Tag: Urbanismo

Segregação socioespacial e deslocamento das classes em Ciudad Bolívar, Bogotá

Deslocamentos entre moradia e trabalho fazem parte do cotidiano das populações de grandes cidades. Diferentes ocupações laborais e classes sociais costumam apresentar perfis distintos de deslocamento, especialmente em relação ao número de viagens e distância percorrida ao dia. A segregação socioespacial das classes impacta diretamente a mobilidade e seu planejamento. Read More →

Transformações da forma urbana em cidades portuárias

A relação entre cidade e estrutura portuária é definitiva na forma urbana. O Porto funciona como um propulsor para a economia e cultura; no espaço urbano, incentiva usos voltados às atividades produtivas. A sua decadência tem impactos tão extensivos quanto o seu funcionamento, desencadeia readaptações de usos, distribuição e centralidades. Read More →

A matemática musical como diretriz do desenho urbano de Mileto

Mileto é uma cidade do período clássico grego, desenhada segundo um traçado urbano regular e ortogonal, com o uso de proporções ideais. A base do harmonioso desenho da cidade foi idealizada por Hipódamo de Mileto, importante arquiteto e urbanista da Grécia Antiga, e é fundamentada em sons da escala musical. Read More →

As origens do território entre Lapa e Barra Funda, nas várzeas do rio Tietê

O território de várzea entre Lapa e Barra Funda, na capital paulista, teve como elementos estruturantes o rio, a ferrovia e as marginais. Seu desenvolvimento, em particular, representa processos que moldaram o espaço urbano da cidade de São Paulo como um todo, envolvendo sua paisagem original e a ocupação das áreas inundáveis às margens do Rio Tietê. Read More →

As ideias urbanísticas internacionais e suas influências na cidade de São Paulo de 1910 e 1930

Urbanistas pioneiros do início do século XX foram responsáveis pela disseminação de ideias urbanísticas estrangeiras em São Paulo. Eles contribuíram não apenas para a transformação da cidade, mas também para a formação de futuras gerações de profissionais no país, com base em preceitos do urbanismo Europeu e norte-americano. Read More →

Políticas Públicas Socioambientais: possibilidades de diálogos entre grandes cidades do Brasil e Índia

Estudo apresenta pesquisa sobre similaridades nos cenários das grandes cidades do Brasil e da Índia. Discute-se as possibilidades de trocas de ideias de políticas públicas com foco em gestão socioambiental entre as cidades dos dois países, levando em conta as relações políticas e os canais de comunicação entre as partes. Read More →

Entrevista com Marina Toneli discute os desafios da participação social na Operação Urbana Água Espraiada na cidade de São Paulo

O conselho gestor é a arena de debate para o desenvolvimento geral de uma operação urbana consorciada. Estudo abordou a instância no caso da Operação Urbana Consorciada Água Espraiada, na cidade de São Paulo, e avaliou que o espaço não era de tomada de decisões de fato, mas de divulgação de informações e legitimação do projeto. Read More →

O viés empregatício como elo entre grupos geograficamente próximos e socialmente distantes

A partir do conceito de efeito-território e de 90 entrevistas com moradores, o autor analisou a dinâmica social dos bairros Calabar, Vale das Pedrinhas e Bate Facho, em Salvador (BA). O estudo demonstrou que o contexto sociorresidencial impacta na mobilidade socioeconômica e nas condições de vida dos entrevistados por meio de uma série de processos e mecanismos, operados na escala do bairro, que foi identificada nas dimensões material, social e simbólica. Read More →

Por que é necessário criar instituições metropolitanas: entrevista com Thiago Hoshino e Rosa Moura trata do Estatuto da Metrópole

Como se debate a governança metropolitana no Brasil? Qual a participação popular nestes tipos de projeto? O Estatuto da Metrópole, marco regulatório desenvolvido para superar lacunas da governança metropolitana não abarcadas pelo Estatuto da Cidade, é o tema da entrevista com os pesquisadores Thiago Hoshino e Rosa Moura. Read More →

Disputas político-conceituais sobre a governança das metrópoles: o embate entre neoliberalismo e gestão participativa

A edição 45 do Cadernos Metrópole está focado no debate dos aspectos da governança das cidades e metrópoles, que articula interesses controversos entre governo, mercado e sociedade. O conjunto dos artigos selecionados revelou uma produção que tem debatido principalmente a conjuntura desde 2013, com destaque para casos locais que descrevem políticas públicas como mobilidade urbana, movimentos sociais e instrumentos urbanísticos. Read More →

Quanto o Estado e o setor privado se articulam de modo a promover a elitização do espaço?

A região de Venda Nova, na região metropolitana de Belo Horizonte, sofre transformações impulsionadas pelo Poder Público que têm como objetivo garantir a reprodução ampliada do capital, com a oferta de novos empreendimentos/serviços urbanos decorrentes dos investimentos, públicos e privados, que se estruturam a partir de grandes equipamentos. Entre as consequências, está a gentrificação de espaços antes ocupados por populações de baixa renda, que são expulsas dessa região. Read More →

Como explicar a distribuição espacial dos homicídios em São Paulo?

Estudo problematiza a hipótese corrente no debate sobre violência de que os homicídios estariam centralizados nos bairros com grande concentração de população de baixa renda e com infraestrutura urbana precária. O método usado inclui observar que os volumes populacionais, a infraestrutura urbana, a condição de moradia e as características acerca de gênero, idade e raça/cor são elementos indispensáveis dos modelos explicativos da dinâmica dos homicídios. Read More →