“Um índio descerá de uma estrela colorida brilhante” : Educação Indígena é um dos temas de Educação e Pesquisa

Maria Angela Borges Salvadori, Docente da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil

EP_logoO que pensam diferentes grupos indígenas sobre sua educação? Como criar escolas e processos educativos relativos às populações indígenas que se distanciem de práticas de assimilação e aculturamento e que, simultaneamente, representem a possibilidade de fortalecimento de suas formas de viver e ver o mundo? Três artigos do último número de 2016 (volume 42, número 4) de Educação e Pesquisa abordam estas questões, a partir do estudo de diferentes práticas escolares indígenas.

Neles estão presentes tanto a denúncia da violência de ações educativas que buscaram a conversão e/ou a submissão a um ideário eurocêntrico de cultura quanto a luta dessas populações por seus direitos à educação e à identidade.

ep_1

Jovens Guarani Mbya participam de um coral durante o evento de encerramento do Programa Aldeias, um programa da Secretaria de Cultura de Cultura de São Paulo, voltado para o fortalecimento político e cultural das comunidades Mbya da cidade. São Paulo, SP, Brasil. Crédito: Foto: Luiza Mandetta Calagian, 2015.

Aline Abbonisio e Elie Ghanem investigam uma escola Kotiria, localizada na cidade de São Gabriel da Cachoeira, na Amazônia Brasileira, e mostram o empenho do grupo em transformar antigas práticas educativas em algo que lhe faça mais sentido. “Educação escolar indígena e projetos comunitários de futuro” ajuda a pensar sobre experiências escolares comprometidas com um projeto social efetivamente coletivo.

ep_2

Menina Guarani Mbya descansa na sombra durante o mutirão de plantio da aldeia Yrexakã, retomada no ano de 2015, parte do movimento de manifestações e retomadas promovido pelos Mbya de São Paulo para lutar pelo reconhecimento de suas terras tradicionais. Aldeia Yrexakã, TI Tenondé Porã, São Paulo, SP, Brasil. Crédito: Foto: Luiza Mandetta Calagian, 2015.

Carolina Tamayo-Osorio aborda a docência da matemática numa comunidade indígena Gudalune, situada em Alto Caimán, Colômbia. Em “Currículo escolar, conocimiento [matemático] y prácticas sociales: possibilidades otras em una comunidad indígena Gunadule”, analisa o trabalho do grupo no sentido de (re)significar saberes matemáticos “oficiais” para relacioná-los à cosmologia e às práticas locais.

Em “Elementos espirituais, simbólicos e afetivos na construção da escola Mbya Guarani”, Beatriz Osorio Stumpf e Maria Aparecida Bergamaschi se debruçam sobre uma vontade de autogestão educativa e escolar dos Mbya Guarani em diferentes cidades do Rio Grande do Sul.

Saiba mais acessando a íntegra desses e outros artigos do volume, alinhavados pela ideia do reconhecimento da alteridade como princípio produtor de conhecimento.

Para ler os artigos, acesse

ABBONIZIO, A. and GHANEM, E. Indigenous school education and community projects for the future. Educ. Pesqui. [online]. 2016, vol.42, n.4, pp.887-901 [viewed 14 February 2017]. ISSN 1517-9702. DOI: 10.1590/s1517-9702201612144628. Available from: http://ref.scielo.org/6fcy6c

TAMAYO-OSORIO, C. Currículo escolar, conocimiento [matemático] y prácticas sociales: posibilidades otras en una comunidad indígena Gunadule. Educ. Pesqui. [online]. 2016, vol.42, n.4, pp.903-919 [viewed 14 February 2017]. ISSN 1517-9702. DOI: 10.1590/s1517-9702201612145827. Available from: http://ref.scielo.org/nckw24

STUMPF, B. O. and BERGAMASCHI, M. A. Spiritual, symbolic and affective elements in the construction of the mbyá-guarani school. Educ. Pesqui. [online]. 2016, vol.42, n.4, pp.921-935 [viewed 14 February 2017]. ISSN 1517-9702. DOI: 10.1590/s1517-9702201612158353. Available from: http://ref.scielo.org/n5hkyt

Link externo

Educação e Pesquisa – EP: www.scielo.br/ep

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

SALVADORI, M. A. B. “Um índio descerá de uma estrela colorida brilhante” : Educação Indígena é um dos temas de Educação e Pesquisa [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2017 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2017/02/17/um-indio-descera-de-uma-estrela-colorida-brilhante-educacao-indigena-e-um-dos-temas-de-educacao-e-pesquisa/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation