A temática da educação de surdos na pauta do dia

Lucyenne Matos da Costa Vieira-Machado, professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória, ES, Brasil
Maura Corcini Lopes, professora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), São Leopoldo, RS, Brasil

edreal_logoPublicado no número 3 de 2016 de Educação & Realidade, na seção temática, os artigos aqui apresentados constroem, invertem argumentos e discutem práticas capazes de inspirarem políticas e ações no campo da educação. Partindo da compreensão da surdez como uma diferença primordial, são apresentadas distintas pesquisas, abordagens teóricas e experiências vividas no Brasil, na Irlanda e na Colômbia sobre educação de surdos. A multiplicação dos discursos sobre a surdez como uma diferença primordial, sobre a qual formas de vida se inscrevem, permite ver a potência dos debates aqui reunidos. Os autores, ao assumirem a surdez como materialidade sobre a qual práticas culturais se desenvolvem, convidam a pensar e a problematizar distintas formas de fazer educação, de planejar práticas pedagógicas para sujeitos surdos e de entender e ressignificar o lugar da clínica dentro de um complexo mapa linguístico-cultural da surdez.

Partir da surdez como uma superfície sobre a qual distintas interpretações se inscrevem e problematizar verdades sobre a educação de surdos, conduziram as autoras, Lucyenne da Costa Vieira-Machado e Maura Corcini Lopes, no texto intitulado “A constituição de uma educação bilíngue e a formação dos professores de surdos”, a problematizarem narrativas de professores de surdos sobre suas experiências. Baseadas em um referencial foucaultiano, elas argumentam que pensar experiências pedagógicas permite entender a produção de verdades sobre os surdos e sua educação. Ao operarem com conceitos-ferramenta, tais como: saber, poder e governamentalidade, localizam politicamente os argumentos na direção do reconhecimento do professor surdo como um intelectual específico.

Compartilhando de uma mesma matriz conceitual que as autoras citadas anteriormente, Adriana da Silva Thoma, no artigo intitulado “Educação Bilíngue nas Políticas Educacionais e Linguísticas para Surdos: discursos e estratégias de governamento”, aborda a educação bilíngue nas políticas educacionais e linguísticas para surdos. Para tanto, utilizou a noção de discurso e de governamento para argumentar que, tanto a educação bilíngue oferecida na escola comum quanto a educação bilíngue que acontece nas escolas de surdos, constituem estratégias políticas e educacionais de condução da população surda. De forma bastante interessante, relaciona politicamente as práticas escolares às políticas de Estado.

Com o intuito de ampliar a circulação de conhecimentos produzidos em outros países, o irlandês Patrick MacDonnell integra o dossiê, com o texto “Deficiência, Surdez e Ideologia no Final do Século XX e Início do Século XXI”, promovendo uma discussão sobre deficiência, surdez e ideologia a partir do final do século XX. O autor estabelece a diferenciação entre o que denomina de duas ideologias: a ideologia da normalização e a ideologia dos direitos. Para ele, compreender tal diferenciação permite entender as mudanças e os movimentos atuais realizados no campo da política.

Ao fazer uma discussão mais voltada para as práticas pedagógicas, mais especificamente sobre a pedagogia de projetos como alternativa para ensinar castelhano escrito para crianças surdas, a colombiana Lyda Solange Prieto Soriano está alinhada a um conjunto de argumentos também utilizados por Carlos Henrique Rodrigues e Hanna Beer, por Marilda Moraes Garcia Bruno e Luciana Lopes Coelho e por Keli Simões Xavier Silva e Ivone Martins de Oliveira. Todos os autores partem, em seus artigos, do reconhecimento da língua de sinais, como língua dos surdos. Uma língua que materializa uma forma surda de conviver e de marcar sua presença junto ao outro. A língua de sinais é uma materialidade que, ao ser significada, ativa novos saberes, tanto sobre a própria língua, que se mostra ativa e viva, quanto sobre os sujeitos, que se mostram em constantes processos de dessubjetivação. Tal discussão pode ser lida atravessando o artigo de Vanessa Regina de Oliveira Martins.

Por fim, a destacar o artigo de Felipe Venâncio Barbosa, “A Clínica Fonoaudiológica Bilíngue e a Escola de Surdos na Identificação da Língua de Sinais Atípica”, que traz contribuições inquietantes para aqueles que, na tentativa de organizar as discussões acerca da normalização dos surdos, binarizam os entendimentos sobre educação de surdos e educação de deficientes. Ao tomar o espaço escolar bilíngue, o autor ressignifica o trabalho da fonoaudiologia, inscrevendo-a entre as práticas que buscam pelas condições necessárias para o desenvolvimento dos surdos em língua de sinais.

