Ambiente & Sociedade completa 20 anos e participa de Semana Especial no Blog SciELO em Perspectiva | Humanas

Nicolas Luis Bujak, Assessoria editorial, São Paulo, SP, Brasil

Pedro Roberto Jacobi é Sociólogo, Mestre em Planejamento Urbano, Doutor em Sociologia e Livre Docente em Educação. Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental/Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo (PROCAM/IEE/USP), e editor-chefe da Ambiente & Sociedade.

Ambiente & Sociedade foi criada em 1997 por Jacobi, Lúcia Ferreira e Héctor Leis. O periódico era editado somente no formato impresso e publicado semestralmente. Foi uma iniciativa de um grupo de sociólogos da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs) envolvidos com temáticas socioambientais. A partir de 2010, o periódico passou a ser editado pela Anppas, Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade.

Após ser publicado quadrimestralmente e posteriormente trimestralmente, a partir de 2018, Ambiente & Sociedade segue um formato de publicação por fluxo contínuo, que confere maior agilidade ao processo de publicação.

Atualmente, mais de 25 pessoas trabalham de forma colaborativa para garantir tanto a qualidade do periódico quanto o processo de seleção. Como exemplo, Jacobi menciona que a taxa de aprovação é menor que 10%. Ele destaca que a missão da publicação é promover a pesquisa e o conhecimento na interface entre ambiente e sociedade.

Com mais de 700 artigos publicados desde a sua criação, hoje todos os trabalhos são publicados além da sua língua original, também em inglês, fortalecendo a internacionalização. Como consequência disto, Ambiente & Sociedade tem indexação nacional e internacional.

Finalizando o vídeo, Jacobi ressalta que o periódico tem três grandes desafios. O primeiro é garantir a qualidade editorial numa perspectiva interdisciplinar: “o clamor pela interdisciplinaridade encontra paralelo e similar urgência tanto na necessidade de ‘religação’ dos saberes como também na busca de dinâmicas intersetoriais para os iminentes desafios de nosso tempo” (JACOBI; GIATTI, 2017). O segundo é ampliar a divulgação e a internacionalização. E o terceiro, consiste em assegurar o acesso livre. No editorial dos 20 anos, os editores ressaltam “[…] a importância da produção acadêmica livre de grupos editoriais comerciais e em formato aberto (open access), possibilitando maior visibilidade, acesso e o sentido fundamental de difusão livre da produção científica” (JACOBI; FRACALANZA; GIATTI, 2017).

Semana Especial de Ambiente & Sociedade

Com o apoio da equipe da secretaria editorial de Ambiente & Sociedade, foi possível organizar esta Semana Especial que conta com 10 posts, sendo 6 press releases de artigos do volume 21 de 2018, que abordam os temas: conflitos técnicos e legais na licença ambiental, governança ambiental, efeitos das cheias para construção de hidrelétricas e impacto de instalação destas usinas, preservação de áreas naturais em meio urbano e gestão hoteleira.

O press “Os conflitos técnicos e legais do licenciamento ambiental em Minas Gerais” descreve a avaliação das concordâncias legais e técnicas dos processos de licenciamento ambiental de minerações no Sul de Minas Gerais, fruto do trabalho dos autores Leonardo da Silva Junior, Maria Inês Nogueira Alvarenga e Sâmia Regina Garcia Calheiros. Eles verificaram se os estudos ambientais correspondem aos termos de referência e atendimento aos requisitos legais relativos aos relatórios de controle ambiental.

O press “Desafios da governança ambiental no licenciamento de petróleo e gás” relata a exploração do tema da governança ambiental por meio da teoria institucionalista. Os autores Tomás de Oliveira Bredariol e Alexandre Louis de Almeida d’Avignon, partiram de um estudo de caso para analisar a governança ambiental do licenciamento de empreendimentos de exploração e produção de petróleo e gás offshore.

