Author: Educação E Pesquisa

Por que “caímos” em fake news e como evitar?

Máquina de escrever azul posicionada sobre uma mesa de madeira, com uma folha de papel inserida onde se lê "Fake News" em letras destacadas. Ao lado da máquina, repousam dois livros com capas que abordam os temas de fake news e desinformação, ambos sobrepostos a um jornal dobrado. Ao fundo, contra a parede, uma televisão ligada exibe um telejornal.

Os altos níveis de escolaridade, apesar de importantes, não são garantidores de uma leitura crítica de notícias falsas. Por meio de uma revisão do pensamento de Espinosa, os pesquisadores apontam para a importância da compreensão dos afetos como um elemento explicativo da dinâmica das fake news, bem como do seu uso, atrelado aos processos educacionais, para buscar combater o problema. Read More →

Fissuras nas concepções de criança e de educação infantil durante o Ensino Remoto emergencial

Foto de uma mulher sentada com uma criança pequena no colo e um notebook sobre as pernas.

No contexto do Ensino Remoto Emergencial, as famílias foram importantes para garantir a participação das crianças nas propostas pedagógicas. Porém, no que se refere às interações e aos movimentos corporais, concluiu-se que houve um rompimento, uma vez que as atividades propostas às crianças, foram mediadas pelas famílias. Read More →

Game Jams proporcionam experiências educativas por meio da criação colaborativa de jogos

Foto: Dois homens jovens com fones de ouvido e máscara. Também é possível ver a sombra de uma terceira pessoa. Eles estão concentrados em seus computadores. A sala parece estar um pouco escura. Um outro rapaz está em pé atrás dos jovens olhando para uma das telas.

As pessoas estão a aprender fora da escola e dos lugares tradicionais. As game jams, eventos onde as pessoas se juntam para criarem videojogos, evidenciam contextos novos e singulares que possibilitam o vínculo social e o desenvolvimento de jogos, assim como a experiência e a combinação de diferentes métodos, recursos e estratégias educativas. Read More →

A inefetividade do policiamento escolar e do Programa Escola Segura em uma escola de Londrina

Foto: várias viaturas estatacionadas em fila na rua. No fundo, gramado, muitas árvores e céu claro.

O programa Escola Segura contratou policiais militares da reserva ou reformados para melhorar a segurança de escolas públicas do Paraná. Ao avaliarmos o impacto do programa em uma escola de Londrina, entretanto, descobrimos que o programa era inefetivo. Não houve nenhuma mudança no sentimento de insegurança e na ocorrência de infrações e crimes dentro da escola. Read More →

O conceito de reprodução interpretativa e as pesquisas na Educação: aspectos e implicações teóricas

Modelo de “teia global”

Reprodução Interpretativa é uma releitura do conceito clássico de socialização no sentido que coloca novos e mais complexos elementos para a compreensão do desenvolvimento infantil. O ponto central é considerar tal desenvolvimento a partir de uma perspectiva não somente psicológica, mas também social, com ênfase nas ações sociais das crianças. Read More →

Os principais temas da pesquisa de alto impacto sobre educação e covid-19

Mapa-múndi com rede de colaboração entre países

A agenda de pesquisa acerca da covid-19 e seus diversos impactos no campo da educação torna-se um desafio para nós pesquisadores e pesquisadoras, uma vez que a súbita adequação dos sistemas educacionais ainda é desafio global. Nesse sentido, o presente estudo buscou na análise da literatura de alto impacto descrever os principais temas de pesquisa que relacionam a educação e a covid-19, em vistas a contribuir na elaboração de uma agenda de pesquisa que dialogue com as diversas consequências globais da temática abordada. Read More →

Reorganização dos fazeres docentes na educação infantil: o atendimento não presencial na pandemia pelo SARS-CoV-2

Gráfico com atividades e materiais utilizados no ensino remoto emergencial classificados em "muito importante", "importante", "neutro", "pouco importante" e "não importante"

A problemática dos processos educacionais na educação infantil no contexto do COVID-19 foi abordada com um questionário on-line respondido por professores de educação infantil. Pôde-se constatar que a maioria dos profissionais não teve formação tecnológica para uso pedagógico de ferramentas de comunicação ou mídias sociais, destacando o uso intenso do WhatsApp e do Facebook. Read More →

20 anos depois: pensar com e sem Bourdieu

Uma arte em fundo vinho, a foto de Pierre Bourdieu, um homem de meia idade, caucasiano, cabelo escuro e curto. A foto tem um efeito nas cores vinho e branco. Texto ao lado em cores brancas: 20 anos depois: pensar com e sem Bourdieu. Abaixo o texto "Arte: Comunicação e Mídia FEUSP" e os logos da FEUSP e da USP.

Pierre Bourdieu foi um autor marcou a sociologia francesa e a ciência mundo afora. Suas contribuições e reflexões para compreensão do mundo social, com destaque para a educação, são retomadas nesta Seção Temática, que homenageia o autor e busca discutir sua trajetória, recepção e teoria, e desenvolver análises sociais contemporâneas em diálogo com seus conceitos. Read More →

Habitus e Relações Sociais de Gênero na Elite Paulistana

Fundo azul claro. No centro, três quadrados que parecem ser dados de madeira com os respectivos símbolos: gênero masculino, sinal de igual e gênero feminino.

A perspectiva de gênero na análise das elites paulistanas mostra um contexto privilegiado onde a construção social das masculinidades e feminilidades é permeada por mudanças e permanências. Assim, padrões estabelecidos são quebrados e, ao mesmo tempo, mantidas as escolhas educacionais e posições de status em função de expertises, subjetividades e berço familiar. Read More →

Entre cenas violentas e memórias escolares: o “mar de bullying” contra pessoas LGBT+

Uma criança veste uma blusa azul e estende as mãos viradas pra cima, elas estão pintadas formando um arco-íris.

A compreensão das vivências de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e com outras identidades (LGBT+) acerca da escola perpassa o que chamaram de “mar de bullying” – o soco recebido, o xingamento escutado e o vexame apontado são algumas das cenas violentas que foram experienciadas durante a trajetória escolar. Read More →

O que as crianças surdas dizem sobre a escrita?

As crianças surdas mobilizam habilidades diferentes das utilizadas pelos ouvintes na apropriação do sistema de escrita alfabético, pois para as pessoas surdas o aspecto visual é fundamental. Sua alfabetização e letramento devem se fundamentar em pressupostos bilíngues e visuais para a compreensão da escrita alfabética por estas crianças. Read More →

Educadores não-docentes na formação cidadã: possibilidades para a assistência estudantil

Debates sobre modelos pedagógicos abriram espaço para o surgimento de uma educação cidadã, uma nova função social da escola e uma nova função pedagógica de seus profissionais – entre eles os profissionais da assistência estudantil, que podem contribuir no processo educacional não somente por meio de auxílios financeiros, mas com ações adicionais que favorecem a formação integral do estudante. Read More →