Desvendando o que uma professora de Química sabe sobre Natureza da Ciência

Deborah Cotta, doutoranda no Programa de Pós-graduação em Educação: Conhecimento e Inclusão Social, da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (PPGE/FaE/UFMG). Belo Horizonte, MG, Brasil.

Marcondes Medeiros de Lima, licenciado em Química pela Universidade de Brasília. Brasília, DF, Brasil.

Imagem: mauriciodonascimento on pixabay.

Questões e temas científicos estão cada vez mais presentes em nossa sociedade, o que nos alerta sobre a importância de que os estudantes aprendam, além de conceitos, sobre os processos que envolvem a construção, divulgação e legitimação de conhecimentos científicos. Para tanto, é essencial que professores reconheçam também as especificidades deste contexto, o que pode ser potencializado a partir do contato com conhecimentos sobre e de Natureza da Ciência. O artigo “Análise de aspectos de Natureza da Ciência expressos por uma professora em formação inicial no contexto de uma disciplina de História da Química” publicado na Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (v.23) investiga conhecimentos de uma professora em formação sobre aspectos da Natureza da Ciência percebidos ao longo de uma disciplina de História da Química. Após acompanharem uma turma de 27 professores de Química em formação inicial, os autores analisaram o material produzido por uma licencianda ao longo daquela disciplina, além dos cadernos de campo.

Para analisar os dados os autores utilizaram a versão 2 do Modelo de Ciências para o Ensino de Ciências – MoCEC v.2 (SANTOS et al, 2020) – que possibilita uma visão holística da Ciência. Essa ferramenta apresenta as áreas do conhecimento que podem descrever a Ciência, apresentando também os aspectos de Natureza da Ciência característicos de cada uma dessas áreas. De acordo com este modelo, as áreas que envolvem tal visão holística e contribuem com a compreensão sobre as Ciências são: a Filosofia da Ciência, a Psicologia da Ciência, a Antropologia da Ciência, a Sociologia da Ciência, a Economia da Ciência e a História da Ciência.

A partir das descrições e categorizações deste Modelo, os autores analisaram as produções escritas da estudante e perceberam que, ao longo da disciplina de História da Química, aspectos da Natureza da Ciência relacionados a todas as áreas do conhecimento foram expressas em seus textos.

Aspectos relacionados a personalidade e subjetividade do cientista, da área da Psicologia da Ciência; sobre credibilidade, influência sociopolítica e interação entre cientistas, da Sociologia da Ciência; e o acesso ao conhecimento, relacionado à Economia da Ciência são apenas alguns exemplos do que foi observado no portfólio da estudante.

Os autores concluem que o estudo revelou como o trabalho com elementos da História da Ciência, em especial da Química, pode contribuir para o ensino sobre Ciências na formação de professores. Eles identificam que o trabalho com casos históricos é importante, porém insuficiente para gerar um contexto amplo de ensino-aprendizagem sobre Ciências. Assim, abordagens complementares e metodologias variadas – teóricas e práticas são recomendadas e defendidas pelos autores, para que a formação de professores englobe uma variedade ainda maior de aspectos da Natureza da Ciência.

Referências

SANTOS, M. A. R. et al. Um Modelo de Ciências para Fundamentar a Introdução de Aspectos de Natureza da Ciência em Contextos de Ensino e para Analisar tais Contextos. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências [online]. 2020, vol. 20, pp. 581-616 [viewed 25 March 2021]. https://doi.org/10.28976/1984-2686rbpec2020u581616. Available from: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/19938

MARQUES, D. M. Formação de professores de ciências no contexto da História da Ciência [online]. História da Ciência e Ensino: construindo interfaces. 2014 [viewed 25 March 2021]. Available from: https://revistas.pucsp.br/index.php/hcensino/article/view/23020

SIQUEIRA, E. C. P. et al. Introdução de aspectos de Natureza da Ciência no planejamento de situações diferenciadas de ensino de Ciências. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia [online]. 2020, vol. 09, no. 02, pp. 01-17 [viewed 19 February 2021]. https://doi.org/10.35819/tear.v9.n2.a4461. Available from: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/4461

Para ler o artigo, acesse

LIMA, M. M., IBRAIM, S. S. and SANTOS, M. ANÁLISE DE ASPECTOS DE NATUREZA DA CIÊNCIA EXPRESSOS POR UMA PROFESSORA EM FORMAÇÃO INICIAL NO CONTEXTO DE UMA DISCIPLINA DE HISTÓRIA DA QUÍMICA. Ens. Pesqui. Educ. Ciênc. (Belo Horizonte) [online]. 2021, vol.23, e24345 [viewed 25 March 2021]. https://doi.org/10.1590/1983-21172021230104. Available from: http://ref.scielo.org/r43p2q

Links Externos

Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências – EPEC: https://www.scielo.br/epec

Página institucional da Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências: https://periodicos.ufmg.br/index.php/ensaio

Facebook Revista Ensaio: https://www.facebook.com/periodicoepec

Instagram Revista Ensaio: @periodicoepec

Twitter Revista Ensaio: https://twitter.com/periodicoepec

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

COTTA, D. and LIMA, M. M. Desvendando o que uma professora de Química sabe sobre Natureza da Ciência [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2021 [viewed ]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2021/03/30/desvendando-o-que-uma-professora-de-quimica-sabe-sobre-natureza-da-ciencia/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation