A cruzada moral contra os direitos humanos no Brasil

Iara Beleli, pesquisadora do Núcleo de estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, Editora de cadernos pagu, Campinas, SP, Brasil

Nos últimos anos, surgiram campanhas anti-gênero em muitos países europeus e, principalmente, latino-americanos. Os ativistas contra a expansão dos direitos sexuais e reprodutivos são particularmente aguerridos nos antigos países comunistas da Europa e, na América Latina, naqueles que recentemente tiveram governos de esquerda.  Associando – sem nenhuma base histórica – as demandas feministas e LGBT com a esquerda e até o comunismo as reduzem caricaturalmente a uma suposta ideologia a ser combatida pelas “pessoas de bem”. Assim, não é mero acaso que o Brasil tenha se tornado o palco de manifestações de ódio e perseguição a educadores, artistas e intelectuais em defesa de concepções idealizadas da família e da nação.

A campanha online e petição contra a vinda de Butler ao Brasil, as tentativas de impedir suas palestras e, no final, a perseguição a ela e Wendy Brown em um aeroporto de São Paulo chocaram a comunidade acadêmica. Tais eventos servem de ponto de partida dos artigos que compõem o debate buscando reconstituir e analisar como a oposição ao avanço dos direitos sexuais e reprodutivos no Brasil tem se dado sob a forma de uma cruzada moral. Grupos religiosos e agnósticos uniram-se circunstancialmente em uma aliança tática nas quais agem como guardiões da moral colocando em ação uma campanha contínua contra iniciativas de acolher a diversidade sexual e de gênero nas escolas, a descriminalização do aborto assim como opondo-se a manifestações artísticas e intelectuais que defendem a igualdade entre homens e mulheres e problematizam as concepções vigentes da sexualidade (ALMEIDA, 2017; RODRIGUES, 2017).

Por meio de reconstituição histórica e observação socioantropológica das manifestações contra a presença de Judith Butler (1997) no Brasil, os artigos que compõem o Debate buscam analisar essa campanha, identificando os grupos de interesse que a formam assim como seu alcance. A reconstituição histórica das origens desses embates e as reflexões sobre as manifestações mais recentes, que se apresentam com força em vários âmbitos atualmente, permite identificar os componentes, suas formas de ação e objetivos, dessa cruzada. No bojo deste debate, cruzam-se análises desses ataques tanto ancoradas nas próprias reflexões de Judith Butler sobre ódio, medo, violência, reconhecimento e liberdade, como sobre as divergências e dissidências internas às próprias religiões no que se refere aos direitos sexuais. O debate inclui, ainda, a análise das estratégias de angariar apoiadores da cruzada moral, disseminando a imagem da criança sob ameaça, mas também como essas estratégias são percebidas no cenário político atual de ascensão de um novo populismo.

Veja abaixo vídeo extraído do evento realizado no Anfiteatro Leitão da Cunha no campus São Paulo da Universidade Federal de São Paulo

Referências

ALMEIDA, R. A onda quebrada – evangélicos e conservadorismo. Cad. Pagu [online]. 2017, n.50, e175001. [viewed 19 July 2018]. ISSN 1809-4449. DOI: 10.1590/18094449201700500001. Available from: http://ref.scielo.org/5zqkb7

BUTLER, J. Contagious Word: paranoia and “homosexuality” in the Military.  In: BUTLER, Judith. Excitable  Speech  –  a  politics  of  performative. New York/London: Routledge, 1997. p. 103-126.

RODRIGUES, M. F. “Ódio e censura são baseados no medo”, diz Judith Butler. Entrevistada: Judith Butler. Jornal Estadão, Cultura, 06 nov. 2017. Disponível em:   https://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,odio-e-censura-sao-baseados-no-medo-diz-judith-butler,70002072944

Para ler os artigos, acesse

Cad. Pagu  no.53 Campinas  2018

Link externo

cadernos pagu – CPA: www.scielo.br/cpa

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

A cruzada moral contra os direitos humanos no Brasil [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2018 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2018/07/19/a-cruzada-moral-contra-os-direitos-humanos-no-brasil/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation