Quem influencia o desenvolvimento da contabilidade pública na América Latina?

Fabrício Neves, Doutorando em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil.

A influência das chamadas comunidades epistêmicas foi o tema da pesquisa de Fabrício Neves e Maurício Gómez, no artigo “Reforma contábil do setor público na América Latina e comunidades epistêmicas: uma abordagem institucional”, publicado na edição especial da Revista de Administração Pública (vol. 54, no. 1) sobre influências estrangeiras no desenvolvimento e inovações recentes em contabilidade e finanças do setor público na América Latina.

Usando a Colômbia e o Brasil como estudos de caso, os autores contribuem para o crescente corpo de pesquisas comparativas sobre o tema, tomando por base as reformas contábeis do setor público em países latino-americanos. Foram aplicados questionários e realizadas entrevistas semiestruturadas com atores-chave engajados na definição das normas contábeis do setor público nos dois países. No Brasil e na Colômbia, o fator determinante no processo de adoção ou adaptação das IPSAS foi o objetivo de modernizar os sistemas de contabilidade pública e acesso à assistência financeira.

Os autores acrescentaram à literatura acadêmica internacional a importância das agências multilaterais no estabelecimento de normas contábeis (CHRISTENSEN; NEWBERRY; POTTER, 2010; HUMPHREY; LOFT; WOODS, 2009), considerando os dois países estudados. Estes desenvolvimentos também podem ser vistos no contexto de um movimento mundial para a adoção de técnicas atreladas à ideia da Nova Gestão Pública.

Referências

CHRISTENSEN, M. On Public Sector Accounting Change: Epistemic Communities, Consultants, Naive Officials and a Reply to Humphrey. European Accounting Review [online]. 2006, vol. 15, no. 2, pp. 289-296, ISSN: 0963-8180 [viewed 29 March 2020]. DOI: 10.1080/09638180600551544. Available from: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09638180600551544

CHRISTENSEN, M; NEWBERRY, S. and POTTER, B. The role of global epistemic communities in enabling accounting change creating a more business-like public sector, Accounting and the state: proceedings of the 6th Accounting History International Conference, Wellington, New Zealand, 18-20 August, Victoria University of Wellington, Wellington, New Zealand, 2010. Available from: https://epubs.scu.edu.au/bus_pubs/841/

HUMPHREY, C.; LOFT, A. and WOODS, M. The global audit profession and the international financial architecture: understanding regulatory relationships at a time of financial crisis. Accounting, Organizations & Society [online]. 2009, vol. 34, no. 6-7, pp. 810-825, ISSN: 0361-3682 [viewed 29 March 2020]. DOI: 10.1016/j.aos.2009.06.003. Available from: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0361368209000609

Para ler o artigo, acesse

NEVES, F. R. and GOMEZ-VILLEGAS, M. Public sector accounting reform in Latin America and Epistemic Communities: an institutional approach. Rev. Adm. Pública [online]. 2020, vol. 54, no. 1, pp.11-31, ISSN 0034-7612 [viewed 6 May 2020]. DOI: 10.1590/0034-761220180157x. Available from: http://ref.scielo.org/fn3m7x

Link externo

Revista de Administração Pública – RAP: www.scielo.br/rap

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

NEVES, F. Quem influencia o desenvolvimento da contabilidade pública na América Latina? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2020 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2020/06/09/quem-influencia-o-desenvolvimento-da-contabilidade-publica-na-america-latina/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation