Quais as perspectivas de sucesso de recém-formados?

Marina Cardoso de Oliveira, Professora adjunta, Universidade Federal do Triângulo Mineiro MG, Brasil

Lucy Leal Melo-Silva, Professora titular, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto SP, Brasil

Maria do Céu Taveira, Professora adjunta, Universidade do Minho, Portugal

Estudar o sucesso na carreira tem sido um tema de interesse por parte dos pesquisadores e profissionais da Psicologia e das Ciências Sociais Aplicadas em várias partes do mundo. Trata-se de um fenômeno complexo permeado por vários sentidos que refletem tanto as expectativas sociais quanto percepções subjetivas (DRIES, 2011; NG; FELDMAN, 2014). Compreender o sucesso na carreira na perspectiva de diferentes grupos e populações é uma demanda contemporânea visto que o construto apresenta variações tendo em vista os estágios de vida e da carreira e as características do mundo do trabalho (SANTOS, 2016).

Considerando as lacunas na literatura e buscando construir conhecimentos, no contexto brasileiro, sobre o sucesso na transição universidade/trabalho, o estudo publicado no periódico Paidéia (v. 29), objetivou descrever o sucesso na perspectiva de recém-formados. Com base nas definições conceituais, identificadas a partir da análise do discurso, buscou-se traçar implicações práticas para o aconselhamento de carreira e para a gestão de pessoas. O método qualitativo empregado nesta investigação foi imprescindível para capturar as especificidades do sucesso nesta importante transição de carreira na visão daqueles que concluem a graduação com elevadas expectativas de alcançarem o sucesso profissional.

Participaram deste estudo nove recém-formados, de diferentes áreas de formação, divididos em dois grupos, sendo um deles composto por recém-formados que concluíram seus estudos em universidades do estado de Mato Grosso do Sul e outro com participantes do estado de São Paulo.

Os resultados confirmaram a estrutura multidimensional do conceito de sucesso na carreira, além de acrescentar dimensões que são específicas para este grupo que se encontra nos anos iniciais da carreira de nível superior. De modo geral, os recém-formados indicaram que o sucesso na transição universidade-trabalho pode ser descrito por uma multiplicidade de sentidos que refletem resultados de natureza subjetiva (superação dos medos e confiança no futuro de carreira, conquista gradativa dos objetivos e planos de carreira, construção da identidade profissional, adaptação ao papel de trabalhador e satisfação com o a trajetória de carreira) e de natureza objetiva (conseguir um trabalho na área com boa remuneração, independência financeira e reconhecimento social pelo desempenho profissional).

Ao conhecer as percepções e expectativas dos recém-formados sobre o sucesso, de forma sistematizada, profissionais que atuam em orientação de carreira e gestão de pessoas podem planejar intervenções contextualizadas, tanto nas universidades quanto nas organizações, que os ajudem a vivenciar de forma realista e satisfatória a transição universidade/trabalho, considerando o trabalho contemporâneo, mutável, incerto, complexo e ambíguo.

Referências

DRIES, N. The meaning of career success: Avoiding reification through a closer inspection of historical, cultural and ideological contexts. Career Development International, v. 16, n. 4, p. 364-384, 2011. ISSN: 1362-0436 [viewed 24 April 2019]. DOI: 10.1108/13620431111158788. Avaliable from: https://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/13620431111158788

NG, T. W. H. and FELDMAN, D. C. (2014). Subjective career success: A meta-analytic review. Journal of Vocational Behavior, v. 85, n. 2, p. 169-179, 2014. ISSN: 0001-8791 [viewed 24 April 2019]. DOI: 10.1016/j.jvb.2014.06.001. Avaliable from: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0001879114000761

SANTOS, G. G. Career barriers influencing career success: A focus on academics’ perceptions and experiences. Career Development International, v. 21, n. 1, p. 60-84, 2016. [viewed 24 April 2019]. DOI: 10.1108/CDI-03-2015-0035. Avaliable from: https://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/CDI-03-2015-0035

Para ler o artigo, acesse

OLIVEIRA, M. C., MELO-SILVA, L. L., TAVEIRA, M. C. and  POSTIGO, F. L. J. Career Success According to New Graduates: Implications for Counseling and Management. Paidéia (Ribeirão Preto) [online]. 2019, vol.29, e2913. ISSN: 0103-863X  [viewed 7 May 2019] DOI: 10.1590/1982-4327e2913. Available from: http://ref.scielo.org/pnhry5

Link externo

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

OLIVEIRA, M. C., MELO-SILVA, L. L. and TAVEIRA, M. C. Quais as perspectivas de sucesso de recém-formados? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2019 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2019/05/07/quais-as-perspectivas-de-sucesso-de-recem-formados/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation