Category: Press Releases

A atualidade do pensamento crítico de Guerreiro Ramos

Guerreiro Ramos teve o mérito de fundar no Brasil uma sociologia organizacional, enfatizando a necessidade de se refundar a Administração sobre novas bases epistemológicas. Estudo apresentada as lacunas das teorias organizacionais e o que precisa ser feito para superar seu paroquialismo teórico, mostrando a atualidade do pensamento deste autor. Read More →

Há violência, exclusão e silêncio entre jovens estudantes universitários: como superam o silêncio que lhes é imposto?

Pesquisa investigou estratégias de superação da lógica violência-exclusão-silêncio imposta a jovens universitários. Processos educativos não promovem o desenvolvimento pleno. Os seis casos estudados revelaram a ausência da pedagogia dialógica e que estratégias de superação são potenciais recursos educacionais transformadores, que levam do discurso à prática, da opressão à esperança. Read More →

Como as finanças estratégicas podem se relacionar a aspectos macroeconômicos?

Três estudos da linha de finanças estratégicas abordam, respectivamente, questões relativas à estrutura de capital brasileira, o impacto dos intangíveis para empresas de capital aberto, e previsões sobre a série de minuto da taxa de câmbio, trazendo à tona aspectos relevantes para as decisões dos agentes em âmbito financeiro e macroeconômico. Read More →

Acesso à educação e o mito da democracia racial

Estudo mostra como o acesso à Educação desmonta o mito da democracia racial brasileiro, refletindo sobre a ideia de democracia racial e analisando as políticas de ação afirmativa, as possibilidades de acesso dos negros ao Ensino Superior e a importância de políticas para o combate às desigualdades raciais. Read More →

Nas tramas do neoliberalismo: o pensamento social de Christian Laval e Pierre Dardot

Trabalho, Educação e Saúde destaca uma análise da resolução inédita da Organização Mundial da Saúde que estabelece a transparência de custos e preços de medicamentos do setor farmacêutico e um diagnóstico crítico das relações entre trabalho, educação e juventudes contemporâneas, por meio de um diálogo com o pensamento social dos pesquisadores franceses Christian Laval e Pierre Dardot. Read More →

Horizontes Antropológicos apresenta edição temática sobre ‘Antropologia e Emoções’, com ênfase nos conceitos e perspectivas teóricas

A antropologia das emoções se constituiu como área autônoma de investigação na cena antropológica norte-americana nos anos 1980. Três autoras são referências canônicas: Lila Abu-Lughod, Catherine Lutz e Michelle Rosaldo. De suas obras extraímos alguns conceitos-chave que nos servirão aqui para delinear os contornos gerais do campo que, no Brasil, já pode, hoje, ser considerado sólido o suficiente para não permitir o recurso à “originalidade” como forma de justificar uma iniciativa intelectual. Read More →

Comunicação em prol da tolerância

As perspectivas teórico-metodológicas empreendidas pelo campo da Comunicação, em sua interdisciplinaridade, estão diretamente relacionadas ao tempo e sociedade vividos, refletindo, assim, as suas necessidades. Em um contexto carente por maior tolerância, ao mesmo tempo que clama por resistência às injustiças, o periódico Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação traz nove artigos que demonstram um pouco sobre como essas questões estão sendo trabalhadas academicamente pelo campo comunicacional. Read More →

O futuro do Cadernos Metrópole: Internacionalização, sustentabilidade e boas práticas para um debate metropolitano interdisciplinar

O post de encerramento da Semana Especial do Cadernos Metrópole no Blog SciELO em Perspectiva | Humanas, trata da sustentabilidade, das boas práticas e do projeto de internacionalização do periódico, que há 20 anos se constrói como uma publicação interdisciplinar sobre as discussões metropolitanas. Read More →

O viés empregatício como elo entre grupos geograficamente próximos e socialmente distantes

A partir do conceito de efeito-território e de 90 entrevistas com moradores, o autor analisou a dinâmica social dos bairros Calabar, Vale das Pedrinhas e Bate Facho, em Salvador (BA). O estudo demonstrou que o contexto sociorresidencial impacta na mobilidade socioeconômica e nas condições de vida dos entrevistados por meio de uma série de processos e mecanismos, operados na escala do bairro, que foi identificada nas dimensões material, social e simbólica. Read More →

Disputas político-conceituais sobre a governança das metrópoles: o embate entre neoliberalismo e gestão participativa

A edição 45 do Cadernos Metrópole está focado no debate dos aspectos da governança das cidades e metrópoles, que articula interesses controversos entre governo, mercado e sociedade. O conjunto dos artigos selecionados revelou uma produção que tem debatido principalmente a conjuntura desde 2013, com destaque para casos locais que descrevem políticas públicas como mobilidade urbana, movimentos sociais e instrumentos urbanísticos. Read More →

Por que os megaeventos são difusores da ideologia (neo)liberal na produção do espaço?

A partir dos anos 1990, o ideário neoliberal influencia a implementação estrutural de uma forma de gestão que concebe o desenvolvimento social como resultado espontâneo do crescimento econômico e privilegia os grandes grupos econômicos na formulação de políticas. Os megaeventos recentes, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, são exemplos dessa dinâmica. Read More →

Quanto o Estado e o setor privado se articulam de modo a promover a elitização do espaço?

A região de Venda Nova, na região metropolitana de Belo Horizonte, sofre transformações impulsionadas pelo Poder Público que têm como objetivo garantir a reprodução ampliada do capital, com a oferta de novos empreendimentos/serviços urbanos decorrentes dos investimentos, públicos e privados, que se estruturam a partir de grandes equipamentos. Entre as consequências, está a gentrificação de espaços antes ocupados por populações de baixa renda, que são expulsas dessa região. Read More →