Estudos Avançados explora as relações entre saúde pública e nutrição

Por Flávia Dourado

O número 78 do periódico Estudos Avançados traz como destaques textos que tratam de dois temas interligados e sintonizados com as demandas atuais da sociedade brasileira: a saúde pública e a melhoria dos padrões nutricionais. Segundo Alfredo Bosi, editor da publicação, “o número procura cumprir um dos objetivos centrais do Instituto de Estudos Avançados: conjugar pesquisa acadêmica e interesse pelo aperfeiçoamento de nossas políticas públicas”.

Sistema Único de Saúde

Sistema Único de Saúde – SUS

Saúde Pública

Em “A saúde pública no Brasil”, artigo que abre a edição, o médico Gilson Carvalho aborda os objetivos, princípios e funções do Sistema Único de Saúde (SUS), instituído pela Constituição Federal de 1988. A partir disso, faz uma retrospectiva da política federal para o SUS nos últimos dez anos. De acordo o autor, “havia uma esperança explícita de que com o novo governo comandado por Lula a legislação fosse cumprida. O que não ocorreu nestes dez anos: oito de Lula e dois de Dilma”. Carvalho afirma que o SUS avançou pouco nos últimos dez anos porque o governo investiu pouco na universalização da cobertura; insistiu na fragmentação do Sistema, criando programas de saúde paralelos; aumentou o espaço da iniciativa privada; e continuou a justificar os problemas da área com base na contraposição entre financiamento e eficiência.

Uma visão um pouco mais otimista do SUS é oferecida pelo especialista Eugênio Vilaça Mendes na entrevista “25 anos do Sistema Único de Saúde: resultados e desafios”. De acordo com ele, que é conselheiro da Organização Pan-Americana da Saúde, “a instituição da cidadania sanitária pelo SUS incorporou, imediatamente, mais de cinquenta milhões de brasileiros como portadores de direitos à saúde e fez desaparecer, definitivamente, a figura odiosa do indigente sanitário”. Embora realce pontos positivos do SUS, Mendes ressalta que há muitos problemas a serem solucionados, alguns deles mencionados por Carvalho, como a segmentação do Sistema, o subfinanciamento e a ausência de universalização da saúde no país. Diante disso, aponta como caminho o fortalecimento da Estratégia de Saúde da Família (ESF) com base nas diretrizes da Atenção Primária à Saúde (APS).

Nutrição

Nutrição

Nutrição

Doenças associadas à condição nutricional do paciente, ligadas à carência ou ao excesso de comida, estão fortemente vinculadas à saúde pública. No artigo “Abra a felicidade: implicações para o vício alimentar”, Ana Lydia Sawaya e Andrea Filgueiras argumentam que as técnicas de produção e venda utilizadas pela indústria alimentícia induzem distúrbios alimentares relacionados à obesidade e a males crônicos, como o diabetes. As autoras afirmam que bebidas e alimentos industrializados — sobretudo os ricos em sal, açúcar e gordura — ativam neurotransmissores que controlam o estado de prazer e criam reflexos condicionados ligados à dependência. Para elas, isso demonstra a necessidade de que seja aprimorada a legislação que regulamenta a fabricação desses produtos.

Outra faceta das relações entre saúde e nutrição, ligada não ao excesso, mas à carência de alimentos, é tratada no texto “Perfil socioeconômico, nutricional e de ingestão alimentar de beneficiários do Programa Bolsa Família”, assinado por Marcela J. Cabral, Karlla A. Vieira, Ana L. Sawaya e Telma M. M. T. Florêncio. O artigo relata os resultados do estudo que avaliou o estado nutricional, o consumo e a segurança alimentar de beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), residentes em favelas de Maceió, Alagoas. Segundo as pesquisadoras, os alimentos adquiridos com recursos do PBF nem sempre apresentam a qualidade nutricional adequada para garantir a saúde dos favorecidos. Exemplo disso são os elevados índices de desnutrição em crianças e adolescentes e a presença de insegurança alimentar moderada ou grave em 67% das famílias pesquisadas. O estudo também constatou uma ingestão inadequada de micronutrientes encontrados em frutas, verduras, legumes e laticínios.

Esse quadro inclui um dado aparentemente paradoxal: a incidência de obesidade entre mulheres pobres acima de 40 anos. De acordo com as autoras, isso pode estar associado ao consumo de alimentos baratos e palatáveis, de alto índice glicêmico e densidade calórica, como biscoito, farinha e macarrão. Para elas, esse panorama revela a urgência de “ações integradas entre o PBF e setores responsáveis por políticas públicas na área de educação e saúde a fim de garantir estratégias de educação alimentar para promover a melhoria nas condições nutricionais e prevenir doenças crônicas não-transmissíveis”.

Outros temas

Além dos nove textos sobre saúde pública e nutrição, o número 78 da Estudos Avançados traz mais sete artigos, divididos entre as seções “Meio Ambiente” e “Crítica e Filosofia”. A edição conta, ainda, com cinco resenhas, dois depoimentos sobre “Energia Nuclear” e uma entrevista sobre “Política Energética” com Ildo Sauer, diretor do Instituto de Energia e Ambiente (IEE, antigo Instituto de Eletrotécnica e Energia) da USP, na qual o pesquisador traça um panorama da questão energética no Brasil, apontando pontos positivos e negativos, e defende a adoção de fontes alternativas e renováveis de energia, como a eólica e a hidrelétrica, em substituição à energia nuclear.

Para ler os artigos, acesse:

CARVALHO, Gilson. A saúde pública no Brasil. Estud. av. [online]. 2013, vol.27, n.78 [citado  2013-10-16], pp. 7-26 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142013000200002&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142013000200002.

MENDES, Eugênio Vilaça. 25 anos do Sistema Único de Saúde: resultados e desafios. Estud. av. [online]. 2013, vol.27, n.78 [citado  2013-10-16], pp. 27-34 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142013000200003&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142013000200003.

SAWAYA, Ana Lydia  e  FILGUEIRAS, Andrea. “Abra a felicidade”? Implicações para o vício alimentar. Estud. av. [online]. 2013, vol.27, n.78 [citado  2013-10-16], pp. 53-70 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142013000200005&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142013000200005.

CABRAL, Marcela Jardim; VIEIRA, Karlla Almeida; SAWAYA, Ana Lydia e  FLORENCIO, Telma Maria Menezes Toledo. Perfil socioeconômico, nutricional e de ingestão alimentar de beneficiários do Programa Bolsa Família. Estud. av. [online]. 2013, vol.27, n.78 [citado  2013-10-16], pp. 71-87 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142013000200006&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142013000200006.

Links relacionados:

Fascículo 78 dos Estudos Avançados – <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0103-401420130002&lng=pt&nrm=iso>

Estudos Avançados – <http://www.scielo.br/ea>

Instituto de Estudos Avançados – <http://www.iea.usp.br/>

Noticia relacionada –  <http://www.iea.usp.br/noticias/lancamento-de-estudos-avancados-78>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

Estudos Avançados explora as relações entre saúde pública e nutrição [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2013 [viewed ]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2013/10/18/press-release-estudos-avancados-explora-as-relacoes-entre-saude-publica-e-nutricao/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation