Por que o engajamento cultural é tão importante na vida dos idosos?

Engajar-se em atividades culturais tem se mostrado um fator benéfico para a saúde dos idosos, ao prevenir doenças neurodegenerativas e psiquiátricas, reduzir a dor crônica, ao favorecer as habilidades cognitivas e emoções, assim como melhorar a qualidade de vida e promover o bem-estar dessas pessoas. Read More →

Pelo direito de envelhecer: racismo e população negra

Entrevista com o professor Alexandre da Silva discorre sobre a relação existente entre o envelhecimento e o racismo, destacando aspectos históricos e enfatizando o que ocorre na pandemia da COVID-19 que evidenciou problemas e iniquidades em saúde e no campo social já existentes na trajetória de vida das pessoas idosas negras. Read More →

Qual o papel da Ciência na atualidade?

Quais lições podemos tirar da atual pandemia da COVID-19 com relação ao papel da Ciência no nosso cotidiano? Estudo buscou levantar a importância tanto de valorização dos trabalhos dos pesquisadores, que são financiados por verba pública, quanto desses estudiosos que zelam pela divulgação científica dos resultados de suas pesquisas. Read More →

Quais fatores influenciam na fragilidade do idoso diabético

Estudo busca identificar as condições sociais e funcionais do Diabetes Mellitus tipo 2 que se relacionam com a Síndrome da Fragilidade no Idoso baseado na ideia de que a sarcopenia é comum a essas duas condições. Pesquisa realizada com 113 idosos diabéticos aponta fatores cruciais para o tratamento desses idosos. Read More →

O envelhecimento e as múltiplas faces das desigualdades no Brasil

O texto traz à discussão as desigualdades explicitadas em relação às pessoas idosas em tempos da COVID-19, deixando clara a face da pandemia no Brasil e a iminência de um gerontocídio. Evidencia-se a necessidade de que haja uma proteção social direcionada aos que envelhecem e aos que já estão envelhecidos. Read More →

É possível ampliar a qualidade assistencial e reduzir os custos de saúde para os idosos brasileiros

A transição demográfica e a melhoria dos indicadores sociais e econômicos no Brasil ampliaram o contingente de idosos, trazendo maior pressão fiscal sobre os sistemas de saúde público e privado, resultando na demanda crescente por serviços de saúde, que pode gerar escassez e/ou restrição de recursos. Estudo apresenta um modelo resolutivo, eficiente e de custo menor para esse grupo etário. Read More →

Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia participa de Semana Especial no Blog SciELO Perspectivas |Humanas

Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia (RBGG), participa da Semana Especial do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas, entre os dias 22 a 26 de junho de 2020. Durante essa semana, será apresentado diariamente por meio da publicação de posts, entrevistas e vídeos, temas como o novo modelo de cuidado à pessoa idosa, o envelhecimento e as desigualdades, diabetes mellitus tipo II e síndrome da fragilidade, o papel da ciência na atualidade, racismo e envelhecimento e as vulnerabilidades das pessoas idosas institucionalizadas. Além disso, traz-se à pauta o engajamento cultural das pessoas idosas, o modo como as pessoas idosas são vistas nas políticas públicas e o futuro do periódico. Read More →

Existirá um robô professor?

Nos preparamos para algoritmos, reconhecimento facial e vigilância na escola? Estudo discute modelo de ensino-aprendizagem frente aos avanços tecnológicos nos dias atuais e futuros questionando as relações num mundo intermitentemente vigiado. Conclui que é preciso fazer com que professores e alunos ressignifiquem suas identidades, o que implica questionar as relações ambivalentes que sempre os caracterizaram no contexto da cultura digital. Read More →

Do humanitarianism à alteridade bárbara: os conflitos entre maoris e britânicos na Nova Zelândia

Estudo aborda tema pouco explorado no Brasil: a construção da dominação do Império Britânico sobre a Nova Zelândia, demonstrando as transformações nas relações entre nativos e colonizadores, e na própria perspectiva do Império Britânico sobre as ilhas neozelandesas, consideradas colônias periféricas antes da eclosão dos conflitos entre maoris e britânicos. Read More →

Como inibir a incidência de corrupção e má gestão na aplicação dos recursos públicos destinados ao ensino básico?

A corrupção e a má gestão podem ser entendias como desperdício de recursos que ocorrem, principalmente, em função da atuação (comportamento) do agente político na execução das políticas públicas. Os resultados do estudo indicaram que a possibilidade de reeleição do prefeito e a atuação dos conselhos municipais afetaram significativamente a incidência de corrupção. Read More →

A epistemologia da complexidade a favor da sociologia clínica

Estudo mostra, a partir de caso clínico, a contribuição da corrente integrativa em psicanálise ao desenvolvimento da Epistemologia da Complexidade. Essa epistemologia é importante, teórica e conceitualmente, à Sociologia Clínica, em especial por confirmar a hipótese de intricada articulação entre o psiquismo humano e a sociedade do século XXI. Read More →

Usos e apropriações do conceito gramsciano de Estado Integral na área de Educação

As interpretações e usos do conceito gramsciano de Estado Integral em teses e dissertações da área de educação no Brasil são analisadas à luz dos escritos de Antonio Gramsci, com indicação de algumas imprecisões e de contribuições do conceito aos estudos, contribuindo para a compreensão das complexas relações que envolvem a agenda, a formulação, a implementação e a avaliação das políticas educacionais. Read More →