Category: Vídeo

Adoção de Mobile Health

Com a crescente utilização da internet e de tecnologias móveis, o estudo apresenta uma análise sobre os fatores que condicionam a adoção de Mobile Health (mHealth). Read More →

Mãe é tudo igual? Mapeamento Corporal Narrado por Gabriela

Através de um Mapeamento Corporal Narrado, uma mulher autodeclarada preta narra o processo de constituição de sua identidade racial negra e as repercussões da violência racial sofrida por ela em suas práticas maternas, evidenciando tal processo como explicitamente diferente comparado à maternidade de mães não negras. Read More →

Assédio sexual no trabalho é culpa da liderança?

A violência sexual contra as mulheres no ambiente de trabalho continua sendo disseminada e inadequadamente tratada. Nesse estudo argumentamos que a violência encontra-se normalizada por meio de práticas de liderança e sugerimos um posicionamento dos mesmos contra o assédio sexual e correção organizacional. Read More →

Como será o trabalho dos professores pós pandemia da COVID-19?

Estudo chama a atenção para a necessidade de mudanças profundas na educação e no trabalho pedagógico. Depois da pandemia de COVID-19, os professores vão ser mais importantes do que nunca, mas a profissão docente enfrentará desafios inéditos na sua história. Read More →

Feminização do envelhecimento: afinal, do que estamos falando?

O estudo procura ampliar o conceito do fenômeno da feminização do envelhecimento para além do fato de que há mais mulheres idosas em nosso país do que homens idosos. O texto revela ainda os desafios para as mulheres, desde executivas, empreendedoras a acadêmicas, mostrando fragilidades e necessidades de ações para inserção e manutenção dentro das organizações. Read More →

Em busca de horizontes para a crise que assola os periódicos científicos

Neste texto de fechamento, não podemos nos furtar de discutir a pauta da sustentabilidade. Abordamos a questão do financiamento para a ciência e falamos sobre nossa busca por alternativas para sobreviver à crise que afeta os periódicos brasileiros, sobretudo os da área de Humanidades. Read More →

Nossas capas: relações entre antropologia e arte

A confecção das capas é parte importante do processo editorial de Horizontes Antropológicos. Escolhida pelas/pelos organizadoras/es e aprovada pelos editores, a imagem é uma tradução da temática e também um convite às/aos leitoras/es para que reflitam e interajam com o periódico. Read More →

Horizontes Antropológicos e sua contribuição para a área da Antropologia

Referência entre as publicações de Antropologia no Brasil e no exterior, Horizontes Antropológicos (Qualis A1) se destaca por seus números temáticos e pela divulgação do conhecimento científico de ponta produzido pela área. Periódico reúne contribuições de pesquisadoras e pesquisadores afiliados a instituições do Brasil e do exterior. Read More →

Cooperação, orientação pragmática e engajamento crítico: o futuro da Linguística Aplicada

Nas ciências, o adjetivo “aplicado” pode ser pensado como “prático” ou “pragmático”. Uma orientação prática tem sido a marca da Linguística Aplicada nas últimas quatro décadas. O futuro do campo também demanda uma postura nessa direção. Read More →

Atos de resistência em práticas cotidianas de um jovem migrante no Facebook

No artigo, a autora examina atos de resistência negociados na esfera digital em posts de jovens migrantes e não-migrantes e reflete sobre discursos de resistência. A análise demonstra que a resistência não emerge apenas de movimentos organizados e que, em práticas cotidianas, é construída por meio de colaboração e negociação. Read More →

Práticas de pesquisa de letramentos em línguas(gens) e domínios sociais diversos: perspectivas internacionais

O artigo introduz um dossiê temático que reúne pesquisadores/as de diversos países interessados/as em processos e práticas de letramento desenvolvidas em e através de várias línguas(gens) e domínios sociais. As perspectivas múltiplas de pesquisa abordadas trazem novos olhares para o estudo de práticas de letramento, caracterizadas por sua natureza discursiva multifacetada, dinâmica e complexa. Read More →

Como a antropologia pode ajudar a entender a ascensão da política populista por vias digitais

A teoria antropológica clássica pode nos ajudar a compreender fenômenos contemporâneos ligados à digitalização da política? A pesquisa relatada neste artigo afirma sim, e desenvolve a dimensão da eficácia técnica do populismo bolsonarista a partir das teorizações antropológicas sobre ritos de passagem. Read More →