Educar, cuidar e brincar: uma única ação na educação Infantil?

Paula Fontana Fonseca, Psicanalista, Doutora em Educação pela FEUSP, Psicóloga do Serviço de Psicologia Escolar do Instituto de Psicologia da USP, São Paulo, SP, Brasil

Como podemos pensar a articulação entre educar, cuidar e brincar, de modo que essas ações possam ser tomadas como fundamentos para uma presença interessada do educador?

Para dar lastro à pergunta e subsídios à resposta, o artigo “O laço educador-bebê se tece no enodamento entre cuidar, educar e brincar”, publicado no periódico Educação & Realidade (v. 43, n. 4), propõe uma discussão dos termos educar, cuidar e brincar tanto no âmbito dos documentos que fundamentam as políticas de Educação Infantil como na literatura psicanalítica que se debruça sobre a primeira infância.

A literatura psicanalítica propõe que a atenção dada aos bebês na creche seja fruto de uma articulação moebiana entre cuidar e educar (MARIOTTO, 2009). Essa figura topológica tem por característica subverter a lógica espacial por meio de uma semi-troção em uma fita. A superfície que anteriormente tinha dois lados – o direito e o avesso – passa a oferecer uma experiência de continuidade. Assim, cuidar e educar deixam de ser entendidos como duas ações que concorrem no trabalho educativo e passam a comparecer como imbricadas de modo indissociável em uma mesma ação. Cuida-se e educa-se ao mesmo tempo na creche.

Esse entendimento deu lugar para a pergunta acerca do brincar nesse binômio: esses três termos poderiam também ser fundamento para uma mesma ação do educador, ou seja, estariam eles articulados moebianamente? Em caso afirmativo, como demonstrar essa relação?

O artigo busca a forma como o brincar comparece no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI). Publicado pelo Ministério da Educação (BRASIL, 1998), o documento contou com uma ampla divulgação nos estados uma vez que foi um indutor de políticas públicas e programas de Educação Infantil com o objetivo de oferecer parâmetros e orientações para o exercício profissional cotidiano.

O brincar comparece no RCNEI fundamentado dentro da lógica do brincar simbólico. De modo a problematizar esta concepção e ampliar as possibilidades de entendimento do brincar com bebês, a autora recupera a noção de jogos precursores do brincar simbólico e afirma que já nas interações iniciais do bebê há um brincar sendo exercido. O brincar com a criança assume, nessa perspectiva, a possibilidade de “[…] sustentar a condição para que ela possa vir a ser autora de atos criativos, sustentado seu lugar de sujeito ali onde a fala ainda se revela insuficiente, mas que podem ser exercidos na esfera protegida do brincar” (JERUSALINSKY, 2011, p. 260). Esse brincar depende de que um outro prestativo o nomeie enquanto tal e entre no jogo, se ofereça para o bebê ali onde ele o necessita. Isso expande a definição de brincar e jogar no universo da primeira infância e tem consequência direta no que a educação pode propor como função do professor.

O artigo busca nas propriedades da figura topológica da banda de Moebius uma forma de pensar a relação ente os termos na qual não haveria prevalência de um sobre o outro. Conclui, enfim, que a articulação entre educar, cuidar e brincar é moebiana uma vez que o brincar efetiva-se como ato de cuidar-educar.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.

MARIOTTO, R. M. M. Cuidar, educar e prevenir: as funções da creche na subjetivação de bebês. São Paulo: Escuta/FAPESP, 2009.

JERUSALINSKY, J. A criação da criança: brincar, gozo e fala entre mãe e bebê. Salvador, BA: Ágalma, 2011.

Para ler o artigo, acesse

FONSECA, P. F. O Laço Educador-Bebê se Tece no Enodamento entre Cuidar, Educar e Brincar. Educ. Real. [online]. 2018, vol.43, n.4, pp.1555-1568. ISSN 0100-3143. [viewed 21 Junuary 2019] DOI: 10.1590/2175-623675614. Available from: http://ref.scielo.org/mmptb3

Link externo

Educação & Realidade – EDREAL: www.scielo.br/edreal

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

FONSECA, P. F. Educar, cuidar e brincar: uma única ação na educação Infantil? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2019 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2019/01/23/educar-cuidar-e-brincar-uma-unica-acao-na-educacao-infantil/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation