Tag: Educação

Antropologia e Educação na Semana Especial de Educação & Realidade para o Blog SciELO em Perspectiva | Humanas

Educação & Realidade, participa da Semana Especial do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas entre os dias 26 a 30 de outubro de 2020. Nessa semana, você leitor(a) é nosso convidado(a) para acompanhar diariamente a publicação de press releases, podcast e vídeos de autores nacionais e internacionais que apresentam Educação & Realidade, sua história de 45 anos e o número sobre Antropologia da Educação. Temas como: antropologia, cultura indígena, letramento, linguagem, Educação de Jovens e Adultos em sistema prisional, entre outros são alguns dos destaques. Read More →

Na democracia educação não é privilégio

O estudo discute a análise de Anísio Teixeira sobre a importância da escola democrática, pública, universal, gratuita obrigatória e de qualidade como direito do cidadão e dever do Estado. Esta concepção de escola e de uma educação emancipadora são condições para o desenvolvimento humano e a integração social. Read More →

Como a China conseguiu crescer economicamente e ainda criar o maior sistema de educação superior do mundo

A China vivenciou um significativo crescimento econômico e construiu o maior sistema de educação superior do mundo. Qual a relação entre estes fatores? Para responder esta pergunta, a pesquisa objetivou compreender o papel da economia e dos Projetos 211 e 985 para a expansão da educação superior chinesa. Read More →

E se escutarmos um poeta, um filósofo e um educador para pensarmos os tempos da infância e uma infância para a educação?

Há um valor político na temporalidade infantil, que é preciso atentar e cuidar, muito mais do que interromper, como fazem, atualmente, as instituições educacionais. Assim, os modos de entender o político exigem repensar a experiência temporal propiciada e afirmada nas instituições educacionais. Nossa estratégia é chamar personagens infantis, vindos da literatura, da filosofia e da educação: Gonzalo Rojas, Gilles Deleuze e Paulo Freire para pensar o conceito que atravessa o presente ensaio: o tempo. Read More →

A participação infantil na Plenarinha (DF): ação social da criança em debate

Quando se pensa em participação infantil acaba por se remeter aos modos e graus em que as opiniões das crianças foram consideradas na sociedade. Estudo investiga a Plenarinha, que é uma proposta de escuta/participação das crianças da educação infantil, no Distrito Federal, sobre temáticas concernentes à primeira etapa. Read More →

Brasil isolado. Quando o espaço é condição de pensamento para problematizar a Educação

Embora sejam palavras diferentes, currículo e espaço se associam diretamente. Estudo busca reverberar e defender a força do pensamento espacial para a teorização curricular. Aqui, mais do que funcionar enquanto uma simples superfície, o espaço é relacionado à multiplicidade, à diferença e à vida. Read More →

Avaliação do uso de álcool e adesão à uma intervenção on-line entre estudantes universitários

O uso da internet tem facilitado a disponibilização de estratégias em saúde, mas apesar de favorecer o acesso a um grande número de pessoas a adesão tende a ser relativamente baixa. Estudo avaliou fatores associados à participação em uma intervenção via internet sobre o uso de álcool entre universitários. Read More →

E quando as dificuldades de meus pais não me ensinam a controlar a minha raiva

A forma como pais e mães entendem-se sobre a criação dos filhos influencia seu desenvolvimento. Estudo mostra o impacto da coparentalidade na capacidade de regular emoções e no desenvolvimento de sintomas externalizantes. Na adolescência o conflito e a triangulação coparental têm influência em dificuldades de regular as emoções e comportamentos. Read More →

Cenas da pandemia. O que podemos pensar sobre educação?

Em 2020, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) faz 30 anos. Esse marco coincide com a pandemia causada pela COVID-19, que coloca em conflito noções de direito ligadas à preservação da vida e da liberdade apresentadas pelo ECA. Diante desse contexto, estudo trata sobre reinvenções e deslocamentos diante da quarentena explorando seis cenas expressivas da reinvenção do cotidiano que estão vinculadas a três dimensões específicas: a relação de famílias com as tecnologias; a relação das famílias com a escola; e a relação das famílias com suas crianças. Read More →

A educação nas metrópoles: desigualdades de aprendizagem por nível socioeconômico, raça e gênero

As escolas públicas das metrópoles brasileiras são desiguais. Analisando o caso paulistano, o estudo descreve tanto o padrão existente na cidade das desigualdades de aprendizagem de Leitura no 5.o ano entre grupos de estudantes definidos por nível socioeconômico, raça e gênero, quanto analisa a variação desse padrão ao longo dos seus distritos. Read More →

Ano 2091: como ocupar as filosofias da educação?

Questiona-se as filosofias da educação em relação ao papel das lutas na transformação da escola, considerando, especialmente, as ocupações secundaristas. Conclui-se que uma longa tradição filosófica sobre a educação vem negando aos estudantes o papel de elementos ativos na invenção da escola, investindo pouco ou nenhum pensamento nas lutas estudantis. Read More →

De que forma os sentidos e as memórias compõem nossa cultura e consciência?

Tradução inédita em língua portuguesa do segundo prefácio da obra “Desenvolvimento da memória”, escrito em conjunto por Vigotski e Leontiev, é apresentada em dossiê temático pelo Cadernos Cedes. A publicação explora novas perspectivas no que toca aos conceitos de sentido e memória, e o papel destes na formação social da vida psíquica. Read More →