Author: Ensaio

A avaliação educacional na produção científica vista por meio de análise de redes sociais

A produção científica brasileira sobre a Avaliação Educacional está principalmente localizada em instituições públicas da região sudeste do país. Suas publicações têm reduzido número de pesquisadores, estão centradas no Ensino Superior e abordam uma temática geral dispersa, mais preocupada com validações de testes específicos do que com qualidade da Educação. Read More →

Pandemia, ensino remoto e universidades públicas no Brasil: exclusão digital e falta de diálogo

Foto: uma sala de aula com várias cadeiras vazias.

No início de maio de 2020, de 69 universidades federais, cerca de 20% estavam funcionando de forma remota ou em regime de atividades parciais, atendendo à 22,5% dos estudantes matriculados, ou seja, quase 80% ficaram fora das salas de aulas remotas, demonstrando o despreparo das universidades e uma alarmante exclusão digital. Read More →

Um indicador de heterogeneidade para escolas municipais de Ribeirão Preto

Esse artigo aborda a construção de um indicador de heterogeneidade para escolas da rede municipal de Ribeirão Preto (SP) a partir de uma análise estatística multivariada de componentes principais (ACP) para estabelecer padrões de desempenho escolar para o 5° e o 9° ano do Ensino Fundamental dessas escolas. Tal indicador foi capaz de evidenciar a existência de diferentes padrões de evolução da proficiência escolar em Matemática e Português tanto no 5° quanto no 9° ano do ensino fundamental, o que pode auxiliar quando do estabelecimento de políticas públicas. Read More →

Exposições de um museu de ciências, o MAST, como são pensadas?

O artigo apresenta uma análise sobre processos de elaboração de exposições museais, tendo como campo de análise o Museu de Astronomia e Ciências Afins do Rio de Janeiro. Os autores apontam contribuições relevantes sobre o papel de museus como instituições culturais promotoras da alfabetização e divulgação científica no século XXI. Read More →

Desvendando o que uma professora de Química sabe sobre Natureza da Ciência

O artigo discute aspectos da Natureza da Ciência observados na produção escrita de uma professora de Química em formação. Resultados indicam que o trabalho com a História da Química contribui com reflexões amplas sobre Ciências, e que a formação docente na área ainda deve ser discutida e aprimorada. Read More →

Como será a aprendizagem na volta às aulas após a pandemia de COVID-19?

O que as evidências científicas têm a nos ensinar sobre as estratégias com menos ou mais chances de sucesso para a aprendizagem na volta às aulas após a pandemia como a que vivemos em 2020? Estudo apresenta potenciais intervenções e suas consequências para auxiliar no retorno ao ensino presencial. Read More →

Os Planos de Carreira e Remuneração de Professores de escolas públicas de educação básica em contexto municipal valorizam o trabalho do professor?

Estudo de caso verificou, ao cotejar os holerites de um professor ao longo de 20 anos com os Planos de Cargos, Carreira e Remuneração (PCRRs), se o trabalho desse profissional foi valorizado, em termos remuneratórios. Em contexto municipal, observou-se que os PCRRs foram instrumentos de valorização remuneratória aliados à titulação e ao tempo de trabalho. Read More →

Que autoridade o docente tem diante dos jovens da Sociedade da Informação?

O estudo se propõe responder de que maneira as tecnologias e a prática docente ante a “Sociedade da Informação” reforçam ou põem em xeque a percepção do professor sobre sua autoridade. O acesso dos estudantes às novas bases informacionais gera sentimentos de perda da autoridade do professor? Read More →

Quais as convergências e divergências da BNCC com as demais políticas públicas educacionais brasileiras?

Estudo apresenta uma análise crítica das convergências e divergências da BNCC com as demais políticas públicas, especialmente às que se referem à alfabetização e letramento nos anos iniciais do ensino fundamental da educação básica. A abordagem se deu via pesquisa documental e análise de conteúdo das políticas da educação brasileira. Read More →

O Programa “Ciência sem fronteiras” faz diferença na vida dos jovens universitários brasileiros?

Participar do Programa Ciência sem Fronteiras traz benefícios para a vida dos jovens universitários? Esta é uma pergunta que muitos brasileiros fazem devido ao investimento governamental em bolsas de estudos de graduação no exterior. Pesquisa apresenta aspectos que estudantes pontuam sobre os pontos positivos do CsF, principalmente quanto à valorização profissional. Read More →

O que há de comum entre Don Quixote e o Movimento Escola Sem Partido?

A que regras os discursos do Movimento Escola Sem Partido têm obedecido para fazer valer suas ideias? Estudo procura compreender estes discursos, identificando diferentes estratégias ideológicas que procuram instaurar uma visão dualista do mundo escolar brasileiro. Read More →

Há violência, exclusão e silêncio entre jovens estudantes universitários: como superam o silêncio que lhes é imposto?

Pesquisa investigou estratégias de superação da lógica violência-exclusão-silêncio imposta a jovens universitários. Processos educativos não promovem o desenvolvimento pleno. Os seis casos estudados revelaram a ausência da pedagogia dialógica e que estratégias de superação são potenciais recursos educacionais transformadores, que levam do discurso à prática, da opressão à esperança. Read More →