A compreensão do discurso da literatura, do direito e da educação

Maria Helena Cruz Pistori, Editora associada de Bakhtiniana, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, SP, Brasil

Dentre os sete artigos que compõem o primeiro número de 2018 (volume 13), destacamos três. No primeiro, João Anzanello Carrascoza, conhecido e premiado escritor (Prêmio Jabuti, 2006; Prêmio APCA, 2012), revela-nos sua faceta professor e teórico (Escola Superior de Propaganda e Marketing-SP, SP) ao investigar a poesia de Manoel de Barros. O autor aponta, no estilo de poeta cuiabano, a ênfase nas coisas e seres “precários” como uma estratégia discursiva que relaciona seu universo poético ao fenômeno do consumo. Para isso, Carrascoza mobiliza conceitos da teoria literária, da interface comunicação e consumo e ainda preceitos de Análise de Discurso de linha francesa no artigo O consumo, o estilo e o precário na poesia de Manoel de Barros.

A poesia de César Vallejo, consagrado poeta peruano do século XX, é objeto de análise no segundo artigo destacado, de Camilo Rubén Fernández-Cozman (Universidad de Lima, Lima, Perú): Os estilos de pensamento em Os heraldos negros, de César Vallejo. A Retórica Geral Textual tanto quanto a tipologia estilística proposta por Giovanni Bottiroli são fundamentos teóricos que incitam o autor na análise de dois dos poemas de Vallejo, tomando como base o funcionamento das figuras retóricas e a temática fundamental destes dois textos.

Já no campo jurídico, Maria Helena Cruz Pistori (Editora Associada de Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso / PUC-SP) apresenta-nos o texto Ethos e pathos no discurso do Ministro-Relator do Supremo Tribunal Federal. Os fundamentos da análise dialógica do discurso, aliados a alguns conceitos da antiga retórica, iluminam aspectos do voto do Ministro-Relator que instruiu a votação da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 3510) em 2008. O artigo mostra como o texto reflete e refrata a polêmica social em torno da liberação das pesquisas com células-tronco embrionárias, e como a imagem de si, construída discursivamente – o ethos, ao lado das paixões suscitadas no auditório – o pathos, servem à persuasão do outro, mas não atingem o consenso, nem no STF nem na sociedade.

O número traz ainda um artigo de Barbara Gori (Università di Padua, Italia), fazendo aproximações entre o futurismo fiorentino e o português na literatura, e ainda três artigos que se debruçam sobre questões de educação, tema que, especialmente no Brasil, tem atraído muitos pesquisadores que se apoiam na fundamentação teórico-metodológica bakhtiniana. Em suma, o número congrega autores de diferentes universidades brasileira e estrangeiras (Peru, Espanha, Itália), comprovando a crescente visibilidade do periódico.

Enfim, se cada palavra de um texto leva para além de seus limites, convidamos os leitores a ultrapassá-los, numa leitura ativa e responsiva (BAKHTIN, 2006, p. 298) destas pesquisas na área do discurso, com a certeza de que vão levá-los a compreendê-los com maior profundidade.

Referência

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: M. Fontes, 2006.

Para ler os artigos, acesse

CARRASCOZA, J. A. Consumption, Style and the Precarious in Manoel de Barros’ Poetry. Bakhtiniana, Rev. Estud. Discurso [online]. 2018, vol.13, n.1, pp.5-16. ISSN 2176-4573. [viewed 23 March 2018]. DOI: 10.1590/2176-457333491. Available from: http://ref.scielo.org/6xxz8y

FERNANDEZ-COZMAN, C. R. Thinking Styles in The Black Heralds by César Vallejo. Bakhtiniana, Rev. Estud. Discurso [online]. 2018, vol.13, n.1, pp.17-30. ISSN 2176-4573. [viewed 23 March 2018]. DOI: 10.1590/2176-457334010. Available from: http://ref.scielo.org/b397mh

PISTORI, M. H. C. Ethos and Pathos in Justice-Rapporteur’s Discourse in Brazilian Federal Supreme Court. Bakhtiniana, Rev. Estud. Discurso [online]. 2018, vol.13, n.1, pp.71-93. ISSN 2176-4573. [viewed 23 March 2018]. DOI: 10.1590/2176-457334855. Available from: http://ref.scielo.org/cqswyv.

GORI, B. The Florentine Vanguard of Lacerba and Portugal Futurista: Affinities and Differences. Bakhtiniana, Rev. Estud. Discurso [online]. 2018, vol.13, n.1, pp.52-70. ISSN 2176-4573. [viewed 23 March 2018]. DOI: 10.1590/2176-457333226. Available from: http://ref.scielo.org/tmrq8v.

Link externo

Bakhtiniana – Revista de Estudos do Discurso – BAK: www.scielo.br/bak

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

PISTORI, M. H. C. A compreensão do discurso da literatura, do direito e da educação [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2018 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2018/03/28/a-compreensao-do-discurso-da-literatura-do-direito-e-da-educacao/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation