhecidos por nós – inclusive transformações em nosso corpo. Este artigo explica como imagens fetais ultrassonográficas são “lidas” (i.e. feitas inteligíveis) pelos participantes em interações na saúde. Read More →

Práticas de pesquisa de letramentos em línguas(gens) e domínios sociais diversos: perspectivas internacionais

O artigo introduz um dossiê temático que reúne pesquisadores/as de diversos países interessados/as em processos e práticas de letramento desenvolvidas em e através de várias línguas(gens) e domínios sociais. As perspectivas múltiplas de pesquisa abordadas trazem novos olhares para o estudo de práticas de letramento, caracterizadas por sua natureza discursiva multifacetada, dinâmica e complexa. Read More →

Como a antropologia pode ajudar a entender a ascensão da política populista por vias digitais

A teoria antropológica clássica pode nos ajudar a compreender fenômenos contemporâneos ligados à digitalização da política? A pesquisa relatada neste artigo afirma sim, e desenvolve a dimensão da eficácia técnica do populismo bolsonarista a partir das teorizações antropológicas sobre ritos de passagem. Read More →

Cidadania Linguística em ação: lutas por direitos no Sul Global

Vozes e agências de corpos que transgridem a lógica do homem moderno colonial dão corpo à Cidadania Linguística, um conceito inovador para se pensar sobre formas de sobreviver, resistir e reexistir no Sul Global. Read More →

TLA e o trabalho coletivo de reafirmar e reeditar resistências

Em quase quatro décadas, Trabalhos em Linguística Aplicada (TLA) tem sido um importante mediador na produção de conhecimento aplicado sobre a linguagem. Nesta semana especial, o periódico apresenta oito artigos que mostram o vigor e o futuro do campo. Read More →

Desafios do presente e um olhar para o futuro da RAE

A Semana Especial da RAE trouxe a oportunidade de apresentar artigos que narram um pouco da trajetória do periódico em seus 60 anos, desde suas características iniciais, até a adoção de critérios mundialmente padronizados e o ingresso em indexadores internacionais. Os problemas enfrentados no presente e os desafios futuros, como a concorrência com periódicos de alto impacto internacional, mantidos majoritariamente por publishers e a promoção de pesquisas de maior inclusão e impacto social, são parte das reflexões que permearam a seleção de textos da RAE. Read More →

Inclusão e diversidade na Administração: manifesta para o futuro-presente

O artigo-manifesta discute o papel das revistas acadêmicas em Administração para inclusão e diversidade. Partindo de referenciais teóricos dos movimentos sociais (interseccionalidade, transversalidade e decolonialidade), apresentamos uma proposta de agenda de transformações para as práticas sobre diversidade no campo, que permitam alterações de nível mais estrutural. Read More →

Revistas acadêmicas no campo científico de Administração: estrelas ou coadjuvantes?

Como as revistas acadêmicas acompanham e refletem a dinâmica do campo de Administração no Brasil? Como esses atores se posicionam nesse espaço? Essas indagações norteiam o trabalho, que analisa a dinâmica do campo e reforçam estratégias da contribuição científica dos periódicos. Read More →

A influência da RAE na trajetória de uma pesquisadora

O artigo relata a trajetória acadêmica da autora e sua atuação, fazendo um paralelo com a RAE nos últimos 30 anos. A autora relata os principais trabalhos publicados, sua interação com colegas e a importância desse percurso, compondo uma memória que tem como objetivo informar e, quem sabe, inspirar, jovens pesquisadores. Read More →

Estudos organizacionais: o desafio de olhar para o passado e ampliar a agenda de pesquisa

O artigo apresenta um breve levantamento dos pioneiros desse campo de pesquisa no Brasil e o desenvolvimento da área de Estudos Organizacionais no país. A reflexão propõe então um olhar para o futuro, trazendo o que há de conhecimento de ponta do exterior para o Brasil, procurando ressignificá-lo com os conhecimentos locais, bem como levar para o exterior, todo o conhecimento local. Read More →

Pós-capitalismo: o surgimento do gerencialismo democrático

A partir do final dos anos 1970, o capitalismo experimentou uma fase regressiva e, desde 2008, entrou em crise terminal. Em seu lugar, o autor sugere que está surgindo uma nova organização social, que o autor denomina “gerencialismo democrático”. Read More →

Estudos organizacionais históricos e o desafio do pluralismo e inclusão

As pesquisas nessa temática não são recentes, mas nos últimos anos há uma aproximação entre os estudos de história, história de negócios e o campo da administração, bem como entre memória social e memória organizacional. No Brasil, pesquisadores já estabelecidos no campo de estudos organizacionais influenciaram a formação de jovens pesquisadores com novas temáticas, e os temas dos grupos de estudos aqui formados aproximaram-se dos debates internacionalmente promovidos. Read More →