Category: Es

Elaboração de diários com abordagem socioanalítica melhora as práticas e experiências educacionais

Três pessoas — duas mulheres e um homem — estão sentadas em torno de uma mesa de madeira em uma sala iluminada com uma ampla porta de correr ao fundo. A mulher no centro está escrevendo em um caderno, enquanto o homem à sua esquerda a observa com um sorriso. À direita, a outra mulher, que está levemente desfocada, sorri olhando para a mesa.

Diários elaborados por alunos de cursos de licenciatura ajudam docentes e estudantes a compreender os aspectos que impactam a jornada educacional, analisando elementos cruciais na continuidade e rendimento dos universitários. Além disso, indicam oportunidades para o aperfeiçoamento dos cursos e estimulam futuros educadores a aplicar práticas socioanalíticas em suas trajetórias profissionais. Read More →

Redirecionar a educação para a esfera existencial pode ser a chave para a verdadeira democracia

Segundo Amartya Sen, o caminho para o exercício de uma democracia plena reside em conhecer e ouvir as diversas vozes que compõem a sociedade. No cenário atual, dominado pelos valores da economia, este desafio cabe, sobretudo, às instituições de ensino. Read More →

Juventudes na contemporaneidade

Atualmente, os jovens representam uma parcela de 25% da população global. Esse grupo tem enfrentado inúmeros desafios relacionados a desigualdades e mudanças nas dinâmicas do mundo do trabalho, notadamente, com o crescimento exponencial das novas tecnologias. O debate sobre as juventudes destaca a necessidade de uma abordagem crítica e multidisciplinar para compreender e enfrentar esse cenário. Read More →

Pensamento crítico, dimensão formativa e valores democráticos da universidade na era neoliberal

Suscitar as razões do enfraquecimento do vínculo entre universidade e formação humana no atual contexto do capitalismo neoliberal auxilia a entender esse contexto. Estudos realizados apresentam diagnóstico dessa situação e, inspirados na Bildung (formação cultural) moderna, propõem uma noção ampliada de formação humana. Read More →

Discussões sobre o modelo cívico-militar para Educação Integral e(m) Tempo Integral

Bandeira do Brasil dobrada sobre um fundo branco.

Modelo educacional proposto pelo Programa das Escolas Cívico-Militares apresenta uma concepção própria de educação integral e(m) tempo integral. Caracterizado por sua verticalidade administrativa e conservadorismo pedagógico, o sistema em questão encontra-se em vias de desenvolvimento. As evidências foram encontradas em legislações, reportagens e no exemplo de uma escola no Rio de Janeiro. Read More →

Estudantes-atletas de futebol no Brasil tendem a priorizar carreira esportiva

Jovens jogando futebol em um campo com gramado (campo society).

Jovens atletas no Brasil priorizam a carreira no futebol em detrimento dos estudos. Além da conciliação das rotinas de estudo com as de treinamentos/competições em clubes de futebol, existe uma tendência de mudança para o período noturno devido às exigências diárias dos clubes, o que diminui o tempo de permanência escolar. Read More →

Raça, gênero e diversidade sexual como desafio da abordagem interseccional na educação

Discutir a importância da abordagem interseccional dos conceitos de raça, gênero e diversidade sexual em articulação com as desigualdades econômicas e sociais na educação tornou-se pauta contemporânea. Essa orientação teórica tem contribuído para o aprofundamento do diálogo da pesquisa educacional com as outras áreas das ciências humanas e com as ciências sociais. Read More →

Conceito de inclusão apresenta contradições práticas e revela necessidade de transformar espaços

Composição. Um desenho feito com lápis de cor foi recortado no formato de pessoas. Elas estão segurando as mãos formando uma linha. Duas pessoas são cadeirantes. Na parte inferior, lápis de cor dispostos apontando para o desenho. Fundo sólido e branco.

O conceito de educação inclusiva objetiva destacar as fendas existentes na sua ideia e concepção, que fora significada como princípio orgânico da modernidade no que se refere à construção de uma sociedade igualitária. Para tanto, denuncia a aceitação irrefletida deste composto contraditório mediante robusta análise histórica, apontando para a necessidade de superação dialética desta ideia. Read More →

Lisete Arelaro e sua atuação engajada comprometida com a educação emancipadora

Foto de Lisete Arelaro sorrindo para a câmera. Ela está sentada em uma cadeira e com as mãos sobre uma mesa.

Lisete Arelaro nos deixa como legado suas mais significativas contribuições à educação brasileira. Uma rica e singular trajetória que alia coerentemente teoria, prática e militância em sua participação política e administrativa voltadas à promoção da inclusão social e da universalização do acesso à educação pública de qualidade ao alcance das classes populares. Read More →

Uma cultura organizacional estilhaçada ou os efeitos da temporalidade no contexto escolar

Montagem: uma ampulheta com a areia caindo (a maior parte da areia está na parte de baixo). No fundo, foto borrada de uma sala de aula. É possível ver a sala nítida através do vidro da ampulheta.

Dentro do contexto da cultura das organizações escolares em Portugal, os efeitos da Nova Gestão Pública e da digitalização da educação no desenvolvimento de formas fragmentadoras de cultura foram potenciadas pelo aumento do individualismo, pela adesão a lógicas de ação instrumentais e pela diminuição do sentido de pertença à organização. Read More →

Juventudes na contemporaneidade: contextos sociais e processos educacionais sob o ethos do emprendedorismo

Foto de jovens adultos em uma fila.

Educação & Sociedade realiza chamada de manuscritos sobre a constituição histórica e cultural de contextos sociais e processos formativos das juventudes, pensando na convivência de movimentos que incidem sobre as juventudes. Movimentos que fortalecem potenciais de resistências e transformações sociais inclusivas, e outros que as aliciam em interpretações do marketing empresarial e da doutrinação pseudocientífica. Read More →

O não-dito sobre a “eadização” no Ensino Superior

Foto quadrada. Pintura de uma pessoa olhando para frente com os dedos indicador e do meio juntos sobre os lábios fechados. A pessoa foi pintada num tom marrom claro, com sombras e iluminação fortes. Os olhos estão quase se fechando. Não tem muitos detalhes. Aparece apenas o rosto e a mão. Em volta, um círculo marrom bem claro quase amarelo. O resto da imagem é um plano de fundo verde bem claro e texturizado. A imagem parece ser antiga.

Entende-se que o conceito de “eadização” do Ensino Superior brasileiro é recente e precisa ser monitorado para que não perca sua identidade e função. É possível observar que a flexibilização dada pela inserção de percentual (de até 40%) na carga horária de cursos de ensino superior presenciais dedicado à Educação a Distância, sustentam um processo de reconfiguração a partir da simbiose. Read More →