Psicodrama online: um novo palco para os desafios do pós-pandemia

Como a multidimensionalidade proporcionada pelo ambiente virtual expande os horizontes do psicodrama ao transpor as barreiras físicas do “aqui e agora”, permitindo que a realidade de cada indivíduo atuante no palco digital interfira no trabalho do protagonista de forma benéfica, abrindo espaço para aprofundar a experiência terapêutica. Read More →

Almanack no Bicentenário com a Prof.ª Dr.ª Wilma Peres Costa – Entre o método histórico e os ardis da memória: a narrativa da independência no alvorecer da república

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco o segundo encontro de 2022 analisando a narrativa da Independência da República. Read More →

O que as crianças surdas dizem sobre a escrita?

As crianças surdas mobilizam habilidades diferentes das utilizadas pelos ouvintes na apropriação do sistema de escrita alfabético, pois para as pessoas surdas o aspecto visual é fundamental. Sua alfabetização e letramento devem se fundamentar em pressupostos bilíngues e visuais para a compreensão da escrita alfabética por estas crianças. Read More →

Sanear a sociedade a partir da escola

As relações entre os saberes médicos e educativos estão presentes em materiais de ensino que circularam nas escolas primárias do século XX. Os manuais buscavam ensinar higiene para as crianças, baseando-se em conhecimentos sobre a natureza infantil e métodos educacionais, tendo como objetivo recuperar um país atravessado por moléstias diversas. Read More →

Onde tem violência urbana também tem violência escolar?

Diferentes classes sociais não vivenciam as mesmas experiências de violência nos espaços urbanos – sendo as mais abastadas as que menos sentem seus efeitos. Discussões sobre violência escolar nos cursos de licenciatura e ações do poder público podem contribuir para melhorar as condições sociais de estudantes em situação de vulnerabilidade. Read More →

Blog do Bicentenário: uma parceria ANPUH, Almanack e SEO

No Blog das Independências buscaremos falar dos 200 anos da Independência do Brasil a partir de uma permanente reflexão sobre o nosso conflitivo processo de formação do Brasil até os dias de hoje, período no qual diversos projetos de nação, diversidade de agentes sociais, histórias de afirmação e silenciamentos foram produzidos. Read More →

Moçambique: uma proposta filosófica para sair da crise

Em uma crise política e ética sem precedentes, Ngoenha e Castiano procuram desenvolver reflexões e propostas para o resgate da sociedade moçambicana. Analisando a “Primeira República” socialista com justiça social, mas sem liberdade individual, e a “Segunda República”, com liberdade econômica, mas sem justiça social, aponta-se uma “Terceira via” que consiga associar vertente política e ética para sair da crise. Read More →

Educadores não-docentes na formação cidadã: possibilidades para a assistência estudantil

Debates sobre modelos pedagógicos abriram espaço para o surgimento de uma educação cidadã, uma nova função social da escola e uma nova função pedagógica de seus profissionais – entre eles os profissionais da assistência estudantil, que podem contribuir no processo educacional não somente por meio de auxílios financeiros, mas com ações adicionais que favorecem a formação integral do estudante. Read More →

As dimensões intangíveis do cuidado no transplante de medula óssea

A produção científica sobre transplante de medula óssea costuma se ater aos aspectos biomédicos, deixando de lado os efeitos subjetivos. Por meio narrativas sob o referencial teórico da psicanálise, busca-se compreender os afetos que atravessam o profissional que afeta e é afetado em sua prática diária, possibilitando uma melhor compreensão do trabalho institucional. Read More →

“Deve ser a boca de algum dinossauro”: experiências de aprendizagem de ciência ao visitar um museu

Como uma exposição sobre o continente Antártico e o trabalho desenvolvido por pesquisadores brasileiros nas expedições ao continente gelado possibilitou experiências de aprendizagem em família e contribuiu com a criação de sentidos por meio das interações contemplativas, conversas entre os membros do grupo e a leitura. Read More →

A construção do conceito de necropolítica e sua apropriação no Brasil

Uma reflexão sobre o uso superficial do conceito de necropolítica, tanto no meio acadêmico quanto da sua apropriação pelas redes sociais, e da repercussão de Necropolítica, por Achille Mbembe, no Brasil nos últimos anos como exemplo dos inúmeros desafios epistêmicos que se enfrenta ao adotar o pensamento decolonial. Read More →

Recursos organizacionais predominam nas estratégias internacionalização de PMEs de Países Emergentes

As Pequenas e Médias Empresas (PMEs) de países emergentes possuem poucos recursos para inovação no espaço do mercado global. Dentre os recursos utilizados para o desenvolvimento da internacionalização de PMEs encontra-se o predomínio do uso de recursos organizacionais, tais como os gerenciais, operacionais, e de conhecimento e estrutura organizacional. Read More →