Tag: Interface – Comunicação Saúde Educação

Quando mulheres têm suas imagens íntimas divulgadas sem autorização: qual o lugar da saúde?

O artigo discute, a partir da escuta de mulheres expostas e de profissionais da saúde que atenderam mulheres nessa situação, que tipo de agravos essa violência tem gerado e quais cuidados em saúde ela demanda. Evidenciou-se a associação da exposição a outras violências e a centralidade da privacidade nos atendimentos. Read More →

Uma nova proposta para compreender e tratar da drogadição – o circuito dos afetos

Uma nova explicação para a drogadição permitiu reorganizar o trabalho de um CAPS-AD que passou a compartilhar um esquema referencial comum de ação terapêutica, que entende que o consumo abusivo de substâncias é decorrente de um modo particular de configuração dinâmica dos afetos e não é determinado pelas substâncias. Read More →

Reforma Sanitária e Saúde Coletiva – o direito e a formação em saúde no debate democrático

Os estudos da chamada Reforma Sanitária brasileira, entre 1970-1980, ainda se ressentem da compreensão de experiências regionais acerca da lógica vivida por grupos determinados, instituições e movimentos atrelados à luta pela democracia e o direito à saúde. Dentro dessa motivação, busca-se apresentar um estudo histórico sobre parte das experiências médico-sanitárias vividas no Estado de São Paulo. Read More →

25 anos de Interface: novos tempos, novos desafios

Alguns desafios atuais para os periódicos científicos são tratados. A necessidade de um website com design e organização de seu conteúdo que destaque o novo e se integre as redes socais. A necessidade de maior transparência e valorização do papel do revisor na avaliação por pares é também destacada. Read More →

Tempos de Coronavírus: vulnerabilidade e resposta social em territórios metropolitanos de São Paulo e Santos

Como enfrentar a pandemia de Covid-19? Saiba como 16 territórios metropolitanos de São Paulo e da Baixada Santista (SP, Brasil) lidaram com este desafio, em 2020. Pesquisa participativa enfocou as condições de vida, vulnerabilidades, redes de solidariedade e os direitos humanos. A resposta social requer o reconhecimento de necessidades, a troca de experiências e a caminhada conjunta de sujeitos e coletivos. Read More →

Por que a população negra é a principal vítima da pandemia COVID-19?

Marcadores sociais como raça, gênero, território, etário e situação econômica refletiram diretamente nos indicadores de infecções e mortes por Covid-19, acesso à vacinação e outros serviços, evidenciando uma grande falha na operacionalização das ações para mitigação e proteção da população negra contra a doença. Aborda-se a importância da atuação do GT Racismo e Saúde (Abrasco) na divulgação de informações científicas na grande imprensa sobre o impacto do racismo em contextos de crise sanitária, econômica, política, moral, alimentar e ética. Read More →

Já tomou a sua pílula hoje?

O artigo apresenta uma atividade do projeto de extensão “Prescrevendo histórias: desenvolvimento de competência narrativa em estudantes de medicina”, da UERJ. A partir da distribuição de pílulas literárias em sala de espera do ambulatório, foram produzidas narrativas pelos estudantes, que foram analisadas quanto à temática, recursos linguísticos e vozes enunciadas. Read More →

Raça, etnia e gênero têm lugar na formação em saúde?

Até 2018, cerca de 25% dos cursos de graduação na área da Saúde integravam temas relacionados à saúde da população negra e indígena em seus projetos pedagógicos de curso, evidenciando uma lacuna na pesquisa e formação em saúde coletiva. Este dossiê é composto por alguns dos trabalhos aprovados no GT28 do 8º Congresso de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, dentre os quais apenas 8 (de 68) abordavam explicitamente temas relacionados à saúde da população negra e indígena. Read More →

Diálogo entre grande mídia e Saúde Coletiva: o desafio da produção da série televisiva “Unidade Básica”

A mídia exerce considerável influência em como as pessoas apreendem as questões de saúde, impactando suas práticas cotidianas. A Saúde Coletiva e o SUS encontram ainda reduzido espaço nesse âmbito. O estudo investigou limites e potencialidades no diálogo entre a Saúde Coletiva e a comunicação na grande mídia, tomando como base a produção da série televisiva “Unidade Básica”. Read More →

Sistemas Públicos Universais de Saúde e a experiência cubana em face da Pandemia de Covid-19

Estudo sobre a resposta cubana à COVID-19 mostra que, mesmo com as inúmeras dificuldades socioeconômicas enfrentadas, o sistema público de saúde da ilha caribenha, naquele momento, protagonizou e executou medidas socio-sanitárias de alta complexidade com resultados eficazes, ao mesmo tempo em que garantiu o direito à saúde. Read More →

A seção de Criação da revista Interface: uma plataforma de resistência que opera pela sensibilidade

Em 2017, a equipe de Criação mergulhou no conjunto de materiais publicados na seção de Criação do periódico. O resultado foi um artigo-bricolagem de imagens, palavras e reflexões, que retomamos aqui para pensar a seção de Criação ontem e hoje, além de outros possíveis caminhos para a sua constante reinvenção. Read More →

O lugar das CSHS no campo da Saúde Coletiva: olhares da Interface em 20 anos

A análise da produção da área de Ciências Sociais em Saúde nos 20 anos da Interface mostra a sua consolidação no campo da Saúde Coletiva, em uma perspectiva multidisciplinar, diversificada metodológica e teoricamente. O periódico se tornou uma importante referência para autores publicarem e dialogarem com pesquisas qualitativas em saúde. Read More →