Tag: Educação

A formação de professores para o Ensino Médio está demasiadamente centrada na prática?

Estudo examina algumas situações cotidianas envolvendo a formação inicial de professores ocorridas em cursos no Sul do Brasil, desenvolvidos por instituições públicas e privadas de ensino superior. Em tais experiências parece evidenciar-se um declínio da legitimidade acadêmica nos recentes modelos formativos em favor de uma centralidade das práticas, de uma ludificação dos procedimentos e um esmaecimento dos saberes curriculares e de sua função pública para a docência no Ensino Médio. Read More →

Nexos e modulações de classe social na saúde no Brasil

O estudo apresenta as relações entre classe e saúde, as mudanças na distribuição da saúde no Brasil de 2003 a 2013, bem como os nexos entre classe, autoavaliação da saúde e seus indicadores. Além disso, demonstra que classe social afeta o modo como a renda, a educação e as doenças crônicas geram ganhos ou ônus à saúde no Brasil. Read More →

Decidi mudar minha carreira e ser professor universitário, e agora?

A carreira de professor universitário faz parte dos planos de futuro de diversas pessoas. Carregada de ilusão quanto à carga de trabalho e ao status social, essa profissão costuma ser atrativa para quem quer mudar de profissão. Porém, as decisões dessa transição nem sempre são completamente racionais. Read More →

Pode um educador contemporâneo dialogar com pensadores da Antiguidade?

Pode-se caracterizar as concepções filosóficas e educacionais de John Dewey como céticas, mas somente até certo ponto. Na comparação do discurso deweyano com as teses de Pirro de Élis, revela-se que Dewey se aproxima de outra corrente filosófica, a Sofística, da qual deriva uma pedagogia inovadora e pouco conhecida. Read More →

O Ensino Médio e o direito à Educação — obrigatório para quem?

A partir de 2009 o Brasil ampliou o tempo de obrigatoriedade escolar de quatro para dezessete anos. Incluiu, portanto, a faixa etária destinada ao Ensino Médio (15 a 17 anos). O estudo analisa de que modo teria ocorrido a inclusão desses jovens em um sistema escolar tradicionalmente excludente. Read More →

Neuroeducação. Qual é o papel das ilustrações no aprendizado pelo livro didático?

Estudo desenvolve ficha para analisar ilustrações de livros didáticos com conteúdos matemáticos sob o prisma neuroeducacional e discute a integração dos livros didáticos a abordagens de ensino que levam em consideração o funcionamento cognitivo relativo a atenção e a memória. Além disso, é possível utilizar o instrumento de análise aplicando-o em diversos contextos que envolvam a avaliação de aspectos gráficos. Read More →

Existirá um robô professor?

Nos preparamos para algoritmos, reconhecimento facial e vigilância na escola? Estudo discute modelo de ensino-aprendizagem frente aos avanços tecnológicos nos dias atuais e futuros questionando as relações num mundo intermitentemente vigiado. Conclui que é preciso fazer com que professores e alunos ressignifiquem suas identidades, o que implica questionar as relações ambivalentes que sempre os caracterizaram no contexto da cultura digital. Read More →

Usos e apropriações do conceito gramsciano de Estado Integral na área de Educação

As interpretações e usos do conceito gramsciano de Estado Integral em teses e dissertações da área de educação no Brasil são analisadas à luz dos escritos de Antonio Gramsci, com indicação de algumas imprecisões e de contribuições do conceito aos estudos, contribuindo para a compreensão das complexas relações que envolvem a agenda, a formulação, a implementação e a avaliação das políticas educacionais. Read More →

Lar doce lar? O axioma morar-trabalhar e o espaço doméstico contemporâneo

Estudo mostra como a axiomatização capitalista interfere no lar, espaço por excelência da privacidade e da intimidade. Os eixos de análise permitiram identificar o “morar-trabalhar” como um axioma da axiomatização capitalista, que se estende aos menores e mais inusitados espaços da vida íntima. Read More →

Como se aprende em redes de micro e pequenas empresas? O que a literatura nos diz?

Micro e pequenas empresas são organizações limitadas em recursos, por essa razão procuram sanar limitações usando mecanismos como as redes, ambientes onde aprendem, compartilham conhecimentos e recursos entre seus membros. Estudo sistematiza o conhecimento produzido sobre o que a literatura nos diz quando se aprende em ambientes de redes. Read More →

Como pensar a prática docente em Sociologia da educação?

Utilizando a literatura franco-luso-brasileira sobre duas correntes sociológicas, considerando suas diferenças e similitudes, estudo propõe uma reflexão teórica sobre a prática docente. A partir de categorias de pensamento oferecidas pela sociologia da socialização e pela sociologia pragmática contribuem para uma visão mais completa e complexa da atividade profissional dos docentes. Read More →

Qual perspectiva de futuro tem o jovem diante das injustiças vividas?

Qual a percepção de violência e justiça entre os jovens escolares? Pesquisa qualitativa contrastou juventudes distintas no Brasil e em Portugal, com contextos, culturas, valores e experiências escolares diversas em escolas de centro urbano e de periferia, sem intuito comparativo e analisou as concepções e práticas a respeito das violências e da justiça entre sujeitos escolares. Read More →