Já em “Famílias atingidas por hidrelétricas” é apresentado o artigo das autoras Lisiane da Rosa, Maria Assunta Busato, Lucimare Ferraz e Silviamar Camponogara, no qual busca-se identificar, por meio de estudo qualitativo, as repercussões na saúde decorrentes da implantação da Usina Hidrelétrica de Foz do Chapecó, a partir da ótica das famílias agricultoras atingidas.

“Qual o cenário futuro da condição de cheia permanente no rio Xingu em Altamira” é o press que traz a análise dos autores Vânia dos Santos Franco, Everaldo Barreiros de Souza e Aline Maria Meiguins de Lima. Eles classificam a vulnerabilidade social em Altamira/PA, considerando a ocorrência das cheias sazonais e o cenário futuro de estabilização do nível d´água, utilizando como ferramenta o cálculo do índice de vulnerabilidade socioambiental.

Na sequência teremos “Nessa rua, nessa rua tem um bosque”, um press que resume a avaliação dos fatores que influenciam na valoração ambiental de fragmentos florestais urbanos em Manaus (AM), desenvolvido por Henrique dos Santos Pereira, Stephany Anry Kudo e Suzy Cristina Pedroza da Silva. Os autores realizaram um levantamento a partir da técnica de agrupamento de cartas distinguindo os valores associados à visão ecocêntrica dos moradores com aqueles associados à visão antropocêntrica.

Finalmente, “A onda ‘eco’ na hotelaria como vai a gestão hoteleira nesse novo mercado” será o último press da Semana Especial. Nele observa-se a análise interdisciplinar que Iuri Tavares Amazonas, Rodrigo Freire de Carvalho e Silva e Maristela Oliveira de Andrade utilizaram para avaliar a gestão ambiental hoteleira pela incorporação de tecnologias e práticas sustentáveis. Os autores consideraram o nível de exigência dos hóspedes com a responsabilidade socioambiental e o trabalho de gestão ambiental em hotéis por meio de um índice de sustentabilidade.

Os outros quatro posts terão vídeos com entrevistas dos membros da equipe editorial. Estes, apresentarão a criação do periódico, seções especiais com vistas a temas de interesse internacional, processo editorial e os desafios constantes.

Após o primeiro post com Jacobi, será a vez de Leandro Giatti e Alexander Turra, que trazem como é organizado as novas chamadas temáticas de Ambiente & Sociedade. O terceiro post traz a entrevista de Amanda Martins, Izabela Santos e Nicolas Bujak, assessores editoriais que apresentam o funcionamento do periódico em seu processo editorial. Por fim, o post de Vanessa Empinotti e Pedro Côrtes, novos editores adjuntos comentam sobre os desafios futuros do periódico.

Abaixo, confira o vídeo do editor-chefe Pedro Jacobi:

Referências

JACOBI, P. R., FRACALANZA, A. P. and GIATTI, L. L. 20 years of Ambiente & Sociedade. Ambient. soc. [online]. 2017, vol.20, n.1, pp.i-ii. ISSN 1414-753X. [viewed 27 August 2018]. DOI: 10.1590/1809-4422asoceditorialv2012017. Available from: http://ref.scielo.org/nk7s4d

JACOBI, P. R. and GIATTI, L. Nexus for sustainability: searching for a new rationality. Ambient. soc. [online]. 2017, vol.20, n.2, pp.i-ii. ISSN 1414-753X. [viewed 27 August 2018]. DOI: 10.1590/1809-4422asoceditorialv2022017. Available from: http://ref.scielo.org/kvyh24

Para ler os artigos, acesse

Ambient. soc. vol.21  São Paulo  2018

Link externo

Ambiente & Sociedade – ASOC: www.scielo.br/asoc

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

BUJAK, N. L. Ambiente & Sociedade completa 20 anos e participa de Semana Especial no Blog SciELO em Perspectiva | Humanas [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2018 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2018/08/27/ambiente-sociedade-completa-20-anos-e-participa-de-semana-especial-no-blog-scielo-em-perspectiva-humanas/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation