Tag: História

A cultura visual na representação das independências

Óleo sobre tela. Símon Bolívar do lado direito com traje militar, cor vermelha e preto, bigode e barba. Olhar sereno. Figura feminina do lado esquerdo, roupa cinza e laranja, com chapéu. Rosto tranquilo. Fundo escuro.

O estudo dos registros visuais e audiovisuais no estudo das independências nas Américas é o objeto do último dossiê lançado pela Revista Almanack. Nele, as autoras buscam, através da cultura visual, fornecer elementos para o estudo das independências através da imagética que contribuiu para a sedimentalização de imaginários, exercícios de poder e hierarquizações sociais. Read More →

Interpretar e significar o sentido de decoro empregado pela sociedade portuguesa do século XVIII

O estudo do vocabulário utilizado pela sociedade portuguesa do século XVIII, mais especificamente da palavra decoro, permite a compreensão das relações e ações que eram empreendidas pelos agentes históricos da época, no âmbito da política e da cultura letrada. Além disso, a investigação de Santos expressa como cada período possui suas próprias interpretações, mas isso não impede que noções antecedentes circulem e contribuam para uma nova formulação, que poderá perpassar diferentes âmbitos, do político, do cultural até o social. Read More →

Almanack no Bicentenário com a Prof.ª Dr.ª Adriana Campos – “Intrépidos ilustres defensores” da “pátria e da nação”: a independência na província do Espírito Santo

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco o quinto encontro analisando a independência na província do Espírito Santo. Read More →

Fórum Debate – Revista Almanack convida a pesquisadora Marcela Ternavasio e a debatedora professora Andréa Slemian para o debate do livro Los juegos de la política. Las independencias hispanoamericanas frente a la contrarrevolución

Em Los juegos de la política. Las independencias hispanoamericanas frente a la contrarrevolución a autora busca analisar as tramas políticas e diplomáticas das redes e conexões entre as potências europeias e o mundo Atlântico Sul, particularmente as praças do Rio de Janeiro, Montevideo e Buenos Aires. Read More →

Almanack no Bicentenário com o Profa. Dra. Renata Silva Fernandes – A Independência do Brasil e o Governo das Províncias (Minas Gerais, 1822-1834)

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco o quarto encontro analisando os governos provinciais entre a independência do Brasil e a promulgação do Ato Adicional de 1834. Read More →

Almanack no Bicentenário com o Prof. Dr. André Machado – A Independência do Brasil: uma transição pacífica ou uma história de conflitos?

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco o terceiro encontro analisando a independência do Brasil como cenário distinto, complexo e conflituoso. Read More →

Fórum Almanack 2021 – A Revista Almanack promove o Fórum “Independências, Guerras e Geografia do Estado na América no século XIX (2020-2021)” no do IV Seminário Internacional Brasil no século XIX

Os 200 anos das independências de vários espaços da América Latina tem proporcionado importantes pontos de reflexão sobre o momento histórico americano em três eixos principais, a saber: o político, a guerra e a geografia dos estados americanos no decorrer do século XIX. Read More →

Almanack no Bicentenário – Tempos e espaços revolucionários na independência do Brasil com o Prof. Me. Rafael Fanni

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco o segundo encontro analisando os principais legados da Independência e dos sentidos de revolução para os homens e mulheres daquele tempo. Read More →

Os privilégios honoríficos na cultura jurídico-política brasileira do século XIX

O “direito da nobreza” analisado à luz das mudanças e da cultura jurídico-políticas brasileiras no século XIX é o objeto do artigo em questão, que buscou, através da Constituição outorgada de 1824, dos textos doutrinários e dos Anais do Parlamento Brasileiro compreender a relação estabelecida entre o estado constitucional e os antigos privilégios de nascimento. Sendo o sistema constitucional, na letra da Constituição, o responsável por prever as principais alterações nas legislações e procedimentos vigentes reiterando, assim, o espaço monárquico constitucional como não vinculado juridicamente à nobreza. Read More →

Almanack no Bicentenário – Independência, política e produção historiográfica com a Prof.ª Dr.ª Cecília Helena de Salles Oliveira

O Ciclo de Encontros “Almanack no Bicentenário” é uma iniciativa da Revista Almanack que promete debater os temas centrais sobre a independência do Brasil a partir de seus significados pretéritos, presentes e futuros para o Brasil. Acompanhe conosco nosso primeiro encontro com uma análise iconográfica sobre a Independência. Read More →

Fórum Debate – Revista Almanack convida os pesquisadores Hendrik Kraay, Celso Thomas Castilho, Teresa Cribelli e a debatedora professora Camila Borges da Silva para o debate do livro Press, Power, and Culture in Imperial Brazil

Press, Power and Culture in Imperial Brazil é uma produção que apresenta as mais recentes publicações sobre a imprensa oitocentista do Brasil, o vasto acervo documental disponível na Biblioteca Nacional e Hemeroteca Digital além de contribuir com a apresentação das principais metodologias para estudo dessas fontes. Read More →

Entre médicos e religiosos: percepções sobre os malefícios da gula

O artigo analisa como os excessos alimentares foram abordados na literatura médica e religiosa que circulou em Portugal durante o século XVIII. Os autores traçam um estudo comparativo das diferentes fontes, mostrando as semelhanças e diferenças nas representações sobre a gula. Read More →