Enfim, duas foram as intenções que mobilizaram a organização do número temático. A primeira, foi a de colocar em circulação conhecimentos produzidos nacional e internacionalmente sobre a educação bilíngue para surdos; a segunda, foi a de estimular a discussão sobre o tema considerando variações nas formas de abordá-lo.

Para ler os artigos, acesse

VIEIRA-MACHADO, L. M. C. and LOPES, M. C. Apresentação da Seção Temática – Educação de Surdos: desdobramentos filosóficos, linguísticos e pedagógicos. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.635-638. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623665722. Available from: http://ref.scielo.org/cx5bbm

VIEIRA-MACHADO, L. M. C. and LOPES, M. C. The Constitution of a Bilingual Education and the Training of Teachers for Deaf Students.Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.639-659. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661083. Available from: http://ref.scielo.org/d8b5p4

RODRIGUES, C. H. and BEER, H. Rights, Policies and Languages: divergences and convergences in/from/for deaf education. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.661-680. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661114. Available from: http://ref.scielo.org/khr8w6

BRUNO, M. M. G. and COELHO, L. L. Discourses and Practices in the Inclusion of Deaf Indians in Differentiated Indigenous Schools. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.681-693. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661084. Available from: http://ref.scielo.org/kfn3zd

SILVA, K. S. X. and OLIVEIRA, I. M. The Work of the Brazilian Sign Language Interpreter at School: a case study. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.695-712. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661085. Available from: http://ref.scielo.org/k7sznd

MARTINS, V. R. O. Deaf Education and Bilingual Proposal: activation of new knowledge from the perspective of the philosophy of difference. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.713-729. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661117. Available from: http://ref.scielo.org/3scs67

BARBOSA, F. V. Identifying Atypical Sign Language by Bilingual Speech Therapy Clinics and Schools for the Deaf. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.731-754. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661121. Available from: http://ref.scielo.org/whjqc3

THOMA, A. S. Bilingual Education in Educational and Linguistic Policies for the Deaf: government discourses and strategies. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.755-775. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661087. Available from: http://ref.scielo.org/8333c5

MCDONNELL, P. Disability, Deafness and Ideology in the late Twentieth and early Twenty-first Centuries. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.777-788. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661091. Available from: http://ref.scielo.org/mc8g4h

SORIANO, L. S. P. Project-Based Pedagogy for Classrooms: an Alternative for Teaching Written Spanish to First-Cycle Children. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.789-806. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623661092. Available from: http://ref.scielo.org/wz3scm

BANDERA, N. D. A Escolha da Tradição: o campo de possíveis para os estudantes do IFSP. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.809-832. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623651136. Available from: http://ref.scielo.org/rwrvrp

POLI, M. C. and FAISSOL, K. R. Adolescer com Arte (e psicanálise): projetos escolares. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.833-851. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623651152. Available from: http://ref.scielo.org/ddx94h

GOMES, E. E. and SETTON, M. G. J. Marketing e Educação Política: um estudo sobre agentes, estratégias e interpretações da cultura.Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.853-872. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623651728. Available from: http://ref.scielo.org/yxr9jn

STEBBINS, R. A. Education for Self-Fulfillment: process and context. Educ. Real.[online]. 2016, vol.41, n.3, pp.873-887. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623651738. Available from: http://ref.scielo.org/kycv4v

QUADROS, A. L., PENA, D. M. B., FREITAS, M. L. and CARMO, N. H. S. The Contribution of Internships for the Understanding of the Role of Chemistry Teacher. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.889-910. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623651752. Available from: http://ref.scielo.org/z8qfbc

CARVALHO, C. and LOPES, T. Children in Museums. Educ. Real.[online]. 2016, vol.41, n.3, pp.911-930. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623652329. Available from: http://ref.scielo.org/jfq5kj

SOUZA, Â. R. and MOREIRA, C. R. B. S. A Sociologia Weberiana e sua Articulação com a Pesquisa em Políticas Educacionais.Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.931-949. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623653059. Available from: http://ref.scielo.org/g4f679

CAVACO, C. Formação Experiencial de Adultos Não Escolarizados: saberes e contextos de aprendizagem. Educ. Real. [online]. 2016, vol.41, n.3, pp.951-967. [viewed 3rd November 2016]. ISSN 0100-3143. DOI: 10.1590/2175-623653441. Available from: http://ref.scielo.org/bzmych

Link externo

Educação & Realidade – EDREAL: www.scielo.br/edreal

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

VIEIRA-MACHADO, L. M. C. and LOPES, M. C. A temática da educação de surdos na pauta do dia [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2016 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/11/04/a-tematica-da-educacao-de-surdos-na-pauta-do-dia/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation