Tag: Ensaio: Avaliação E Políticas Públicas Em Educação

A escola como organização ideológica e falaciosa neutralidade do Projeto de Lei “Escola sem Partido”

A Pesquisa problematiza o projeto de lei conhecido como “Escola sem Partido”, questionando frontalmente a prática de assédio ideológico que a proposta supostamente combate. Para isso, se apoia teoricamente nas contribuições de Maurício Tragtenberg sobre Ideologia nas Organizações e de Pierre Bourdieu acerca do papel do Estado na vida social. Read More →

O ensino médio no Brasil e a reforma proposta pela MP nº 746: entre motivações e proposições

Que argumentos justificaram a publicação da Medida Provisória nº 746, em setembro de 2016, que instituiu uma proposta de reforma para o ensino médio brasileiro, convertida posteriormente na Lei nº 13.415, em 2017? Que principais alterações foram propostas por essa MP? Essas são as questões que esse texto discute. Read More →

Violências nas escolas: o labirinto tem saída?

Estudo revela que é possível alcançar significativas mudanças quando os professores trocam a metodologia tradicional pelo debate de problemas, projetos, diálogo e afetividade, permitindo o desenvolvimento da subjetividade e protagonismo dos adolescentes. Neste sentido, os resultados da pesquisa apresentam sugestões para alterar a formação de professores. Read More →

Que contribuições a classificação de cor ou raça da população utilizada pelo IBGE pode trazer ao debate sobre Ação Afirmativa no Brasil?

Uma das principais questões para a implantação de ações afirmativas no Brasil diz respeito às dificuldades em definir a população-alvo das políticas. Diversos autores reconhecem este fato, que inclui usos e percepções de categorias étnico-raciais. O estudo apresenta e discute a experiência histórica construída pelo IBGE a respeito de uma classificação racial da população brasileira, seus pressupostos, abordagens, categorias e limites para embasar o desenho de políticas públicas. Read More →

Sobre a influência do gênero no ensino e na aprendizagem das ciências

Estudo analisa a proximidade entre as estratégias de aprendizagem preferidas por estudantes, moças e moços, e as estratégias desenvolvidas por docentes, professoras e professores, nas aulas de ciências de 9.º ano.
O estudo infere que, apesar de se registarem algumas diferenças entre moças e moços, estas diferenças se tornam mais acentuadas quando se comparam as preferências manifestadas dentro de cada um destes grupos ou quando se comparam as preferências do grupo de estudantes com as práticas docentes.
Read More →

Qual a trajetória do fomento à iniciação científica no país?

Estudo analisa a trajetória da institucionalização da Iniciação Científica (IC) e da Iniciação Científica Júnior (ICJ) no país em geral e, particularmente, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Nesta instituição (IES) a não utilização de todas as bolsas de ICJ disponibilizadas, na modalidade do Programa de IC – Ensino Médio (PIBIC-EM), aponta a tendência de refluxo do Programa, tornando questionável a materialização da metáfora do “círculo virtuoso”. Read More →

Quais as bases normativas e as condições político-institucionais da gestão democrática em sistemas municipais de ensino?

Pesquisa analisa o quadro normativo e as condições político-institucionais relativos à gestão democrática do ensino público no âmbito dos sistemas municipais de ensino do estado do Piauí. Resulta da etapa estadual de uma pesquisa em rede de abrangência nacional (Rede Mapa) que tomou por base as leis municipais que institucionalizaram os respectivos sistemas de ensino. Read More →

Contradições da valorização da “realidade” das escolas

Estudo analisa a recepção de políticas nacionais de avaliação externa de sistemas educacionais no contexto de um município da região metropolitana do Rio de Janeiro. Argumenta que as visões de gestores e sindicalistas sobre as políticas educacionais não são, necessariamente, sustentadas por conhecimento técnico sobre o desenho das políticas. Read More →

Desafios à atratividade, formação, retenção e avaliação de professores no Brasil

Pesquisa bibliográfica realizada na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo mapeia e organiza os principais desafios a serem enfrentados por políticas relativas à atratividade, formação, retenção e avaliação de professores no Brasil, com base em estudos nacionais e internacionais sobre a temática. Read More →

A “universidade necessária” de Darcy Ribeiro: para não esquecer

A história da UnB, concepção original, lutas pela implantação e o golpe sofrido em 1964, tendo seu campus invadido por tropas militares, vem somar ao debate sobre os intelectuais públicos brasileiros dos anos 1950 e 1960, a geração de Darcy Ribeiro, apostando na reflexão sobre “universidade necessária” hoje. Read More →

Aprendizagens na escola em tempo integral: o peso das aprendizagens escolares

Na última década no Brasil o tempo Integral tornou se ponto de pauta na agenda de políticas públicas e objeto de interesse de pesquisadores. Uma das questões provocadoras deste debate é o “mais tempo de escola, para que”? Nesse cenário o que os(as) estudantes aprendem no tempo a mais de escola e os sentidos que atribuem a essas aprendizagens merece atenção. Read More →

O acesso às tecnologias digitais como estratégia para a redução das desigualdades sociais? O PROUCA

O Programa Um Computador por Aluno (PROUCA) — política pública para a inclusão digital via ambiente escolar, renova a utopia técnica de que a sociedade evolui qualitativamente com a aquisição de TIC. Problemas e deficiências na infraestrutura para a sua implantação, na gestão de seus processos e na formação dos professores não se constituem aspectos pontuais, mas estruturantes deste Programa, que é alinhado as orientações internacionais de cunho neoliberal. Read More →