Um indicador de heterogeneidade para escolas municipais de Ribeirão Preto

Antônio José da Costa Filho, coordenador do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto da USP e docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP.

Mozart Neves Ramos, titular da Cátedra Sérgio Henrique Ferreira do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto da USP.

Colocar numa mesma equação quantidade e qualidade talvez seja o maior desafio da Educação Pública brasileira. Ao longo das últimas décadas, o país logrou êxito quanto ao acesso à escola, especialmente no que se refere ao Ensino Fundamental, porém, um esforço ainda precisa ser feito na Pré-escola e no Ensino Médio, se levarmos em conta que 5,9% das crianças de 4 e 5 anos e 5,5% de jovens de 15 a 17 anos estão fora da escola, segundo dados do Observatório do Plano Nacional de Educação. O grande esforço que o país necessita fazer concentra-se, principalmente, nos baixos índices de aprendizagens escolares, como revertê-los e torná-lo acessível a todos os alunos, pois os níveis de desigualdade educacional são enormes, tanto entre escolas de uma mesma rede de Ensino quanto entre municípios de um mesmo estado.

Indicadores como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), em conformidade com a meta 7 do Plano Nacional de Educação (PNE) ( BRASIL, 2014 ), e a taxa de distorção idade-série, que mede a proporção de alunos com mais de dois anos de atraso escolar, têm sido empregados para analisar a qualidade do Ensino nas escolas e nas redes escolares, como recentemente fizemos para estabelecer alguns padrões de comportamento das escolas, em termos de proficiência escolar, tanto para o 5º ano quanto para o 9º ano do Ensino Fundamental, da rede escolar do município de Ribeirão Preto (RAMOS; COSTA FILHO, 2020 ).

Imagem: Ivan Aleksic.

No trabalho “Uma análise estatística multivariada do desempenho das escolas municipais de Ribeirão Preto”, publicado no v. 29, nº 113 da revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, procuramos ampliar esse olhar, mediante uma análise estatística multivariada, considerando a porcentagem de alunos com aprendizado adequado em língua portuguesa e em matemática, o Ideb desdobrado nas suas duas componentes – a nota padronizada e a taxa de aprovação –, e finalmente, a taxa de distorção idade-série para as escolas municipais do Ensino Fundamental de Ribeirão Preto.

A análise foi realizada por meio da técnica de análise de componentes principais, conforme estabelecem Mardia, Kent e Bibby (1979). A partir disso, propomos um indicador capaz de medir a heterogeneidade escolar para o 5º e para o 9º ano das escolas municipais de Ribeirão Preto, usando, respectivamente, 27 e 20 escolas para os dois anos em questão.

Espera-se que esse trabalho possa contribuir para aperfeiçoar as políticas públicas de Educação do município de Ribeirão Preto, especialmente quanto à proficiência escolar e ao regime de colaboração. O indicador de heterogeneidade proposto pode ser uma bússola a ser usada, a cada dois anos, em conformidade com os exames do Saeb, no contexto dessa política local visando a uma melhor oferta educacional com equidade.

Referências

MARDIA, K.V., KENT, J.T. and BIBBY, J.M. Multivariate analysis. London: Academic Press, 1979.

RAMOS, M.N. and COSTA FILHO, A. Uma análise do aprendizado escolar nas escolas municipais de Ribeirão Preto [online]. Nova Escola. 2020 [viewed 17 March 2021]. Available from: https://novaescola.org.br/conteudo/19149/padrões-de-aprendizagem-para-pensar-sobre-desigualdade

Links externos

Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação – ENSAIO: https://www.scielo.br/ensaio

OPNE – Observatório do PNE: https://www.opne.org.br/

Para ler o artigo, acesse

RAMOS, M.N., et al. Uma análise estatística multivariada do desempenho das escolas municipais de Ribeirão Preto. Ensaio: aval. pol. públ. educ. [online]. 2021, vol. 29, no. 113 [viewed in 30 November 2021]. https://doi.org/10.1590/S0104-40362021002903286. Available from: https://www.scielo.br/j/ensaio/a/txyjBh67gQp4dNKrHmPCc5P/?lang=pt

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

DA COSTA FILHO, A.J. and RAMOS, M.N. Um indicador de heterogeneidade para escolas municipais de Ribeirão Preto [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2021 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2021/11/30/um-indicador-de-heterogeneidade-para-escolas-municipais-de-ribeirao-preto/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation