Desafios e perspectiva de futuro da Transinformação: da Ciência Aberta ao uso de mídias sociais

César Antonio Pereira, Editor adjunto da Transinformação, Pesquisador e Docente do Programa de Pós-Graduação em Linguagens, Mídia e Arte e Cursos de Biblioteconomia e Mídias Digitais da PUC-Campinas, Campinas, SP, Brasil

A Transinformação, visa melhorar ainda mais o seu processo editorial e o fluxo de produção e divulgação, além da qualificação da ciência praticada. Por isso, tem desenvolvido convites a novos membros internacionais para composição de seu corpo editorial. Esses membros, renomados editores de outros periódicos científicos de grande visibilidade internacional, tem garantido o aperfeiçoamento qualitativo nas avaliações de manuscritos, melhora na visibilidade do periódico junto a outros pares e, consequentemente, aumento do número de manuscritos internacionais recebidos. Como resultado, vislumbra-se aumento do número de artigos citados aliado à diminuição da autocitação e Índice H e, portanto, de seu Fator de Impacto, mensurado pelo JCR, base na qual, o periódico está indexado. Na própria SciELO observa-se ao longo dos últimos anos, o aperfeiçoamento dos principais indicadores, quer sejam de acesso e download, quer sejam de impacto de citação.

No caminho, alguns desafios se fazem presentes. Destaca-se, inicialmente, o planejamento iniciado visando inserir a Transinformação em mídias sociais científicas. Acreditamos que as mídias sociais podem contribuir com a visibilidade do autor e da própria pesquisa, ou seja, o estado da arte da atividade científica praticada. Ainda, se faz presente, a necessidade de aumento da colaboração internacional com instituições distribuídas em países europeus e nos EUA, tidos como expoentes em pesquisa na área da Ciência da Informação. No plano da divulgação e comunicação científica, destacam-se os desafios dos repositórios abertos e dos modelos de editoração calcados em preprints, além dos pareceres abertos (SPINAK, 2016, 2018). Em suma, é necessária muita reflexão sobre os caminhos a percorrer. Porém, na certeza da qualidade do trabalho desenvolvido ao longo de seus 30 anos, dos planos e metas a serem alcançados, vislumbramos o futuro da Transinformação com bons olhos.

A equipe da Transinformação agradece imensamente a oportunidade e ao SciELO pelo projeto de divulgação hora estabelecido.

Referências

SPINAK, E. O que é este tema dos preprints? [online]. SciELO em Perspectiva, 2016 [viewed 1 December 2019]. Available from: https://blog.scielo.org/blog/2016/11/22/o-que-e-este-tema-dos-preprints/

SPINAK, E. Sobre as vinte e duas definições de revisão por pares aberta… e mais [online]. SciELO em Perspectiva, 2018 [viewed 1 December 2019]. Available from: https://blog.scielo.org/blog/2018/02/28/sobre-as-vinte-e-duas-definicoes-de-revisao-por-pares-aberta-e-mais/

Link externo

Transinformação – TINF: www.scielo.br/tinf

Sobre César Antonio Pereira

César Antonio Pereira

César Antonio Pereira

César Antonio Pereira é editor adjunto do periódico Transinformação. Bacharel e Mestre em Ciência da Informação pela PUC-Campinas, Doutor em Ciência da Informação pela USP (ECA-USP).  Pesquisador e Docente do Programa de Pós-Graduação em Linguagens, Mídia e Arte (PPG LIMIAR) – PUC-Campinas. Docente dos Cursos de Biblioteconomia e Mídias Digitais da PUC-Campinas. Desenvolve atividades de ensino e pesquisa nas áreas Interdisciplinar, Comunicação e Ciência da Informação com ênfase em Mídia, Comunicação Eletrônica, Produção Científica e Tecnológica. E-mail: cesarpereira@puc-campinas.edu.br

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

PEREIRA, C. A. Desafios e perspectiva de futuro da Transinformação: da Ciência Aberta ao uso de mídias sociais [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2019 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2019/12/06/desafios-e-perspectiva-de-futuro-da-transinformacao-da-ciencia-aberta-ao-uso-de-midias-sociais/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation