Author: Daiane De Souza Alves

Almanack no Bicentenário com Ítalo Domingos Santirocchi: A Igreja Católica nas independências do Brasil

Composição em formato retangular. No centro, uma foto quadrada de um homem branco e adulto, ele tem barba parcialmente grisalha, está sorrindo e usa uma jaqueta preta; no fundo uma parede de pedra parte bege claro e parte cinza. Nos lados da foto, dois retângulos na vertical em tom verde musgo com pequenos detalhes brancos. No retângulo direito, um logo na cor preta (a letra “e” bem pequena, um traço, a letra “a” com aproximadamente o triplo do tamanho da letra “e”, em volta formando um arco o texto “Almanack no Bicentenário”).

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco mais um encontro refletindo sobre a Igreja Católica nas independências do Brasil. Read More →

Independências e conflitos bélicos: a cultura de guerra na formação dos estados ibero-americanos

Banderín el Doliente de Hidalgo, Museo Nacional de Historia, Castillo de Chapultepec

A importância histórica da guerra nos processos de reformulação territorial e da crise das monarquias ibéricas na América e da formação dos Estados nacionais são elementos fundamentais para a compreensão de uma cultura de guerra. O caso mexicano se torna observatório privilegiado para a análise dos múltiplos impactos dos conflitos nas sociedades ibero-americanas. Read More →

O liberalismo gaditano na independência do México

O segundo momento constitucional que se desenvolveu na monarquia espanhola a partir de 1820 impactou a configuração do México como Estado independente no chamado Triênio Liberal. Dentro da lógica do liberalismo gaditano, a participação dos mexicanos nas Cortes de Madri e a reconfiguração política com os ayuntamientos possibilitaram a transformação do México de vice-reinado a estado-nação. Read More →

Notas sobre as guerras de independência do Brasil e a formação do Estado e da nação

Revista das tropas brasileiras destinadas a combater os rebeldes em Montevidéu. Óleo sobre papel colado sobre tela (41,6 x 62,95 cm) de Jean-Baptiste Debret. Domínio público, Pinacoteca de São Paulo

O surgimento de conflitos militares envolvendo diferentes pontos de vista políticos marcou o processo de separação política entre Brasil e Portugal. As guerras de independência mostram que esse processo foi um processo violento e que a história do Brasil jamais foi um paraíso de estabilidade, jamais esteve isenta de conflitos e guerras. Read More →

Para além de um “acordo entre as elites”: as guerras de independência e a emancipação política do Brasil

Imagem de uma pintura a óleo onde pessoas estão presas dentro de um calabouço

A independência do Brasil e a manutenção territorial do Império do Brasil não pode ser explicada através de um “acordo entre as elites”. O que a emancipação política e os projetos em curso demonstraram são interesses heterogêneos, tanto de província para província quanto no interior de cada uma delas. Read More →

Almanack no Bicentenário com Andréa Slemian: há cidadãos e cidadãs na cena pública da Independência?

Composição de imagem. Metade da imagem é uma foto da Profa. Dra. Andréa Slemian, uma mulher branca com cabelos castanhos até a altura dos ombros. Ela usa uma blusa pretae um colar de pedras coloridas. Na outra metade um fundo verde com pontinhos brancos e os textos: Almanack no Bicentenário; Há cidadãos e cidadãs na cena pública da independência?

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco mais um encontro refletindo sobre o problema do constitucionalismo e a existência de cidadãos e cidadãs na cena pública da Independência. Read More →

Fórum Debate: Revista Almanack promove debate do livro A coleção Adandozan do Museu Nacional

A coleção Adandozan pertenceu ao setor de etnologia do Museu Nacional e foi composta por objetos remanescentes de uma doação feita pelo rei de Daomé, dadá Adandozan ao príncipe regente D. João. A ideia era abrir negociações para resistir às pressões inglesas no combate ao tráfico de escravizados e criar canais que viabilizassem a sua continuidade. Read More →

Almanack no Bicentenário com Fabrício Prado. A independência do Brasil e as origens da rivalidade com a Argentina

Chamada para o evento Almanack no Bicentenário com o Prof Dr Fabrício Prado da College of William and Mary, A independência do Brasil e as origens da rivalidade com a Argentina que acontecerá no dia 29/06/2022 às 17:00 BRT. Inscrições devem ser feitas pelo email almanack.cooghis@ufop.edu.br

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco mais um encontro refletindo sobre a independência do Brasil e as origens da rivalidade com a Argentina. Read More →

Fórum Debate: debate do livro Embajadoras culturales – Mujeres latinoamericanas y vida diplomática

A obra analisa um século da experiência feminina nos cargos de diplomacia através das trajetórias de mulheres da Argentina, Chile e México. A partir de suas experiências conhecemos uma cadeia de relações e laços de afinidades construídas a partir da representação oficial de seus territórios em espaços político e territoriais na América e na Europa. Read More →

Almanack no Bicentenário com Lúcia Bastos Pereira das Neves – E depois das independências: reflexões sobre a fundação do Império Brasílico

Foto da Prof. Dr. Lúcia Bastos Pereira das Neves, uma mulher branca com camisa azul e cabelo castanho. Texto: E depois das independências, reflexões sobre a fundação do Império Brasílico

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco mais um encontro refletindo sobre a fundação do Império Brasílico. Read More →

Almanack no Bicentenário com Carlos Eduardo Oliveira: A(s) província(s) na formação do Império do Brasil (1822-1834)

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco mais um encontro discutindo as províncias na formação do Império do Brasil. Read More →

Almanack no Bicentenário com a Prof.ª Dr.ª Wilma Peres Costa – Entre o método histórico e os ardis da memória: a narrativa da independência no alvorecer da república

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco o segundo encontro de 2022 analisando a narrativa da Independência da República. Read More →