Como a inovação ocorre no ambiente organizacional?

Janette Brunstein e Silvia Marcia Russi de Domênico, Editoras-chefe da Revista de Administração Mackenzie – RAM, São Paulo, SP, Brasil

Vitória Batista Santos Silva, Suporte técnico da Revista de Administração Mackenzie – RAM, São Paulo, SP, Brasil

A inovação, seja ela de processo ou de produto, é algo essencial para o desenvolvimento das grandes companhias, servindo como condição para mantê-las no mercado, frente a um ambiente de negócios cada vez mais competitivo. A RAM – Revista de Administração Mackenzie reuniu na edição (v. 20, n. 3), dois artigos que abordam o assunto, buscando discutir o papel de fatores que impulsionam as inovações e que as inibem.

No artigo de Francischeto e Neiva (2019), “Innovation in companies and cultural orientation to innovation: a multilevel study”, as autoras procuram identificar de que maneira a cultura organizacional fornece informações sobre o número de inovações nas empresas brasileiras. Uma das bases para a construção do estudo é o modelo “cebola” de Manifestações da Cultura, conceituado por Hofstede et al. (1990).

As autoras utilizaram para a metodologia cinco hipóteses que envolviam a relação de algumas variáveis como estratégias de inovação, a autonomia dos membros de uma organização, e as normas e a comunicação no nível organizacional – com a presença de inovação nas organizações. Os resultados indicam que há efeitos preditivos entre a cultura organizacional e a inovação, com relações positivas ou negativas.

Já no artigo de Mineiro et al. (2019), intitulado “Encouraging and discouraging factors for networking among technology firms: A case study in the technology, innovation and knowledge firms network (TIKFN)”, a questão central que norteia o estudo busca identificar quais os fatores que inibem e os que estimulam a atuação de Empresas de Base Tecnológica (EBTs) em redes, utilizando como referência a Rede de Empresas de Tecnologia, Inovação e Conhecimento (RETIC).

Para a sustentação teórica do estudo, são mencionados, entre outros trabalhos, o de Côrtes et al. (2005), que investiga as EBTs brasileiras, do ponto de vista da cooperação entre as redes relacionadas à atividade de inovação, identificando que as características que indicam cooperação entre as EBTs ainda se mostram muito frágeis.

Dentre os resultados do trabalho de Mineiro et al. (2019), obtidos por meio da abordagem qualitativa, estão destacados três fatores: a congruência de objetivos, que se dá quando os objetivos de profissionais de um mesmo ramo são mais parecidos do que se comparados a ramos distintos; o tempo de participação, que pode resultar em um maior envolvimento e mais elevada confiança na rede; e o fortalecimento de rede, que foca no papel das interações para fornecer vantagens competitivas para as companhias.

Referências

CORTES, M. R. et al. Cooperação em empresas de base tecnológica: uma primeira avaliação baseada numa pesquisa abrangente. São Paulo Perspec., v. 19, n. 1, p. 85-94, 2005. ISSN: 0102-8839 [viewed 11 July 2019]. DOI: 10.1590/S0102-88392005000100007. Disponível em: http://ref.scielo.org/gbgdhb

HOFSTEDE, G. et al. Measuring organizational cultures: a qualitative and quantitative study across twenty cases. Administrative Science Quarterly, v. 35, n. 2, p. 286-316, 1990. e-ISSN: 1930-3815 [viewed 11 July 2019]. DOI: 10.2307/2393392. Avaliable from: https://www.jstor.org/stable/2393392

Para ler os artigos, acesse

FRANCISCHETO, L. L. and NEIVA, E. R. Innovation in companies and cultural orientation to innovation: a multilevel study. RAM, Rev. Adm. Mackenzie, v. 20, n. 3, eRAMG190135, 2019. ISSN: 1678-6971 [viewed 11 July 2019]. DOI: 10.1590/1678-6971/eramg190135. Avaliable from: http://ref.scielo.org/g9bpqg

MINEIRO, A. A. C. et al. Encouraging and discouraging factors for networking among technology firms: a case study in the Technology, Innovation and Knowledge Firms Network (TIKFN). RAM, Rev. Adm. Mackenzie, v. 20, n. 3, eRAMR190139, 2019. ISSN: 1678-6971 [viewed 11 July 2019]. DOI: 10.1590/1678-6971/eramr190139. Avaliable from: http://ref.scielo.org/8gkph2

Link externo

RAM. Revista de Administração Mackenzie – RAM: www.scielo.br/ram

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

BRUNSTEIN, J., DOMENICO, S. M. R. and SILVA, V. B. S. Como a inovação ocorre no ambiente organizacional? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2019 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2019/08/07/como-a-inovacao-ocorre-no-ambiente-organizacional/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation