O liberalismo gaditano na independência do México

Daiane de Souza Alves, Assistente de Comunicação da Revista Almanack, Doutoranda em História pela UFOP, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Logo especial do periódico Almanack em homenagem ao bicentenário da independênciaA crise das monarquias ibéricas no alvorecer do século XIX tem sido objeto de estudo de inúmeros historiadores. Com especial atenção, o movimento constitucionalista de Cádis assumiu centralidade na configuração dos estados independentes americanos. No artigo México y su “trienio liberal”: liberalismo, poder local y sufragio, publicado por Ivana Frasquet para a Revista Almanack (no. 31), a autora aborda os projetos políticos de autogoverno estipulado pelos mexicanos nas Cortes de Madri nos primeiros anos da década de 1820, o estabelecimentos dos ayuntamientos constitucionais e as práticas eleitorais que possibilitaram a participação de uma grande parte da população no exercício do sufrágio.

Seu principal interesse é compreender as mudanças que inseridas na lógica do liberalismo gaditano propiciaram a transformação do México vice-reinado em estado-nação a partir da lógica constitucionalista.

Desta maneira, compreender a formação dos estados nacionais ibéricos, também passa pela análise da interconexão dos territórios ultramarinos com a monarquia espanhola em um cenário de transferências culturais, políticas, econômicas e sociais que se desenvolveram nos longos séculos de colonização.

Dá destaque à relevância dos estudos da Atlantic History e da Global History ao promoverem um debate necessário na compreensão do primeiro liberalismo e os processos de independência na América Ibérica. Com o recorte do triênio liberal – 1820 a 1823 – Frasquet busca analisar as transformações que desde o liberalismo constitucional gaditano que produziram impactos no México entre os anos do triênio liberal e a proclamação da república federal, abordando os elementos fundamentais que possibilitaram a soberania, o exercício da legitimidade política e o sufrágio no exercício dos poderes locais e da cidadania no território mexicano.

Um quadro com muitos elementos da história mexicana dispostos como uma colagem. No topo um arco branco, abaixo figuras humanas, algumas parecem ser operárias, outros usam ternos, figuras reais, mais trabalhadores com chapéus de tom amarelado (talvez sejam trabalhadores rurais) de costas, membros da igreja. No centro uma folhagem e uvas, um pássaro dourado com um objeto vermelho no bico, povos indígenas e na base o que parecem ser cavaleiros medievais em ataque usando armaduras de metal. Na imagem várias bandeiras diferentes estão dispostas entre as figuras. Legenda: "'La guerra de la Independencia de México (1810)'. Diego Rivera (1886-1957), Palácio Nacional, México, D.F., 1929-1935."

Imagem: Los Frescos Diego Rivera en el Palacio Nacional de México.

Figura 1. La Guerra de Independencia de México (1810), Diego Rivera (1886-1957), Pálacio Nacional, México, D.F, 1929-1935. 

Para ler o artigo, acesse

FRASQUET, I. México y su Trienio Liberal: Liberalismo, poder local y sufragio. Almanack [online]. 2022, vol. 31 [viewed 00]. https://doi.org/10.1590/2236-463331ef00822. Available from: https://www.scielo.br/j/alm/a/KtvGgnpx4FnpSWgCQJVwDcB/

Sobre a autora

Uma mulher branca, cabelo liso e aparentemente comprido. Ela usa uma camisa cinza escuro com listras azuis e laranjas. No fundo uma parede com círculos em tons amarelados.Daiane de Souza Alves é Assistente de Comunicação da Revista Almanack. Doutoranda, Mestre e Licenciada em História pela Universidade Federal de Ouro Preto e autora do livro A Fazenda no Império: os projetos de construção da Fazenda pública em Nogueira da Gama e Bernardo Pereira de Vasconcelos (2022).

 

Links externos

Siga a Revista Almanack nas redes sociais e fique por dentro das demais atividades do periódico.

Perfis nas redes sociais da Almanack: Facebook | Twitter | Instagram | YouTube

Almanack – ALM: https://www.scielo.br/alm

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

ALVES, D.S. O liberalismo gaditano na independência do México [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2022 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2022/09/15/a-independencia-do-mexicocidadania/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation