Author: Ambiente & Sociedade

Pesquisa analisa ações de Educação Ambiental no licenciamento de petróleo e discute o conceito de “vulnerabilidade socioambiental”

Estudo analisa o conceito de “vulnerabilidade socioambiental” nas ações de Educação Ambiental exigidas como compensação no licenciamento de petróleo. Através de quatro procedimentos metodológicos inter-relacionados (pesquisa de campo para compreensão da aplicação do conceito de “vulnerabilidade socioambiental” pelos agentes econômicos; mapeamento científico e estudo sobre a legislação pertinente; consulta a documentos públicos da Prefeitura de Macaé), os pesquisadores observaram a inexistência de critérios claros adotados nas ações educativas no licenciamento ambiental no Município de Macaé (RJ). Read More →

Conservação da biodiversidade em pauta nas ciências sociais: como aliar desenvolvimento humano e conservação ambiental?

Pesquisa publicada em Ambiente e Sociedade discute a perspectiva das Ciências Sociais brasileiras sobre a Conservação da Biodiversidade. Para além de uma visão calcada apenas na necessidade de conservar, cientistas das áreas de sociologia e antropologia discutem os melhores caminhos para que a conservação não incorra em iniquidades para as populações envolvidas. Read More →

Chamada de artigos para volume temático de Ambiente & Sociedade

O periódico Ambiente & Sociedade chama ao envio de manuscritos para seu volume temático de Outubro/Dezembro de 2017 (20.4) sobre Saúde e Desenvolvimento Sustentável. As submissões podem ser realizadas até 30 de abril. Confira a chamada completa, eixos temáticos, e mais informações nesse link. Read More →

Desigualdades no acesso à água em uma comunidade rural do Ceará

Dada a constatação da concentração do déficit de acesso à água em determinados grupos populacionais, o artigo busca compreender as múltiplas desigualdades nesse acesso, tendo como estudo de caso uma comunidade rural nordestina. Read More →

Sustentabilidade e Bem Viver em um sítio patrimonial

A investigação expõe uma metodologia baseada em indicadores qualitativos para avaliar a sustentabilidade sociocultural, considerada chave na preservação do patrimônio cultural, de um sítio arqueológico equatoriano. A pesquisa analisa sua sustentabilidade dentro do marco dos objetivos do “Buen Vivir” (Bem Viver), fomentando dessa forma uma melhoria na gestão dos sítios patrimoniais. Read More →

Sustentabilidad y Buen Vivir en un sitio patrimonial

La investigación expone una metodología basada en indicadores cualitativos para evaluar la sustentabilidad socio-cultural, considerada clave en la preservación del patrimonio cultural, de un sitio arqueológico ecuatoriano. El estudio analiza la sustentabilidad del mismo en el marco de los objetivos del programa Buen Vivir, fomentando, así, una mejora en la gestión de los sitios patrimoniales. Read More →

A etnoecologia em perspectiva histórica, teórica e analítica

Apresentando o panorama histórico e a reflexão crítica sobre os referenciais teórico-metodológicos que têm orientado os estudos etnobiológicos e etnoecológicos no Brasil e no mundo, artigo apresenta novas hipóteses de interesse sobre seu processo de aquisição individual. Read More →

A produção de alimentos de origem marinha pode ser sustentável?

Para responder a esta pergunta, a pesquisa realizada utilizou bases conceituais da economia, das ciências sociais e ambientais, direcionando o que poderia ser o desenvolvimento e a sustentabilidade para maricultura, considerando características de uma produção lucrativa, conexão com a conservação de sistemas naturais e importantes aspectos sociais, como possibilidade de integração com práticas locais. Read More →

Um olhar histórico sobre os primórdios das políticas de águas e de saneamento no Brasil

Pesquisa apresenta fatores estruturais que influenciaram a regulamentação do uso dos recursos hídricos e os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Brasil. Aponta para a política de saneamento que se desenvolveu em consonância com iniciativas e interesses europeus e da emersão da regulação do uso da água, especialmente para privilegiar a geração de energia elétrica em um contexto de crise externa e de centralização administrativa. Read More →