Pluralidade na Revista Brasileira de Ciência Política derruba “muros” entre áreas do conhecimento

Estudos abordam política externa de direitos humanos, relação entre sistema eleitoral e número de partidos, atuação de frentes temáticas no Congresso e judicialização do acesso a serviços públicos, entre outros assuntos. As questões tratadas não se limitam ao Brasil – envolvem também África do Sul, Cabo Verde e Estados Unidos. Read More →

A importância da economia política

Economia e Sociedade apresenta um conjunto de temas que procuram valorizar seu escopo, firmado na Teoria Econômica e desenvolvendo o diálogo com as Ciências Sociais. Os destaques da segunda edição de 2019 são: financeirização, crise estrutural, economia ecológica e economia brasileira. Read More →

Imprensa francesa nas Américas: um debate transnacional

Periódico História (São Paulo, v. 38), traz o dossiê “A imprensa francófona nas Américas nos séculos XIX e XX” com artigos de estrangeiros e brasileiros que refletem sobre o papel da imprensa francesa nas Américas e dos mediadores que ajudaram a inserir a região no debate transnacional. Read More →

Microcrédito, seguros de automóvel e motivação docente são destaques da Revista Contabilidade & Finanças

Dentre os temas abordados na edição 81, tem-se a reflexão sobre a pesquisa empírica nos 30 anos da Revista Contabilidade & Finanças, a motivação docente dos professores de contabilidade, o impacto do financiamento estudantil no mercado educacional brasileiro e os impactos do Programa Nacional de Microcrédito em cooperativas de microcrédito. Read More →

Passado, presente e futuro das Amazônias em 125 anos de história do Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas

Na comemoração dos seus 125 anos, o Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas (BMPEG. Ciências Humanas) destaca os esforços de registros e pesquisas para preservar as línguas indígenas da Amazônia realizadas por pesquisadores nacionais e internacionais, além de temas como antropologia, sociologia, história, museologia e saúde. Apresenta pesquisas nas áreas de economia extrativista, patrimônio indígena e terra preta arqueológica e discute mudanças editoriais para o ano de 2020. Confira! Read More →

Seria o uso de bebidas alcoólicas incentivado em propagandas de festas divulgadas em campi universitários?

Variadas motivações festivas foram identificadas na análise semiótica de 170 cartazes de festas veiculados em um campus, com menções a bebidas alcoólicas quase sempre presentes. Informalmente, o setor de produção e comércio de bebidas alcoólicas insere-se mercadologicamente no território do campus, raramente seguindo a legislação de marketing desses produtos. Read More →

A atualidade do pensamento crítico de Guerreiro Ramos

Guerreiro Ramos teve o mérito de fundar no Brasil uma sociologia organizacional, enfatizando a necessidade de se refundar a Administração sobre novas bases epistemológicas. Estudo apresentada as lacunas das teorias organizacionais e o que precisa ser feito para superar seu paroquialismo teórico, mostrando a atualidade do pensamento deste autor. Read More →

Há violência, exclusão e silêncio entre jovens estudantes universitários: como superam o silêncio que lhes é imposto?

Pesquisa investigou estratégias de superação da lógica violência-exclusão-silêncio imposta a jovens universitários. Processos educativos não promovem o desenvolvimento pleno. Os seis casos estudados revelaram a ausência da pedagogia dialógica e que estratégias de superação são potenciais recursos educacionais transformadores, que levam do discurso à prática, da opressão à esperança. Read More →

Como as finanças estratégicas podem se relacionar a aspectos macroeconômicos?

Três estudos da linha de finanças estratégicas abordam, respectivamente, questões relativas à estrutura de capital brasileira, o impacto dos intangíveis para empresas de capital aberto, e previsões sobre a série de minuto da taxa de câmbio, trazendo à tona aspectos relevantes para as decisões dos agentes em âmbito financeiro e macroeconômico. Read More →

Acesso à educação e o mito da democracia racial

Estudo mostra como o acesso à Educação desmonta o mito da democracia racial brasileiro, refletindo sobre a ideia de democracia racial e analisando as políticas de ação afirmativa, as possibilidades de acesso dos negros ao Ensino Superior e a importância de políticas para o combate às desigualdades raciais. Read More →

Nas tramas do neoliberalismo: o pensamento social de Christian Laval e Pierre Dardot

Trabalho, Educação e Saúde destaca uma análise da resolução inédita da Organização Mundial da Saúde que estabelece a transparência de custos e preços de medicamentos do setor farmacêutico e um diagnóstico crítico das relações entre trabalho, educação e juventudes contemporâneas, por meio de um diálogo com o pensamento social dos pesquisadores franceses Christian Laval e Pierre Dardot. Read More →

Horizontes Antropológicos apresenta edição temática sobre ‘Antropologia e Emoções’, com ênfase nos conceitos e perspectivas teóricas

A antropologia das emoções se constituiu como área autônoma de investigação na cena antropológica norte-americana nos anos 1980. Três autoras são referências canônicas: Lila Abu-Lughod, Catherine Lutz e Michelle Rosaldo. De suas obras extraímos alguns conceitos-chave que nos servirão aqui para delinear os contornos gerais do campo que, no Brasil, já pode, hoje, ser considerado sólido o suficiente para não permitir o recurso à “originalidade” como forma de justificar uma iniciativa intelectual. Read More →