Adaptação de novos instrumentos psicológicos para detectar problemas no uso de celulares em brasileiros

André Luiz Monezi Andrade, Docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia e em Linguagens, Mídia e Arte da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), Campinas, SP, Brasil.

Imagem: Licenciado Pixabay

Pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, em parceria com colegas da Universidade Federal de São Paulo e da Universidade Católica da Coréia do Sul, na pesquisa “Validade e confiabilidade da versão Brasileira da Smartphone Addiction Scale-Short Version para estudantes universitários e adulto”, publicada pelo periódico Estudos de Psicologia (Campinas, vol. 37), avaliaram a validade e a confiabilidade de uma ferramenta conhecida como SAS-SV (Smartphone Addiction Scale-Short Version) para identificar uso problemático entre universitários e na população adulta. O estudo contou com a participação de 387 universitários e 331 adultos, de todos os estados do Brasil. Em um primeiro momento, os pesquisadores traduziram a SAS-SV para o português e fizeram adaptações linguísticas e culturais. Na sequência, diversas características psicométricas da SAS-SV foram testadas. Os principais resultados indicaram que 35,3% dos adultos e 42,9% dos estudantes apresentaram um uso problemático de smartphone. Além disso, a frequência e intensidade dos sintomas relacionados ao uso excessivo de smartphones foram significativamente maiores entre os universitários. Particularmente aqueles sintomas ligados à tolerância e a síndrome de abstinência. Estes dados são importantes porque mostram que esta é uma população mais vulnerável ao uso excessivo das mídias digitais.

Os resultados da pesquisa também indicaram que a SAS-SV mostrou bons índices de validade e confiabilidade para a população Brasileira. Além disso, este é o primeiro estudo na literatura científica que utilizou o método de “Análise de Rede” para identificar a qualidade psicométrica do instrumento. Conhecido como SAS-SV, este instrumento foi desenvolvido por pesquisadores Sul Coreanos (KWON et al., 2013) e já foi testado em diversos países (DE PASQUALE; SCIACCA; HICHY, 2017; LOPEZ-FERNANDEZ, 2017). Trata-se de uma escala composta por 10 itens, que são capazes de rastrear se o indivíduo possui um uso problemático de smartphone. Sua proposta é que a SAS-SV possa ser útil para o rastreio de uso de smartphone em diferentes populações, como adultos, universitários e adolescentes. Em relação a estes últimos, ainda não existem instrumentos validados no Brasil para identificar o padrão de uso de smartphone entre a população mais jovem.

Para saber mais, assista ao vídeo de André Luiz Monezi Andrade.

Referências

DE PASQUALE, C.; SCIACCA, F. and HICHY, Z. Italian validation of Smartphone Addiction Scale Short Version for adolescents and young adults (SAS-SV). Psychology [online]. 2017, vol. 8, no. 1, pp. 1513-1518, ISSN: 2152-7199 [viewed 28 February 2020]. DOI: 10.4236/psych.2017.810100. Avaliable from: https://www.scirp.org/journal/paperinformation.aspx?paperid=78277

KWON, M., et al. The smartphone addiction scale: development and validation of a short version for adolescents. PloS One [online]. 2013, vol. 8, no. 12, e8355, ISSN: 1932-6203 [viewed 28 February 2020]. DOI: 10.1371/journal.pone.0083558. Avaliable from: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0083558

LOPEZ-FERNANDEZ, O. Short version of the Smartphone Addiction Scale adapted to Spanish and French: towards a cross-cultural research in problematic mobile phone use. Addictive Behaviors [online]. 2017, vol. 64, pp. 275-280, ISSN: 0306-4603 [viewed 28 February 2020]. DOI: 10.1016/j.addbeh.2015.11.013. Avaliable from: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0306460315300642?via%3Dihub

Para ler o artigo, acesse

ANDRADE, A. L. M et al. Validity and reliability of the Brazilian version of the Smartphone Addiction Scale-Short Version for university students and adult population. Estud. psicol. (Campinas) [online]. 2020, vol. 37, e190117 [viewed 27 April 2020]. DOI: 10.1590/1982-0275202037e190117. Available from: http://ref.scielo.org/7vxrjp

Links externos

Estudos de Psicologia (Campinas) – ESTPSI: www.scielo.br/estpsi

http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/estudos

Sobre André Luiz Monezi Andrade

Psicólogo, docente, pós-doutorado pela PUC-Campinas (2018) e UNIFESP (2017). Atua principalmente na área de processos de avaliação, prevenção e intervenção psicológica, com enfoque nos transtornos do impulso (dependência de drogas, dependência de internet, dependência de smartphones).
E-mail: andre.andrade@puc-campinas.edu.br
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3452462942187599

 

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

ANDRADE, A. L. M. Adaptação de novos instrumentos psicológicos para detectar problemas no uso de celulares em brasileiros [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2020 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2020/05/05/adaptacao-de-novos-instrumentos-psicologicos-para-detectar-problemas-no-uso-de-celulares-em-brasileiros/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation